sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Avatar Voz do Além

E há 20 anos caía o Muro de Berlim…

 m02_21018949

Homem martela o Muro de Berlim, no dia 12 de novembro de 89 (essa foto sim, tem 20 anos) (AP Photo / John Gaps III)

OK, estou três dias atrasado, e você já deve estar cansado de ouvir falar em queda de Muro de Berlim, mas em alguns casos é melhor ver do que falar. E quando o Big Picture entra em cena essa afirmação é mais que verdadeira.

O Muro de Berlim foi a famosa barreira construída pelos alemães orientais para impedir que seus habitantes fossem para o “paraíso” do Ocidente. A construção foi o grande símbolo da chamada Cortina de Ferro e da separação do planeta em dois blocos durante a Guerra Fria. A extensão total do muro era de 66,5 km, com 302 torres de observação, 127 redes metálicas eletrificadas com alarme e 255 pistas de corrida para cães de guarda. A construção se deu na madrugada de 13 agosto de 1961 e de acordo com dados oficiais, 80 pessoas foram mortas tentando atravessar o muro, e 112 ficaram feridas.

Mais de um quarto de século depois, precisamente no dia 9 de novembro de 1989, o governo de Berlim Oriental autorizou a passagem de cidadãos orientais pelo Muro, tudo após dias de revolta da população. Dias depois começam as semanas de derrubada do muro, praticamente tudo feito pela população da capital alemã.

Abaixo você vê fotos de diversos momentos marcantes da reunificação. Clique para ver maior!

 

m01_21044203

A fumaça dos fogos de artifício envolvem o Portão de Brandenburgo, em Berlim, ao final da cerimônia oficial que marcou o aniversário da reunificação da Alemanha (LEON NEAL / AFP / Getty Images)

m03_20979675

Um menino saúda os soldados sobre o Muro, em frente ao portão de Brandenburgo, em 10 de novembro de 1989 (João Tlumacki / pessoal Boston Globe)

 

m04_20979625

Uma fila de pessoas permanece sobre o Muro, em Potsdamer Platz (João Tlumacki / pessoal Boston Globe)

 

m07_21001845

Guardas de fronteira de Berlim Oriental ficam sobre o Muro, em frente ao Portão de Brandeburgo, no dia 11 de novembro de 1989 (REUTERS / Pessoal / Arquivo)

 

m08_21018941

Guardas da fronteira de Berlim Oriental se recusam a apertar a mão de berlinenses que lhes estendem a mão sobre a cerca, no dia 10 de novembro (AP Photo / Lutz Schmidt, Arquivo)

 

m10_21029663

Policiais da Alemanha Oriental olham por sobre um buraco feito por manifestantes no Muro, próximo ao a portão de Brandenburgo, no dia 11 (Foto: AP / Lionel Cironneau)

 

Para saber um pouco mais da história geopolítica por trás da construção e queda do Muro de Berlim, acesse dois posts do Vinícius Cabral, do blog HistóriaZine (AQUI e AQUI).

 

PS: Acesse o link abaixo para bem mais fotos, inclusive algumas com um interessante recurso de fade.

[Via Big Picture]

3 Comentaram...

Mornaax disse...

Essa foto do militar que se recusa a apertar a mão do cidadão é muito interessante. Por incrível que pareça (pois eu deveria ter uns 3~4 anos) eu lembro muito bem desses dias.

Um abraço.

T. Mileto! disse...

Fotos incríveis.
Olhando hoje, de longe, a Guerra Fria parece arte.

M7 disse...

As pessoas que fugiam da DDR não fugiam acreditando no Paraíso ocidental, fugiam da Stasi, do medo, e da falta de liberdade. Das filas, e da falta de recurso e comida.
Deve se ter cuidado com todo esse revisionismo em relação aos regimes da Europa oriental. Quando muitas pessoas querem fugir de um lugar, elas não podem estar todas erradas. Aliás, qualquer regime que precise de cercas e muros, não deve ser muito bom, não é meio óbvio? Se fosse, as pessoas migrariam para lá, e não ao contrário.
Ou será o ser humano tão contraditório que prefere o sofrimento a felicidade?
Nada contra a busca de um estado de proteção social, mas o que existia na Europa oriental não era isso. Era violência, opressão e medo.
A Stasi prendia pessoas acusando-as de atividades contra o governo, em um esquema verdadeiramente Orwelliano de denúncias de conhecidos e vizinhos. Em alguns casos, vendia a liberdade desses alemães para o lado ocidental, em um esquema que se estima que tenha rendido um bocado de dinheiro. Enfim, como o velho burro da fazenda dos bichos, sempre desconfie. Fazendeiro ou porcos, no fim, acabam muito parecidos.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo