quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Avatar Voz do Além

Propagandas da Sony… e tome polêmica

 

dori_ad_30_09_9_4

Propagandas de videogame são complexas de fazer pelo simples motivo de ter uma miríade de públicos distintos que jogam. Quando é uma peça publicitária de um jogo específico o trabalho é um pouco mais tranquilo, pois teoricamente a temática direciona todos os esforços da propaganda para um público só, mas o mesmo não acontece com o marketing para plataformas em geral.

A última da Sony foi bastante interessante… mas deve-se levar em conta que sou eu que estou avaliando, e sempre gosto de ousadia e bizarrices em comerciais, coisas que não são lá muito apreciadas em tempos de politicamente correto. A idéia da propaganda acima foi boa, e uma delas é até bem feita, mas a outra escorrega com mais veemência do que Kratos espalha vísceras pelos campos gregos.

A criação é da BBDO do Chile, e o tema parece ser o envolvimento de gamers com os personagens de jogos. Até aí mil maravilhas. O problema é envolvimento com que tipo de personagem, e numa delas é mostrado um jovem jogador doando sangue para um oficial nazista. Junte isso ao fato do Japão, local onde a Sony está localizada, ter lutado de braços dados com os nazistas da II Guerra Mundial e tá armado o problema.

Claro, cada um interpreta de um jeito, mas têm coisas realmente desnecessárias, e essa é uma delas. É o tipo de capítulo que o mundo gostaria muito de deixar pra trás, mas sempre aparecem babacas - como os pontudinhos da Ku Klux Klan - para ressurgir com isso.

Bom, o erro até ofuscou o acerto, que é um outro jogador doando seu coração para Joana d’Arc (um pouco de polêmica aqui também, afinal ela é uma heroína hoje, mas foi queimada pelos ingleses). Apesar de ter gostado da idéia, considerei desnecessário apelar para nazismo, e creio que esse tipo de propaganda não ajuda em nada a marca PlayStation, e os videogames em geral.

Mas, é minha opinião…

 

dori_ad_30_09_9-2_2

 

Engadget [Via Meio Bit Games]

15 Comentaram...

GENILSON disse...

Concordo plenamente! Uma jogada de marketing totalmente(estupida)desnecessária. A própria história do console já seria uma propaganda de alta qualidade.

Admiral Ackbar disse...

Bem, eu não vejo assim muita polémica, as pessoas é que tentam encontrar polémica em tudo.
A Sony Playstation sempre teve anúncios um tanto abstractos. Mas olhando bem para os anúncios, ali não está um Oficial Nazi qualquer. É o Rommel o Oficial que comandou os Tanques Nazis através do Norte de África e Normandia e farto de ver os seus homens cansados da guerra retirou-se sem ordem alguma do Norte de Africa e ainda foi um dos muitos oficiais que assinou o tratado para assassinar o Hitler e acabar com a guerra, ainda hoje em muitas escolas militares se dá as tácticas de Rommel. Eu acho que não tem nada haver com o Japão ter combatido ao lado da Alemanha, porque afinal de contas eles sabiam que quando a guerra fosse ganha que teriam a Alemanha á perna a querer grande parte da China. Vejo mais o simbolismo como "Dê tudo para encarar a sua personagem seja ela fictícia ou real". E apesar de eu ser Anti-Fascista acho que nunca se deve virar as costas a historia porque ao ignorar o passado acaba-se por repeti-lo, basta ver o que se passou nos anos 90 na Jugoslávia e no Kosovo.

Gamarano disse...

Admiral Ackbar falou tudo...

BruNêra disse...

ponto pro Admiral.

GENILSON disse...

Admiral falou, falou e não disse nada!!
Primeiro:"Eu não vejo assim muita polémica!" A "Segunda Guerra" sempre vai ser um assunto polêmico.E o fato de Rommel(olha o nome do indivíduo) ter feito frente a um pelotão de tanques nazistas, ja o caracteriza como uma "pessoa" altamente perigosa à Humanidade!! Dai VOCÊ dizer que ele assinou um tratado para assassinar Hitler!?? Eu não sei de onde Vc é... mas ai na sua cidade deve ter uma biblioteca próxima. Passe a frequentá-la, e veja como Vc se enquadaria na sociedade proposta por Hitler!.. E Erwin Johannes Eugen Rommel!!!

Admiral Ackbar disse...

Genilson, Sim a segunda guerra sempre será um assunto Polêmico e merece ser ser falada as gerações mais novas com um certo cuidado, porque sim existem muitas cabeças oucas.
Mas sim o Rommel juntamente com outros generais colaborou por fora com Claus von Stauffenberg para o atentado a Hitler no dia 20 de Julho de 1944. Nessa altura Rommel estava ferido na sua casa na Normandia e não foi para Berlim. Quando as coisas deram para o Torto o nome dele estava na papelada para dar inicio a Operação Valkiria. 14 de Outubro de 1944 dois agentes da Gestapo entraram na casa de Erwin Rommel e deram-lhe a escolher, morrer ali com cianeto ou ser fuzilado. Caro Genilson, não leve a mal mas acho que devia ser você a ir a um Biblioteca, eu não preciso obrigado porque sei onde me enquadraria numa sociedade proposta por Hitler faria parte das FFI a resistência Francesa devido a minha descendência Francesa e lutaria até a morte se fosse preciso para arruinar os planos de Hitler e Vichy. Já agora Erwin Rommel nunca frequentou a "Nazi Party" ele apenas foi um General bem sucedido que o Hitler o Admirava até ao ponto em que Rommel começou a não fazer o que ele queria. Mas como ter heróis é crucial para o Povo, Rommel foi enterrado como se tivesse morrido dos Ferimentos causados pelo Spitfire Canadiano, se ler qualquer Biografia do Rommel nas ultimas paginas é isto que encontra, ou até mesmo um livro sobre Operação Valkiria ou sobre os Afrika Corps. Não me leve a mal mas é Historia e a Historia é escrita em Pedra bem dura..

Admiral Ackbar disse...

PS: "Arruinar os planos de Hitler e do Governo de Vichy" não de Vichy porque sei que Vichy era a capital da "França Livre" que não era nada Livre.

Anônimo disse...

O fato de ser um soldade nazista deve vir da imensidão de fps ambientado na segunda guerra (o coisa que já encheu o saco).

Anônimo disse...

Peraí: Por que o cara que dá o coração p/ Joana D´arc está preso pelos pés???

Anônimo disse...

Bela pergunta, ele está doando de livre e espontânea vontade???? rs

Deza disse...

É porque dói... pra ele não sair correndo quando começaram a cortá-lo... ou vcs acham que naquela época tinha anestesia? Hhauhauhuauaauh ^^

Santana disse...

Deve ser porque deve DOER PRA CARVALHO ter o coração removido, né não? Medidas pra impedir que ele comece a pular igual uma carpa na mesa de cirurgia.

E o Admiral matou à pau, no more questions, meritíssimo. Thumbs up.

Linc45acp disse...

Realmente o Marechal Erwin Rommel não era nazista (um dos poucos que nem pertencia ao NSDAP - o Partido Nazista) - apenas um militar. E qdo viu o rumo estranho que toda a coisa tomava, não concordou e fez parte do complô para matar Hitler e, por isso, teve que decidir entre ser morto ou se suicidar para que a família dele fosse poupada. Hum. Difícil escolha, talvez similar àquela outra, famosa (a de Sophia).
E, diferentemente do que muitos pensam, a 2a. Guerra Mundial (e os anos que a antecederam) deixou lições importantíssimas que não devem ser esquecidas - como por exemplo o "crescimento" de ditadores como Hitler e Stalin - isso para não citar Churchill, o qual foi responsável pela destruição de um alvo puramente civil (Dresden), e em condições bárbaras que, estranhamente, poucos comentam. Mais de 200.000 civis morreram em ataques contínuos por dois dias.
História É bom. História ensina - principalmente a não repetirmos erros do passado!

Nerd literattoh disse...

O Admiral Ackbar até que leva jeito... só não entendi o negócio de ele ter DESCENDÊNCIA FRANCESA...
Ele teve filhos na França? Ou ele estaria fazendo menção à ASCENDÊNCIA dele?

Anônimo disse...

Eu acho q vcs mudaram muito o enfoque da reportagem. Não é sobre quem foi ou deixou de ser os personagens da propaganda, mas sim a polêmica da propaganda da Sony. Na minha opinião essa foi a real intenção da propaganda, mostrar que o público já não se importa quem o personagem foi ou deixou de ser, eles querem bons jogos. Não sou nem um pouco a favor dos Nazi, mas se um jogo muito bom me colocase na pele de um deles e me desse bons desafios e entretenimento (contando que no final o jogo não fosse um apoio ao nazismo), eu jogaria sem problema algum. Concordo com admiral, se esquerem a histótia ela se repitirá. Se vc fosse um nazista da época da guerra, aposto que estaria indignado com uma pessoa doando um coração para Joana, que na época foi consifderada bruxa e queimada. É tudo uma questão de ponto de vista. Por favor, mantenham o foco da reportagem, não dos fatos históricos.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo