sexta-feira, 7 de maio de 2010

Avatar Felipe

Alice no País das Maravilhas

 

filmes[3][4]image

Desde que foi anunciada a adaptação dirigida por Tim Burton, eu fiquei curioso pra ver como ele iria retratar o País das Maravilhas. Isso sem contar que esse foi o primeiro filme 3D do diretor. As primeiras imagens realmente me empolgaram, com cenários belíssimos e um Chapeleiro Maluco bem esquisitão. Quando saiu o primeiro trailer então, tive a certeza que o filme seria foda, o 3D era um dos mais legais que eu já tinha visto. Porém, infelizmente, a minha empolgação só serviu pra sair do cinema um pouco decepcionado. Não que o filme seja ruim, mas também não é tudo aquilo que eu esperava.

Antes de mais nada, se você tiver opção de assistir o filme em 3D ou em uma sala comum, escolha a sala comum. Além do 3D não trazer nada de inovador, achei que os óculos atrapalharam, deixando as cenas muito escuras. Em certo ponto, eu tirei os óculos e os cenários eram muito mais coloridos e bonitos sem eles, ao contrário de Avatar, por exemplo, que mantinha as cores vivas mesmo em salas 3D. Ao menos os cenários não decepcionam, eles são realmente muito bonitos e trazem características de outros trabalhos de Tim Burton.

O problema é que o filme acaba se resumindo aos belos cenários, com uma história que em nenhum momento chega a empolgar de verdade. Claro que não tinha como inovar muito com uma história já tão conhecida, mas o filme poderia ter um pouco mais de ação. Tirando uma cena de perseguição na floresta e a batalha final, a coisa toda é meio paradona. Mas o que realmente me incomodou na produção foram os efeitos especiais do Valete. O personagem tem a cabeça do ator Crispin Glover, mas o corpo é todo em computação gráfica muito da mal feita. Os movimentos são duros e sempre que ele aparecia na tela eu só conseguia torcer pro personagem sair logo de cena. E esse defeito fica ainda mais irritante porque o Valete está o tempo todo ao lado da Rainha de Copas, que possui uma cabeça enorme muito bem feita em computação. Até a Lagarta é mais bem feita que o Valete.

 

image

image

image

Fora esses problemas, até que o filme consegue divertir um pouco, mas nada além disso, em nenhum momento cheguei a me empolgar na cadeira do cinema. A história é aquela já conhecida de todos: Alice persegue um coelho de terno e cai em um buraco que a leva ao País das Maravilhas. A única diferença é que no filme esta é a segunda vez que a jovem visita o lugar, porém ela não se lembra de já ter estado lá.

 

Alice in Wonderland (EUA, 2010)

Diretor: Tim Burton

Duração: 108 min

Nota: 7,5

9 Comentaram...

Carlos Roberto disse...

Minha decepção foi enorme! Acho que é o pior filme que o Tim Burton já fez!
O filme anulou toda a ambiguidade dos personagens e o tom sombrio e complexo da história original e se transformou em um mero filme da Disney, para toda a família... uma pena!

Guilherme disse...

"Não que o filme seja ruim, mas também não é tudo aquilo que eu esperava."

Creio que coloquei muita esperança no filme, assim como grande parte do público que conhece os projetos de Tim Burton. =/

Esperava uma história nova, mas tudo que foi apresentado, foi uma mera adaptação das histórias originais e, até mesmo, do desenho animado da Disney.

Fernando disse...

Pegue uma trilha sonora do Danny Elfman, misture com Johnny Depp e adicione Helena bonham-Carter e coloque um cenário obscuro de fundo. Pronto... eis aí mais um filme do Tim Burton

LucaBR disse...

Já vi o filme no cinema e recomendo apenas àqueles que ainda tem muitesa
rsrs
mto bom e divertido, adultos nao nerds podem nao gostar tanto mas e legal

andrehot5 disse...

Eu já esperava muito desse filme.
mas sinceramente, foi um fiasco, pra mim, beira o ridiculo. :S

Panthro disse...

Eu achei o filme extremamente irregular. Sim, teve pontos ótimos, como a Rainha de Copas da Helena Bonham-Carter, perfeita no papel ao mesmo tempo fiel aos dois livros (já que a personagem dela fundiu a Rainha Vermelha com a Rainha de Copas) e ao mesmo tempo com uma profundidade dramática criada só pra personagem dela. Ótima mesmo.

O visual do filme também estava ótimo. Tweedle Dum e Tweedle Dee, o Pargarávio prisco (esse igualzinho às ilustrações originais), o Cheshire Cat perfeito, as cartas parecendo ameaçadoras... Tirando o Capturandam, o resto estava muito bacana. Com destaque para o porverdido que passa correndo logo que a Alice entra no País das Maravilhas.

Maaaas... Cagaram no filme. Cagaram fortão. Em primeiro lugar, deram uma forçada de barra no papel do Chapeleiro Louco que é completamente inexplicável. Líder revolucionário? Má como? Ele é LOUCO, caralho! E ele tinha brigado com o tempo, estava preso na hora do chá pra sempre. Como ele ia sair por aí tramando qualquer coisa se era a hora do chá? Não seria digno de um cavalheiro!

Outra coisa triste foram as forçadas de barra pra criar "momentos" no filme. É a nova modinha entre os roteiristas de Hollywood: todo novo filme precisa da sua catch phrase, o seu "I'll be back", aquela frase que é repetida durante o filme na intenção de que se torne um marco e passe a ser repetida fora do cinema, se tornando uma marca cultural do naipe de "Bazinga!". Só que quando se força isso, fica ridículo. Mesmo. Vergonha alheia. Vergonha alheia como Johnny Depp fazendo uma dancinha bizarra no momento mais desnecessário do filme.

Johnny Depp, que é um ótimo ator, está extremamente preguiçoso nesse papel. Basicamente, está fazendo Johnny Depp. Como em A Fantástica Fábrica de Chocolate ou Piratas do Caribe. E nem é culpa dele, porque em alguns momentos, como quando ele se torna o Chapeleiro Louco, ele mostra como é brilhante. Mas ser escalado sempre pro mesmo papel está cagando a vida dele.

Agora a pior coisa do filme, sem dúvida, é a Alice. Odeio dizer isso, mas a atriz seleconada pro papel não tinha estofo pra protagonista ainda. Talvez no futuro melhore, parece que ela está muito no começo da carreira. Mas atualmente ela não deu conta do serviço. Tivesse a Anne Hathaway aceitado e seria muito melhor. Mas ela resolveu pegar a Rainha Branca e ficar como coadjuvante de luxo. Pena.

No final das contas, o filme ficou com um visual fantástico (e eu fico pensando que o Tim Burton seria ideal pra fazer um filme com o Gaiman), mas nenhuma história marcante. A crise de roteiros de Hollywood, já discutida aqui, permanece.

Fernanda Arantes disse...

Eu não esperava grande coisa, aliás, esperava uma bostona! Então até que não saí decepcionada.
Todo mundo já entendeu qual é a do Tim Burton e que ele tem essa mania irritante de só usar os mesmos atores, ele não tem que ficar fazendo essas maluquices só pra ficar se afirmando. Alice não tem nada a ver com Tim Burton, na minha opinião.

lirit-chan disse...

Eu realmente estava esperando muita coisa do filme e me decepcionei. Eu gostei bastante da parte visual e tudo o mais, mas o enredo deixou totalmente a desejar. Pena que o Tim Burton não trabalhou com um roteirista melhor.

Helena excelente como Rainha Vermelha. Em compensação a Mia (que eu não sei escrever o sobrenome - é complexo demais pra mim) precisava amadurecer um pouco mais como atriz. Talvez com o tempo ela se torne mais expressiva, mas não foi dessa vez.

E o que me decepcionou mais em todo o filme, e eu nem sei se foi pelo fato de eu ter asssistido a versão dublada, foi a completa falta de um traço marcante do livro, que é o jogo com as palavras. Também não sei se no livro Alice através do espelho esse jogo de palavras está presente... Mas eu senti falta. =\

Tudo bem fazer uma adaptação, mudar um pouco a história, mas tirar características marcantes da obra?! Acho que isso é uma coisa de que poucos gostam.

Enfim, é isso.

Ventura disse...

Continuo na dúvida se assisto ou não esse filme? Vou acabar enrolando e esperar chegar em dvd mesmo... rsrs

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo