quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Avatar Voz do Além

Sabe os iPhones novos, tido como impossíveis de hackear? Era mentira…

 

iphone3g-pwned

Todos gritavam aos quatro ventos: a versão 3.1.2 do software controla a comunicação dos iPhones com as operadoras (denominado baseband), é inquebrável, e nem se Deus resolver descer pro play e brincar de hackear telefones ele vai conseguir tal façanha, voltando para a  morada cheia de nuvens dele com o rabo entre as pernas.

Bom, toda e qualquer pessoa do planeta Terra sabe que esse tipo de coisa não existe, e que toda a fechadura tem uma chave, que por mais complexa que seja, é perfeitamente copiável. E softwares - seja ele qual for - entra no meio tranquilamente. O hacker Geohot resolveu colocar isso à prova e mostrou que a coisa estava meio exagerada.

Para simplificar a história, ele desenvolveu um software que permite você fazer o exatamente o tido como impossível, e disponibilizou tudo online. O nome da ferramenta é Blackra1n (a versão é Blacksn0w), uma velha conhecida dos usuários que têm o hábito de hackear a interface do iPhone. Caso tenha se interessado em instalar, acompanhe o vídeo abaixo.

 

[Via Geek]

4 Comentaram...

@barbaaa disse...

Mas eu tenho que dizer, dessa vez DEMOROU!

Fábio Assis disse...

Agora só falta o PS3...

Anônimo disse...

palmas para a anarquia nerd vcs são a diversão da internet pq orkut e twitter não agrada ninguem e viva a MICROSOFT!!!
FORA LINUX!!!
ass:programador .net(André Luis -Batatais SP)

Mike disse...

Gostei do aviso final..."E não quero pegar ninguém vendendo isso" ou algo do gênero...

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo