quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Avatar Voz do Além

Rússia re-estreita laços com Cuba… e manda um general pra lá

 

large_Nikolai-Makarov-Dec10--08-Russia_Military_Meye

Uma das primeiras coisas que Boris Yeltsin fez ao assumir o cargo de presidente da Rússia foi cortar as largas vantagens que Cuba tinha - como a compra por parte do país de 95% do açúcar cubano por um preço 60% acima do mercado. Com isso Fidel Castro ficou contra a parede e se viu na maior crise que a ilha já enfrentou. Com os novos tempos, vieram a propriedade privada, a prostituição, e as proclamações do fim do Regime, que ainda não caiu, como Bush disse que faria.

Mas Putin, para mostrar poder e dar uma cutucada nos EUA, cada vez mais donos de si, viu a ilha como uma boa porta para seu plano geopolítico para a região. E não foi difícil trazer Fidel/Raul para o leque de influências russo: Putin tinha dinheiro para oferecer, e os comunistas estavam isolados no mapa da região, o que só mudaria com a eleição de Hugo Chávez, Rafael Correa e Evo Morales.

E mais importante do que estreitar laços com públicos inimigos dos EUA - todos os citados acima - é deixar isso bem público. O mais recente ato para mostrar que isso é realidade, foi o envio do general Nikolai Makarov, chefe de Staff do Exército Vermelho (é como se ele fosse um diretor de RH) para a Cuba, numa daquelas protocolares visitas de quatro dias à bases militares e assinaturas acordos de cooperação.

O general, na verdade, é só mais um dos visitantes da Terra de Lênin à ilha. Em novembro do ano passado o presidente Dmitry Medvedev deu uma passada por lá, e algumas semanas depois foi a vez do destróier russo Almirante Chabanenko - fazia 18 anos que um navio russo não passeava pelo litoral de Cuba.

Para quem vive falando que a Rússia está mais falida que pai de família que vai apostar em Las Vegas, saiba que em menos de um ano foram mais de 800 milhões de dólares de ajuda e financiamento feito por eles aos cubanos, inclusive no campo militar.

E há até planos para reformar a fechada base de escuta de Lourdes, que interceptava em torno de 80% das comunicações feitas entre os EUA e Europa, provindas do sudoeste americano. A construção possui 28 milhas e consumia cerca de 200 milhões de dólares ao ano. O posto foi fechado pelo governo cubano em 91 (Yeltsin deve ter rido), assim como diversas bases aéreas estratégicas, que também devem ser reabertas!

Fique de olho na ilha de Raul, pois tem gente interessada na continuidade do comunismo por lá…

 

[Via Agência RiaNovosti]

6 Comentaram...

Anônimo disse...

"E há até planos para reformar a fechada base de escuta de Lourdes, que interceptava em torno de 80% das comunicações feitas entre os EUA e Europa, provindas do sudoeste americano."

Com o mesmo propósito ou como um Wal-Mart da vida?
Fonte?

murilo disse...

Quando leio coisas como essas creio que ainda haverá a Terceira Grande Guerra.

Anônimo disse...

Sabe...no fundo no fundo eu to até feliz com a noticia...

M7 disse...

Torço pelos Cubanos. Só os vizinhos ao sul dos EUA tem uma noção do que é a pressão de ter uma nação tão poderosa e sem respeito nenhum pela auto-determinação dos povos e nações como vizinho de porta. E sem escrúpulos quando se trata de poder e dinheiro. Não sou um fã de ditaduras, acho que no Brasil, poucos seriam, mas tenho esperança que um dia, um estado de proteção social conseguirá conviver com a liberdade , não só em Cuba, mas no restante da América Latina.

Mauro Tavares disse...

pau na bunda dos comunistas, bando de otários.

May Cry disse...

rsrs, Mauro, você tem problemas, sério. Procure um proctologista. Devem ser hemorróidas.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo