segunda-feira, 8 de junho de 2009

Avatar FiliPêra

[Liberdade] Aécio Neves e o novo Macarthismo

 

10_MVG_pais_aecio01

Comunicação e liberdade nunca andaram juntas nesse país. Primeiramente temos um punhado de grupos de mídia que controlam praticamente tudo que é produzido de conteúdo jornalístico por aqui. Olhe bem o Grupo Folha, o Grupo Estado, o Abril e as Organizações Globo. São grupos imensos, com interesses políticos e econômicos muito definidos; e pode ter certeza que esses interesses vêm antes de lhe informar. Não pense que, com isso, todos os funcionários desses grupos jornalísticos e seus afiliados são corruptos, se vendendo a primeira oferta de dinheiro. Não, mas seus comandantes supremos o são, o que é mais que suficiente, por motivos óbvios.

Políticos por aqui também tem interesses econômicos fortes e não fazem nada sem a aprovação dos grupos financeiros que os colocam no poder (ou fazem, e são logo retirados, como Jackson Lago, que caiu perante a pressão do coronel do Mato Grosso: Sarney). Grupos corporativos – os que mandam de verdade por aqui, e não precisam de eleição – têm relações próximas dos governantes, e financiam suas campanhas para elege-los e assim vê-los defendendo seus próprios interesses na esfera política. Acordos com organizações de mídia (que dependem de dinheiro e acordos públicos para sobreviverem) também são primordiais para a sobrevivência do poder político e econômico, afinal, é de lá que você tira 90% de suas informações e a manipulação de sua mente faz parte desse processo.

Aécio Neves é um dos políticos com maior taxa de aprovação do Brasil (se compara com Lula, e Paulo Hartung, governador aqui da terra do NSN, o Espírito Santo). Recebeu apoio até do PT para eleger o prefeito de Belo Horizonte, e ainda é um dos favoritos para entrar na corrida presidencial ano que vem (Serra? Já foi derrotado uma vez e tem menos carisma que um boneco de posto). Ele é hábil – da pior forma possível – e tornou o estado que governa, Minas Gerais, seu feudo.

Para manter a sua imagem acima de qualquer suspeita ele recorreu a uma das técnicas mais antigas em uso no país: colocar a imprensa ao seu lado. E no melhor estilo ACM ele usou dois artifícios muito simples: dinheiro e ameaças. Se não é cooptado pela corrupção financeira, o vai pela força. E é só olhar os crescentes gastos com publicidade do governo lá de Minas para se chegar a essa conclusão.

E o que acontece com jornalistas que ousam transcender os planos de Aécio? Simples, têm suas cabeças pedidas às empresas que os empregam. Casos de jornalistas que são transferidos ou afastados não são poucos, como me relatou um ex-colega de faculdade que trabalhava no Estado de Minas há pouco mais de seis meses. Ele teve de ser transferido para o Rio de Janeiro por ter se envolvido na redação de uma série de reportagens sobre o Mensalão Tucano, que envolvia a figura do governador. Ironicamente quem morava em outros estados conhecia melhor o envolvimento de Aécio no esquema do que os próprios mineiros.

E tudo funciona com o simples mantra repetido a exaustão repetido várias vezes aos veículos de comunicação: É proibido falar mal do governador! Simples e direto assim. A estratégia para atrelar a imprensa ao governo foi iniciada com um plano datado de 2002 e que basicamente tornou dependente os jornais de verbas publicitárias, não só do governo de Minas, mas de suas estatais, o que torna a fiscalização mais complicada. Só para se ter uma idéia, os gastos de do governo de Aécio com publicidade aumentaram 500% em relação ao governo de Itamar. Só em 2006 foram 400% a mais que o previsto no orçamento do Governo (em 2007 essa verba girou em torno de R$ 25 milhões).

Aécio nos bastidores é um conhecido playboy, que gosta de namoricos. Seu caso com a Miss Natália Guimarães já é conhecido no Brasil inteiro, quando foi até Ipanema em um carro de luxo e faltou a um compromisso cultural em Minas. Adivinha o único estado que não ganhou uma matéria expondo a situação? Exato, Minas Gerais.

Ao invés de falar sobre causos do governador, os jornais do estado recebem pautas pré-prontas com várias “recomendações”, o que exige dos editores um grande jogo de cintura para atenderem as exigências, e fazerem cadernos especialmente dedicados a elogiar as estatais. A figura que cuida dessas “recomendações” é Andréia Neves, 48 anos, irmã do governador. Ela coordena o Grupo Técnico de Comunicação, que contém em seu corpo, 12 profissionais de mídia do governo, que cuidam das campanhas de marketing  e estratégias de comunicação. É dali também que são encaminhados os pedidos de demissão de jornalistas para as empresas.

Um dos casos mais flagrantes do estilo empregado por Aécio na castração da imprensa, foi a campanha Déficit Zero. Logo após ser veiculada a notícia no Jornal Nacional, em 2004 (com sorriso da Fátima Bernardes e tudo) entrou uma propagando do governo do estado, que basicamente foi a fonte de toda a reportagem. Logo após foi a vez de Aécio aparecer no programa do Jô Soares, onde ficou trocando risadinhas com ele por vários minutos.

Na própria Rede Globo há vítimas importantes dessa guerra. A principal delas é o jornalista Marco Nascimento, que hoje é diretor de jornalismo da TV Gazeta de São Paulo. Ele entrou prometendo uma linha editorial independente, e acabou demitindo do cargo de diretor de jornalismo da Globo Minas, à pedido de Andréia, por causa de matérias “que estavam sendo ruins para o governo”. Segundo ele, o pedido da irmã de Aécio foi feito diretamente a Globo Rio, o que foi prontamente atendido. Outro que rodou foi um dos meus jornalistas esportivos favoritos: Kajuru, que foi demitido no intervalo de um jogo da seleção no Mineirão, ao desabafar que sobravam ingressos para os convidados do governador, mas faltavam para a torcida.

Uma das denúncias contra o esquema de blindagem de informação que mais ganharam repercussão foi o trabalho de conclusão de curso de Marcelo Baeta, estudante de comunicação da UFMG. Após receber uma lista jornalistas demitidos por causa de Aécio, ele decide investigar e termina por produzir um dos vídeos mais assistidos do YouTube de 2004. O resultado estarrecedor está abaixo, e que com méritos obteve reconhecimento internacional.

 

Agora você me pergunta: Qual o grande interesse da união da Globo e de Aécio? Simples, 2010. Quantas vezes você já ouviu falar que Dilma foi guerrilheira, terrorista e que está doente? A idéia é colocar Aécio no mapa da vitória da corrida presidencial, e com grandes chances de vitória. Pelo visto farão isso, nem que tenham que afastar todos os que estiverem no seu caminho…

PS: Não apóio o governo do PT, nem tão pouco o condeno, só não gosto de falsa liberdade de expressão e joguinhos de interesses políticos, como pratica a Globo (e quase todos os grupos de imprensa brasileiros. Sim Veja, é com você também).

 

[Via Vi o Mundo]

14 Comentaram...

Mauro Tavares disse...

é por isso tudo que a solução é matar todos esses caras, como o Nosotros fazia na espanha.

irradiandoluz disse...

Porradão... verdade seja dita!
É isso aí, não vamos mais nos deixar enganar pela mídia de massas!É por essas e outra que não assisto TV nem leio jornal ou revista há uns 4 anos...

Abração
Gabriel Dread

Allan disse...

Excelente aartigo, muito bom mesmo parabéns!

hedoniste.male disse...

Jornais e revistas estão perdendo leitores, as tvs estão perdendo espectadores, assinaturas estão sendo canceladas. Hoje em dia com a informação sendo bem mais rápida de circular é quase impossível de censurar, pelo menos nos países ditos democráticos como o nosso. O problema é que essa informação é pouco divulgada e a grande massa é "informada" pela trindade midiática - apelidada de PIG pelo jornalista Paulo Henrique Amorim - ou seja, Globo (família Marinho), Abril (família Civita) e Grupo Folha (família Frias). Essa é a grande discussão no momento: "Como dar maior visibilidade a blogosfera?" [http://edu.guim.blog.uol.com.br/]

Infelizmente aqui no Brasil se formou uma geração que não liga para política, achando que política é coisa de ladrão, de desonesto, etc. Há muitos políticos corruptos, é verdade, mas não devemos nos esquecer que fomos nós que os colocamos lá no parlamento por ação ou por omissão. As pessoas não se dão conta que toda as decisões que afetam nossa vida são decididas por políticos (não esqueçam do Azeredo PSDB-MG). Aos poucos isto esta mudando, li hoje que o Partido Pirata conseguiu uma cadeira no parlamento europeu e se eles conseguiram tal proeza lá, podemos também conseguir aqui. Há uma nítida mudança aqui na américa latina onde a maioria dos países optaram por governos "de esquerda" (se puderem assistam "A Revolução não será Televisionada" disponível no Youtube).

Em relação ao seu post sobre o Aécio Neves (PSDB-MG) acho que quem se informa pela blogosfera já sabe disso há um bom tempo, pelo menos os que frequentam os blogs ligados mais a política, como o Vi o Mundo [http://viomundo.com.br/] ou Blog do Luís Nassif [http://www.luisnassif.com.br/], este último mostrando como a revista Veja (da editora abril) se aliou ao banqueiro Daniel Dantas para corromper pessoas nos quatro poderes (Executivo, Legislativo (deputados), Judiciário (STF) e jornalistas).

Chegamos a tal ponto que a PETROBRAS teve que criar um blog (http://petrobrasfatosedados.wordpress.com/)
para mostrar que as respostas que ela fornece aos jornais são cortadas ou editadas para criar manchetes sensacionalistas. Com isso a credibilidade da mídia foi definitivamente para o ralo. A blogosfera esta crescendo na mesma velocidade que a mídia esta afundando.

PS: Não sei se você colocou de propósito para provocar comentários mas tudo bem. Todos sabem que Sarney é do Maranhão. Sua oligarquia começou quando foi eleito governador há 43 anos atrás (inclusive há um documetário do cineasta Glauber Rocha "Maranhão 66" - disponível no Youtube - falando do jovem governador que iria libertar o maranhão do então oligarca Vitorino Freire) mas isso é uma outra estória.

Ana Recalde disse...

COncordo com o comentário acima.
As discussões sobre política tem que sair de um pequeno mundo e se tornarem discussões diárias, comuns. Acho a iniciativa do NSN brilhante. Aliás, parabéns ao Voz do Além, editor da liberdade, hehehehe
E não sei se todos aqui sabem, mas pra quem já esteve militando em política já viu acontecer. Mesmo no interior do país existe uma prática comum, que é uma mensalidade para os meios de comunicação, como jornais e televisões vindo do governo. E aí di secretário ou governo que não paga! Muito mais que uma manipulação meramente da parte dos políticos, muitos jornalistas ameaçam de fato o governo que não pague essa caixinha.
Visto o caso dentro da minha família mesmo, quando minha mãe foi secretária de comunicação, mas esse é outro caso.
As mídias se valem do seu poder para chantagear! Uma coisa é publicar em escândalo verdadeiro, outro é criar um para benefício próprio.

hedoniste.male disse...

A mídia hoje trata a informação como se fosse um bem pertencente exclusivamente dela, um feudo moderno. As críticas e insinuações que "O Globo", "Estado de São Paulo" e "Folha de São Paulo" fizeram a iniciativa da Petrobras de criar um blog [http://petrobrasfatosedados.wordpress.com/2009/06/07/petrobras-divulga-nota-oficial-sobre-o-blog-fatos-e-dados/] são tacanhas, até mesmo bizarras.

Segundo os jornais a Petrobras não teria o direito de publicar as perguntas e as respostas que foram encaminhadas a ela porque antes teriam que ser publicadas pelos mesmos. A estratégia da Petrobras foi brilhante: publicar todas as perguntas e respostas dadas pela empresa para que o leitor compare o que foi dito e o que foi publicado, sem atravessadores.

Mas essa estratégia de quebrar o monopólio da imprensa não é invenção da Petrobras. Segundo o blog do Nassif [http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/06/07/o-fim-da-era-das-perguntas-em-off/], a UFMG já teria feito isso antes por não conseguir "direito de resposta" nos jornais mineiros. Então criou um blog para mostrar o seu ponto de vista. Parte engraçada da estória: os jornais é que entraram na justiça para ter "direito de resposta" no blog da UFMG. No campo das pessoas físicas, José Dirceu e Dilma Roussef fazem a mesma coisa.

Noestato disse...

essa historia de politica nao eh facil. aí vc vai protestar e recebe o apoio d quem?? da oposiçao política. e o q ela quer??
triste. Muito triste.

hedoniste.male disse...

Eu acho que aos poucos as pessoas estão se dando conta da realidade que nos cerca. Há uns 20 anos atrás já existia tudo isso que esta aparecendo agora só que não sabíamos porque a informação era controlada pelos mesmos órgãos de imprensa. Hoje essa informação é muito mais livre - não totalmente - mas a situação melhorou bastante.

Ainda me lembro daquela campanha que "O Estadão" fez ridicularizando os blogs há uns dois anos mais ou menos. "A Gazeta Mercantil" fechou as portas recentemente. Os números mostram a queda dos números dos jornais impressos. Os jovens estão preferindo acessar a internet ou jogar videogames a ter que televisão e com isso se afastando da influência nefasta das grandes redes. Mas ainda há muito caminho a percorrer até que a gente alcance total liberdade de informação.

Gilmar Ostjen disse...

Alguém lebra o que aconteceu na Globo antes da vitória de Collor??
Ele aparecia todos os dias, seja para comentar jogo de futebol, "amigo-secreto do fantástico", corrida de F1, Xou da Xuxa (!).
Enquanto a Globo transmitia imagens da revolta que estava nas ruas, dizendo que era "comemoração pela democracia". Só por esse fato já perde totalmente a credibilidade. Fato.
Assistam o filme "Muito Além do Cidadão Kane", filme que está proibido no Brasil desde 2002, por pedido da Globo. Filme inglês sobre o Sr. Marinho e suas artimanhas políticas.
Se não encontrarem, em coloco um link.
Té.

Juliano Berquó disse...

Cara.. política no Brasil é coisa de idiota, como diria D. Pedro II. É triste e asqueroso ver o que esses caras fazem no país.. buscam interesses particulares, fazem do Brasil sua "fazenda" mesmo. Ainda não tinha comentado no NSN antes, mas venho acompanhando há uns 2 meses aproximadamente pelo google reader.
Eu também acredito na internet a na luta em conjunto de todos nós nerds! articulados por meio dela!
Parabéns e obrigado pelo blog!

Mauro Tavares disse...

"Os jovens estão preferindo acessar a internet ou jogar videogames a ter que televisão e com isso se afastando da influência nefasta das grandes redes. Mas ainda há muito caminho a percorrer até que a gente alcance total liberdade de informação."
Hedoniste isso é uma grande ingenuidade achar que a internet vai trazar algo, acho que vc e todos os outros camaradas aki estão se iludindo.
logo logo isso aki vai ser dominado completamente, a grande midia vai so migrar pra ca e vcs ja estao todos marcados com seus ipzinhos na lista negra.
a internet é a maios forma de controle de informação que ja foi inventada, so ainda não foi usada pq por enquanto ainda existe o deslumbre, como no inicio da televisão, Mas ja vemos no fenomeno Obama ( que enganou o mundo inteiro, ate os esquerdistas tapadoes do forum social mundial deste ano em belem do pará não queimaram a bandeira americana so pq obama é negro !) como isso passará a ser usado.
Nos pensamos que estamos livres aki, mas como eu ja disse ao Voz, é uma coleira de ouro.
Dai ao escravo a ilusão de liberdade e ele irá se denunciar, mostrará sua verdadeira face, ai o senhor estara pronto para atingi-lo, massacra-lo.
Ofato da petrobras ter usado este meio é apenas a prova de como o Estado ja esta percebendo o potencial disso aki, todo este discurso tolo nem sera ouvido quando as grandes vozes se manifestarem aki, o monopolio de informações que a internet ja esta se tornando é muito mais perigoso do que a tv ja foi pois atraves da tv o Estado não tinha cesso as informaçoes sobre vc, mas aki ja ta tudo registrado.

A unica forma de revelar a verdade é offline, a unica forma de mudar a sociedade é offline, isso aki mal talvez seja um ponto de partida.
Quando o homem muda ele é apenas um desajustado, o mudo nao muda, so a percepção que ele tem do mundo é que muda,so em um grande movimento de massas podemos mudar algo.
Estamos aki apenas sublimando nossa revolta e o sistema e nos iludindo, o sistema é que ganha.

hedoniste.male disse...

Mauro Tavares, essa é a sua opinião e eu a respeito mas não concordo com ela. O "Movimento dos Sem Mídia" esta aí para provar o contrário.

Mauro Tavares disse...

ra então me msotra algo que ja tenha mudado no mundo graças a essa liberdade de internet ?

Anônimo disse...

Infelizmente não só MG vive essa situação, em terras tupiniquins reina a politica do capitalismo, quem tem mais R$ leva o premio, infelizmente - para nós cidadãos pagadores de impostos.
Mas, um dia, um dia a população irá abrir os olhos para as politicas sociais, censuras e outras falcatruas cometidas por esses carrascos que castram a liberdade das pessoas de se expandir intelictualmente. Um dia quem sabe...

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo