terça-feira, 20 de outubro de 2009

Avatar FiliPêra

[Preview] Epic Mickey promete… promete!

 

epicmickey-cover_single-552x661

Bom, apesar de não gostar muito, às vezes me empolgo fácil. Vou na onda do hype com força total como se não houvesse amanhã, sem medo de ser feliz. Mas, como disse, ÀS VEZES. Já quebrei a cara, logicamente, como em Matrix Revolutions, mas gostei de criar expectativas excessivamente altas quando terminei de ver O Retorno do Rei e Watchmen.

Mickey não é o protagonista de uma série para o qual Eu criaria alguma expectativa elevada. Ele já teve bons jogos, mas são infantis e fáceis demais. O melhor deles é Mickey & Donald - Magical Adventure 3, que ficaria ultra-mega-conhecido pelas diversas roupas que os personagens usavam - com habilidades distintas para cada uma - ao longo do game. Como fator reprovável estava o fato de que não se levava mais que duas horas para zera-lo. Isso quando se é um noob. Depois que zerou uma vez, você o faz de novo em meros vinte minutos!

E aí surge Warren Spector, o cara que nos presenteou com uma obra-prima em forma de FPS chamada Deus Ex. Seu estúdio, o Junction Point Studios, é que está desde 2007 por trás da chegada de Mickey ao Wii, aparentemente da forma correta. E o nome da nova tentativa do camundongo voltar ao mainstream se chama Epic Mickey. Simples!

O que esse jogo tem de tão especial assim, para esquecermos que o Mickey - primeiro defeito, ele é um camundongo boa praça e meio afeminado - não viveu lá seus últimos dias nos games, excetuando Kingdom Hearts? O primeiro fato é o visual. Você NUNCA viu um mundo do Mickey sombrio, e Spector fez questão de mudar isso. Bom, talvez tenha visto, já que ele é baseado no desenho Clock Cleaners, de 1937, estrelando Mickey, Donald e Pateta, mas isso sempre era esquecido nos jogos Mickey, mesmo sendo eles feitos por uma empresa excelente como a Capcom. Os chatos de plantão podem reclamar da inspiração do estilo-moda do momento, o steampunk, mas não tem como reclamar do uso dele na criação de um dos mundos que mais prometem no Wii. É como ter um desenho animado ultra-colorido num ambiente pós-apocalíptico no melhor estilo Mad Max (ou Fallout 3, pra usar um exemplo gamer).

O estilo do game, bem como suas mecânicas, parece que lembrará o subestimado-porém-lindo Okami. Para a trama do jogo serão trazidos de volta personagens esquecidos da Disney, o que quer dizer basicamente para você esquecer Bafo como vilão dessa aventura. Para isso eles criaram um novo mundo para Mickey se aventurar, que é como um depósito de personagens velhos, com todo o ambiente destruído e envelhecido, além de ser recheado com aqueles loucos típicos dos desenhos Diney em seus primórdios. O vilão desse mundo é Oswald, the Lucky Rabbit, que tem inveja do sucesso de Mickey, e resolve se vingar. Ele então liberta o Phantom Blot, outro personagem clássico da empresa, que começa a sujar o mundo com tinta preta e todas essas coisas bizarras que um ser meio fantasma, meio poço de piche faz.

 

3162.3Mickey.jpg-610x0

3113.Donald.jpg-610x0

Para iniciar seu serviço de devolver o status quo ao mundo sujo, Mickey contará com uma série de ferramentas como pincéis, borrachas, lápis e tudo o mais. E nem precisa dizer que cada ferramenta dessa terá um movimento distinto do Wii Remote, o que é uma das razões para a exclusividade do jogo para o console da Nintendo (há rumores que ele receba versões para outros consoles…).

Um detalhe interessante é o visual dos personagens, incluindo o do próprio rato de calças vermelhas. Tudo é uma versão 3D do mundo retrô-clássico Disney, com pitadas de destruição e decadência. Mickey tem aquela cara old que os mais novos devem se lembrar de trechos realmente fodas de Kingdom Hearts.

O fato é que esse ineditismo em franquias de game Disney surpreende, e talvez seja um dos motivos para tamanho hype. Some a isso, uma equipe realmente grande estar trabalhando no game, que conta inclusive com gente da intocável Pixar. O nome de Warren Spector também soma bastante. Mas não espere um game adulto, nos termos que certas pessoas usam para se referir a games recheados de sangue, sujeira e sexo. Espere algo dark, mesmo que Disney. Seja você fã ou não dos games (extreme fáceis) do Mickey, creio que é hora para colocar seus olhos sobre o rato por algum tempo!

 

 2e3u34x-552x302 epicmickey072903-552x331 5mdzra-552x410 6204.Redesigning-The-Lab.jpg-610x0 3566.Toon.jpg-610x0  epicmickey_08 24vk1ht-552x370

[Via Game Informer]

5 Comentaram...

Anônimo disse...

Joguinho tosco.

Aliás, FIRST!

JUNIN MAGNIFICO disse...

Um comentário como esse acima,eu realmente postaria com anônimo, tô louco pra ver esse.


Ps: postem algo sobre o "I am alive", esse promete

Anônimo disse...

Esses robôs do Donald e do Pateta são amedrontadores!
Estranhos, andróides, roupas rasgadas, parte humana estropiada, desengonçada, suja...
Pode ter medo destes robôs, eles parecem do mal!

Anônimo disse...

2 palavras... Kingdom... Hearts...

Blog de imagens BK e outras disse...

Resident Mickey
hUAhUA Hu hUH uAHua

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo