sábado, 6 de junho de 2009

Avatar Voz do Além

[Liberdade] China aperta censura na internet

 

pazcelestial

Memorial do Massacre da Praça da Paz Celestial no Second Life (Créditos)

PEQUIM, 4 de julho de 1989 – Estudantes se aglomeram na Praça da Paz Celestial, buscando liberdade política. O governo chinês, controlado pelo Partido Comunista, já havia proporcionado liberdade econômica, mesmo que sob pesadas regras, permitindo o livre comércio. Isso deu ao país crescimento acelerado, mas fez o governo apertar o cerco na política. Para encurtar: os governantes chineses queriam dinheiro, mas buscava se firmar ainda mais no poder. Nem que para isso passassem por cima da população. E foi isso que literalmente eles fizeram.

Foi Deng Xiaoping, e sua gangue, que teve essa idéia. Ao começarem a reformar a economia do país, atraíram as antipatias de dois grupos: dos intelectuais e estudantes, que queriam reformas políticas no estilo Glasnost juntamente com as econômicas, e dos trabalhadores, que viam nas reformas uma enxurrada de desemprego.

Os protestos começaram aos poucos. Os meios de comunicação não davam qualquer notícia sobre eles, para não espalharem aos outros a vontade de protesto. Mas os estudantes deram continuidade a eles, e logo as manifestações estavam espalhadas por todo o país. Os estudantes abandonaram os estudos e iniciaram uma greve de fome. Tudo culminou com a marcha de 100.000 estudantes para Pequim, no dia 4 de maio.

Diante desse quadro, o governo decidiu intervir com força militar. Duas divisões do Exército foram destacadas para se deslocar até a região, mas encontraram muita resistência da população, que faziam barricadas para impedir a entrada das tropas. Nesse momento de caos, se destacou mundialmente a figura de Wang Weilin (há controvérsias quanto ao nome), um estudante chinês, de 19 anos, que parou em frente a uma coluna de tanques, e terminou fuzilado dias depois, virando imagem-símbolo da resistência da população ao regime. Ao fim, os que protestavam se retiraram da praça, evitando um massacre ainda maior.

O número de mortos é incerto. Enquanto a Cruz Vermelha estima em 2.600 mortos, 2.000 feridos e 400 mortes entre militares, existem outros setores (como o governo americano)que dizem que não passam de 500…

 

…corta pra hoje, 20 anos depois. Os protestos não são em praças, mas virtuais. O governo chinês já não encontra oposição política e seu nível de paranóia sádica atinge até mesmo a população do Tibet, anexada a força após a Revolução Chinesa, e que é massacrada ao mínimo sinal de protesto. Vendo possíveis manifestações entre os seus, já bastante acostumados com o uso de tecnologia, o Partido Comunista decidiu impedir o acesso de sua população a sites que possam trazer qualquer lampejo de informação verdadeira.

Coloque nesse leque o YouTube (que já estava fechado desde maio, quando estava sendo usado por monges tibetanos para protestar), Flickr, Twitter, Google Reader, Ning, Bing, Blogger e o Wordpress. Ah, emails também, como o Hotmail e o Gmail. Sobrou até para TVs a cabo, como a CBS, a CNN e BBC. Blogs como o Huffington Post também entraram na lista de proibidos do governo. Mas os jovens chineses conseguem usar ferramentas para driblar o grande firewall, como VPNs e proxy’s.

Eles são os únicos? Não, mas os que fazem com mais afinco. “Comemorar” um massacre físico, com um massacre de liberdade da internet não é para muitos. E ainda tem gente que vê o futuro do mundo melhor, com uma possível dominação chinesa!

 

[Via Threat Level]

4 Comentaram...

Mauro Tavares disse...

Nao sei não Voz doss inferno mas ate hj não vi o poder da internet que tanto se fala, ate mesmo pq o que acontece na internet fica por aki mesmo, quer dizer as pessoas se contentam com a liberdade virtual, no orkut mesmo que é a principal rede social ( ou antisocial ) do país, ha comunidades onde se fala de tudo, mas tente convocar uma manifestação e ai vc vera o que acontece, ninguem vai !
Para vender um produto a internet é muito legal, veja o Obama por exemplo, foi vendido pelo facebook, foram la e votaram nele, foram na posse dele, mas isso é liberdade ? Deixar-se seduzir pelo marketing ?
Da mesma forma os que questionam o sistema, so o fazem por aki, descarregam toda a sua furia nos blogs e foruns mas se um dia vissem a tropa de choque na frente, como eu ja vi, sairiam correendo.
Hoje não se tem a coragem e a energia dakeles jovens la da praça da paz celestial. Nossas energias se gastam pq ja temos canais para desperdiça-las, tudo fica por aki mesmo, ninguem vai fazer coqueteis molotov pq ja gastou sua furia num blog, ninguem vai pichar pq ja deu uma twitada ( odeio essa merda ), quer dizer essa nossa forma de comunicação é um calmante social,pq temos a ilusão de liberdade no meio virtual, tem muita gente se realizando na internet, tem universitaria comportada que vira puta, velho que vira pedofilo, timido que vira baladeiro, e publicitario que vira anarkista, isso é uma forma de compensação, como os sonhos eram na psicanalise, assumiu um papel parecido, so isso nos deixa contentes, mas partir para a revolta é algo não vai ocorrer nunca, por isso os sistemas "democraticos " não tem medo da internet, so exercem um leve controle, e alias é para isso que a internet existe, para controlar ! A china não ta sacando, acho que eles ainda não se ligaram que é mais eficaz iludir o povo, como nos paises ocidentais, mas isso é algo que vai mudar em pouco tempo, logo as nossas "liberdades" vao chegar la e todos serão felizes para sempre !!

Max, O Observador disse...

Eu endosso o comentário anterior e digo mais uma coisa que ninguém se lembra deste evento: pq ninguém fala do kra que estava no tanque? Pensem bewm, ele tinha ordem de atirar, passar por cima, mas ninguém nem sabe o nome do coitado... Por isso que digo para observarmos melhor o mundo e a nossa realidade... observem atenciosamente...

ps: nunca enfrentei uma tropa de choque, mas sei fazer ótimos coquetéis molotov desde os 5 anos(sério, o que eu tomei de surra da minha mãe)...

Mauro Tavares disse...

essa semana saiu uma materia na folha sobre isso, varias paginas e tal, esse cara teria sido fuzilado dias depois, o nome dele é algo chines que eu nao me lembro, mas ha incertezas.
O povo chines não parece tão descontente com o sistema deles por causa do crescimento economico, eles dizem "basta amar o socialismo e pronto".

Ana Recalde disse...

O interessante é ver como muitas pessoas tem a mesma visão do século passado e não conseguem ver o óbvio nem quando está diante dos seus olhos!
A internet é mais eficaz que os panfletos que fazíamos 20/30 anos atrás.
Acho que o Mauro não veria um elefante se ele estivesse sentado em sua sala. Táticas praticadas pelos estudantes 20/30 anos atrás são bonitas e nostálgicas, mas apenas isso.
Quando os governos e os sistemas agem de maneira subjetiva, vc vai jogar um molotov em quem?
Acorda!! Vc o mundo já está no século 21 e só vc ainda não percebeu.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo