terça-feira, 22 de setembro de 2009

Avatar FiliPêra

Líder budista joga games… e os defende

 

ogyen_trinley_dorje_by_prince_roy

Eu vejo os games como uma terapia emocional mundana. Todos nós temos emoções, sejamos praticantes do budismo ou não. Todos sentem felicidade, tristeza e outros sentimentos e precisamos lidar com eles quando afloram. Para mim pode ser um alívio, uma descompressão, jogar games. Se estou tendo sentimentos ou pensamentos negativos, posso descarregar essa energia dentro do contexto ilusional dos games. Me sinto melhor depois…

Sim, o terceiro líder mais importante do Budismo Tibetano, Trinley Dorje, de 24 anos, titulado de Karmapa Lama, declarou que joga games, e que expulsa sentimentos ruins com eles. Não sei se isso quer dizer que ele gosta de invadir a mitologia grega e dar uns tapas em Ares jogando God of War, ou descontar seu sentimento nas vacas - animal sagrada da religião mezzo irmã do Budismo, o Hinduísmo - usando alguma arma anti-gravidade em Destroy All Humans, ou simplesmente pulando na cabeça de tartarugas em Super Mario 64… mas o fato é que ele joga, e parece jogar coisas violentas!

O fato é que agora não só alguns cientistas afirmam que videogames fazem bem ao cérebro, como um dos maiores líderes de uma das mais importantes e pacifistas religiões do mundo, diz os games…o ajudam a ser pacífico. Ponto!

 

Times of India [Via Omelete]

8 Comentaram...

murilo disse...

Não acho que todos os games sejam beneficiais. Só alguns.

Vanessa disse...

Mas ele falou explicitamente sobre vídeogames? Eu poderia estar falando sobre outros tipos de jogos também, né? Como jogos de tabuleiro (www.boardgamegeek.com)

FiliPêra disse...

Sr. Mauro Tavares, não sabe ler as regras e entender que spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados?

Lamento...

Lucas disse...

Nossa isso sim é um grande esclarecimento para os ceticos dos games. Falando que jogar wow, aom, aoe,hl2 e muitos outros fazem mau. O que faz mau é jogar compulsivamente(meu caso).

May Cry disse...

Não sou fã de "autoridades religiosas", menos ainda quando se manifestam sobre algo tão trivial e laico como o lazer das pessoas. Se ele se manifestasse contra, faria alguma diferença? Se o Papa condenar o GTA, como imagino que deva condenar, isso muda alguma coisa no mundo? Conhecem aquela acertiva " A César o que é de César?" Aos gamers o que é dos gamers.

Mauro Tavares disse...

Filipera, vc é um ingrato, eu postei um texto que escrevi em sua homenagem, não tinha outra forma de contato que não fosse postando aqui, que ingrato !

FiliPêra disse...

@Mauro Tavares

Homenagem pra mim? Sua? Não estou interessado e nem tenho tempo pra ler besteiras. Se quiser, que mande por email...

patyozorio disse...

Até onde eu sei autoridades religiosas tem de dar a sua imagem o exemplo devido. Gostaria de esclarecer que adoro jogos virtuais, mas acho que budistas se utilizando de jogos de videogames como passatempo, ñáo acho uma boa idéia. Como sabemos, os jogos remetem ao vício, transmitem emoções de todo tipo, inclusive a raiva. Acho sinceramente que como líder religioso ele não deveria estar pregando a paz e se livrando de hábitos mundanos?
Não iria contra os preceitos religiosos do budismo?Ate´aonde eu sei não buscamos na religião a inspiração divina? A nos livrarmos das coisa materiais?

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo