sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Avatar FiliPêra

Jennifer’s Body

 

jennifersbody_11

Megan Fox é LINDA e um beijo lésbico. Esse é mais ou menos o resumo de tudo que é importante nessa comédia de terror adolescente que não é uma coisa nem outra. Não há um momento sequer de risada, e apenas um de tensão, que rola principalmente porque não sabemos o que ocorreu com Megan depois que ela desapareceu, logo no início.  E a sensualidade da atriz é pelo menos 50% do filme (se você se animou com ISSO, tire o cavalo da chuva, nada demais aparece no longa, no máximo um sideboob, ou ela de calcinha e camisola), sendo o restante dividido entre a atuação de Amanda Seyfried, a única personagem que vale citar, e os poucos momentos inspirados do texto de Diablo Cody (como a frase: É verdade, eu vi na Wikipedia!), que foi outro dos chamarizes que me levaram a ver o filme.

Mas vamos por partes. Megan é Jennifer, a menina mais popular da escola, e do lugar onde mora, o Caldeirão do Diabo. Sua amiga Needy é a esquisitice em pessoa, e é constantemente pisada pela amiga popular. A rotina das duas é o que vemos em 99% dos filmes adolescentes: batalhas por popularidade na escola, líderes de torcida e namoricos com os meninos da classe. A vida pacata e meio rústica da cidade muda com a chegada de uma banda com roqueiros adolescentes losers, que só fazem sucesso no MySpace.

Na noite que os caras se apresentam no único bar da cidade, rola um incêndio e morrem vários habitantes do local. Jennifer se vê praticamente hipnotizada pelo vocalista da banda e acaba entrando na caminhonete deles (tem um meio spoiler à frente, que já foi divulgado em diversas sinopses. Se não quiser ler, pule para o próximo parágrafo)… e é usada para um ritual satânico, em que eles necessitam de uma virgem. Como ele já tinha provado das delícias da carne, o sacrifício dá errado e ao invés de ela morrer, fica com um demônio dentro dela, necessitando de sangue e cérebros alheios para ficar alimentada.

 

jennifersbody_12

Partindo dessa premissa fraca, é de se supor que  Diablo - que ganhou o Oscar de Roteiro Original com seu primeiro roteiro filmado: Juno - enchesse o filme com situações interessantes que fugissem do lugar-comum. Mas não é isso que rola. Os personagens são ruins, com exceção Needy, que tem alguma coisa além de motivações rasas de filmes adolescentes (mas não vai muito além disso).

Um ponto vai para o diretor, que tentou salvar o filme e o encheu de músicas - algumas muito boas, como Little Lover's So Polite, do Silversun Pickups - conseguindo algumas boas sequências, como a das transas, e a do baile, sempre usando os pressentimentos de Needy (fruto de sua ligação com Jennifer), casados com os assassinatos da gostosa-demônio. Outra sequência digna de nota é a dos créditos finais, toda em forma de documentário de programa fofocas do mundo das celebridades, e, como não poderia deixar de ser, recheada de sangue.

Mas tenho certeza que se você se dispôs a ver Jennifer’s Body (ou Garota Infernal, como foi chamado aqui no Brasil) não tá afim de ver roteiros rebuscados ou atuações dignas de lembranças. Mas até onde se espera que o filme renda alguma coisa - diálogos interessantes, ou situações engraçadas - ele é vazio ao extremo. Pegue o exemplo de um American Pie da vida. Com certeza é um dos filmes mais acéfalos que você já viu, mas ainda assim provavelmente lhe arrancou muitas risadas. Pegue o caso de As Ruínas, um terror teen comum, mas que tem lá seus momentos que dão algum medo (fora que tem a cuti-cuti Jena Malone). E Jennifer, uma comédia mezzo terror não é comédia e muito menos terror - a não ser que duas risadas e uma gostosa comendo tripas em algumas cenas o classifique assim, não faz rir e não mete um pingo de medo… e o que sobra é Megan esbanjando toda a sensualidade felina que deus lhe deu em dia de muito bom humor.

Megan Fox é do tipo de “atriz” que não precisa atuar para se sobressair. Não é como Scarlett Johansson, que além de linda é excelente atriz. Mostrou isso quando abriu certo capô num filme cheio de robôs falantes salvadores do mundo, não precisando nem mesmo abrir a boca. Aqui ela leva isso ao máximo, não passando de uma pin-up hipnotizante proferindo falas… o que pra mim é o bastante.

 

jennifersbody_17

E é isso. Jennifer’s Body é O filme da Megan Fox até agora, o que é bom (ela aparece pra caramba e você nunca enjoa de vê-la) e também é ruim (o filme é só isso). Ao menos não é recheado de romantismo besta e todo aquele clima excessivamente meloso de Crepúsculo, que tentou mostrar com o seriam vampiros num filme adolescente, e falhou miseravelmente. Aqui talvez a idéia seja dar um novo clima a filmes de monstro. Não é falho a esse ponto, mas poderia ter rendida algo cinematograficamente melhor.

Mas continua valendo pela Megan Fox e um beijo lésbico especialmente caliente entre ela e a Amanda Seyfried, com direito a extreme close-up!

 

Jennifer's Body (EUA, 2009)

Diretor: Karyn Kusama

Duração: 102 min

Nota: 6

7 Comentaram...

murilo andrade disse...

O filme é tão ruim e você ainda deu 6, Filipe?

Felipe Storino disse...

O que mais me desanimou mesmo foi saber q ñ tem a Megan Fox peladona no lago, esse era o principal atrativo do filme. De qualquer forma, devo assistir em uma segunda-feira, quando o Kinoplex coloca ingressos de meia entrada a 3 reais!

F®eDesign disse...

Eu gostei do filme, acho que merecia um 8...rs
A unica coisa que achei dispensável era a lorinha ter ganho poderes sobrenaturais...

patyozorio disse...

Típico filme onde substitui-se o roteiro por uma mulher boasuda que não sabe atuar e ao invés disso mostra a bunda e os peitos..
Já estou cheia de filmes acéfalos como esse, que fatal de imaginação...
Tudo bem que ela é muito bonita, mas por favor vá aprender a atuar melhor, pelo menos, não dá para se valer apenas da beleza,ne´.
O filme é voltado apenas para os nerds que sonham (e nunca podem ter) com uma mulher dessas ou apenas para os homens babões, assim como Crepúsculo está para as garotinhas que adoram ver o Robert Pattinson.
PS: Entre um e outro ainda fico com Crepúsculo!!!

cello disse...

exatamento patyozorio, esse filme foi pra nós homens babões, que adoramos mulheres, agora naum enxe e vá ver seu robert pattinson em "lua lixo",

ps: sim faltou algo que te prenda ao filme, foi um filme mediano, porém pra preencher um sabado a noite com a galera ta bom.

reh disse...

o filme é melhor que esse itezin de merda.

gustavo disse...

ai,calaboca vcs,esse filme é muitu legal ok,ela é muito linda,e eu adoro filme de terror,e ela é uma ótima atriz,só pq vcs n são tão bonitas quanto ela vcs ficam pondo defeito,n é só pq ela é bonita q ela n saiba atuar ok,se n n teria esse sucesso td ok

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo