quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Avatar FiliPêra

A Realidade Aumentada da Esquire

 

Esquire_RA-500x368

Há muito que tem se discutido o futuro - e a salvação - da mídia impressa, e do jornalismo em si, afinal a internet deu uma boa sacolejada no modelo de negócios que era o alicerce desse centenário e pioneiro modo de se fazer jornalismo. Algumas propostas interessantes, como anúncios com e-inks foram lançados e fizeram o devido barulho.

E Eu acho que a Esquire é a revista correta para conter essas inovações. Ao lado da Playboy ela revolucionou o mundo da revista ao criar uma imagem cool para si própria, mesmo se associando a gente geralmente chata, como homens de 30 anos cheios da grana (é uma pena - e um erro - não existir uma versão nacional).

A edição de dezembro, com Robert Downey Jr na capa - está sendo chamada de um marco do futuro do jornalismo, graças a um esquema com realidade aumentada que a revista bolou. É basicamente um QR Code que é passado em frente a sua webcam fazendo com que certas matérias interajam com você (claro que tudo só funciona depois que você fizer o download de um software no site da revista com generosos 68 MB). É interessante, como você vê no vídeo, mas passa longe de ser o futuro da mídia impressa. O destaque vai mais para a ousadia da revista - não à toa uma das minhas revistas gringas favoritas - do que propriamente como um feito a ser seguido.

 

E francamente: a mídia impressa NÃO precisa de salvação. Está sendo sacolejada, com certeza, e várias publicações foram pra vala (inclusive a minha amada EGM). Mas esse é o tipo de coisa que ocorre em momentos de transição como esse que estamos vivendo, e isso é normal quando estamos falando de uma mídia com séculos de idade (o Journal des Savants foi fundado em 1665, por exemplo).

Mas enquanto algumas revistas morrem, outras se fortalecem, como é o caso da New Yorker, a The Economist, a The New Republic, a EDGE, e até revistas gratuitas como a Vice e a The Playground. Várias dessas revistas listadas aí são antigas, com meio ou um século de idade, e não precisam de qualquer inovação para alcançar milhões de leitores todo o mês. O que elas fazem para alcançar isso? Simplesmente bom jornalismo (algumas vão realmente na fronteira entre o bom e o mau gosto, o que entendam como elogio, aqui nesse caso).

Papel é mais velho que bits, assim como o rádio é mais antigo que a TV, e ainda está aí. Cinema é mais antigo que videocassete e o segundo foi pro ralo, enquanto as salas escuras ainda existem. Então, dizer que blogs vão soterrar redações, e sites vão colocar revistas e jornais no chinelo é ser muito apressado e não olhar a história. E no fim das contas, revistas ainda são melhores… e não vai ser agora, em muitas de primeiro escalão existem pelo mundo é que elas vão acabar.

 

[Via Engadget e Portal MSN]

5 Comentaram...

Gilmarzinho disse...

Com certeza as revistas não vão acabar.
Ainda compro revistas hoje em dia do mesmo jeito que sempre comprei, o detalhe é que não consigo mais comprar as mesmas...
As que mantiveram a qualidade (Super Interessante, Exame...) eu continuo comprando. As que não mantiveram (Playboy, Vip...) troquei por outras que não conhecia ainda (Roadie Crew, Piaui, Caros Amigos...).
O segredo dessas que continuo comprando foi que não mudaram pra pior. Isso tinha se tornado um padrão no começo dos anos 2000.
A banalização da VIP foi uma das minhas maiores tristezas...
Té.

Hugo Maximo disse...

Muito interessante, ao ponto de que a ideia em si é mais interessante do que a própria execução, mas acho louvável como primeiros passos!!!

Gilmarzinho disse...

Tava pensando...
Se esse negócio de realidade aumentada der certo e evoluir... acho que vou voltar a comprar a Playboy!
Huahuahuahuahuahuahuahua
Té.

May Cry disse...

Playboy com realidade aumentada não vai ter photoshop, logo, não vai rolar,rs.

Rodrigo Maia disse...

Cara, o Correio Braziliense, um dos principais jornais locais do Distrito Federal, já disponibiliza qr codes em suas matérias, expandindo-as, já há uns seis meses ou mais!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo