segunda-feira, 10 de maio de 2010

Avatar Murilo

5 Mangás de esportes

 

image

No Brasil, a televisão e, em menor escala, o cinema, ditam a moda e o comportamento das pessoas. Se um esporte é enfocado num filme ou novela de sucesso, o número de praticantes deles aumentará. Acontece a mesma coisa no Japão, com a grande diferença de que o grande veículo de mídia por lá são os quadrinhos. Os japoneses estudam ou trabalham o dia todo, não sobrando muito tempo a perder na frente da televisão. Eles precisam de algo rápido e que possa ser lido no metrô, a caminho do trabalho: os mangás. Eles adquiriram um papel tão importante para a população de lá quanto a televisão para os brasileiros. Num ambiente como esses, os mangás são utilizado para incentivar os leitores a praticar determinado esporte, por isso é feita toda uma apresentação sobre ele e suas regras. Muitas das noções que tenho de basquete e tênis consegui à partir da leitura deste tipo de mangá. Isso acontece porque o Japão investe alto em esportes, diferente do Brasil, onde os atletas mal têm condições de treinar.

Por mera falta de pauta sobre mangás, e preguiça de começar a escrever sobre alguns romances (juro que até amanhã começo!), falarei um pouco sobre os meus mangás de esportes preferidos.

 

image

Captain Tsubasa

Vocês, leitores, devem se lembrar da versão em anime deste mangá. Exibido pela Manchete com o ridículo nome de Super Campeões, para servir de tapa-buraco durante a exibição da Copa, surpreendeu com ótimos índices de audiência. O mangá fez tanto sucesso no Japão que gerou uma febre de garotos se matriculando em clubes de futebol. Oliver Tsubasa é um garoto comum que sonha se tornar o melhor jogador de futebol do mundo. No início da história ele entra para o time da escola Nankatsu. A partir daí, acompanhamos eu crescimento como pessoa e atleta durante treinamentos e partidas.

Umas das marcas do mangá é o exagero das jogadas, que parecem mais golpes de kung fu, chegando a rasgar a rede quando se marca um gol. Pra falar a verdade eu só pus Captain Tsubasa na lista, porque o protagonista Tsubasa tinha o sonho de jogar no melhor time do mundo, segundo as próprias palavras dele: o São Paulo!

 

image

Eyeshield 21

Esse é um daqueles mangás que você pode baixar na internet sem medo de ser feliz. Qual é a chance de um mangá sobre futebol americano ser publicado no Brasil? O tema pode afastar a maioria dos brasileiros, mas todas as regras são explicadas, não de forma maçante, mas divertida.

Senna é aquele típico cara que passa o dia inteiro na escola tentando fugir dos valentões. Só que por isso ele adquiriu uma grande velocidade, tanto física quanto de raciocínio. O líder do time do colégio Devil Bats fica tão impressionado com a habilidade de Senna, que o obriga a jogar futebol americano. Com o tempo ele se apaixona pelo esporte, e vai fazendo rivais por causa da sua alta velocidade em correr ao campo para fazer o touchdown. Assim ele ganha o apelido que dá título ao mangá, Eyeshield 21.

As técnicas utilizadas pelos personagens nos jogos chegam a ser viáveis, mas com seus efeitos tão exagerados que são impossíveis de serem realizados. Isso tudo deixa a coisa mais emocionante, com o Senna desaparecendo de tão rápido. As cenas, por serem de futebol americano, também são bem agressivas, o que deixa o mangá mais excitante. A comédia é excelente. Um desperdício saber que muitas pessoas nunca lerão esse mangá só por ser de futebol americano.

 

image

Hajime no Ippo

Um dos mangás mais longos do Japão, com mais de 80 volumes. O mangá de George Morikawa conta a história de Makinouchi Ippo, um garoto chorão e tímido de 17 anos que ajuda a mãe na loja de aluguel de barcos para pescas. Um dia, a caminho de casa, um grupo de colegas começa a espancá-lo, chamando a atenção do famoso boxeador Mamoru Takamura, que assusta o bando. Mamoru leva o garoto, inconsciente, ao ginásio de boxe, para tratá-lo. Quando Ippo acorda, Takamura pede que ele descontre toda sua raiva em um saco de areia. O que ninguém esperava era que ele fosse dar um soco tão destruidor. Depois de um tempo, Ippo pede a ele que o treine para torná-lo boxeador. E aí começam a longa jornada do protagonista, cercada de surpresas. Para cada oponente desenvolve uma estratégia, que nem sempre dá certo, fazendo-o perder.

Hajime no Ippo dá um grande salto qualitativo quando o personagem sai da escola e começa a ganhar confiança para ser um grande boxeador profissional. O traço do mangá evolui gradativamente, conforme a história avança e se vai adquirindo uma quantidade de detalhes impressionante. O mangá é tão famoso no Japão que quando completou vinte anos, houve uma grande festa, com 100 escolas primárias e ginasiais participando da comemoração. Uma prova de como o mangá, como produto cultural, entrou na mentalidade do público.

 

image

Prince of Tennis

Ryoma Echizen é um estudante que chega dos Estados Unidos para estudar na escola Seigaku, uma escola famosa pelo seu clube de tênis, quase uma fábrica de talentos neste esporte. Arrogante, provocador, imprudente e esnobe, ele se destaca por ser um ótimo jogador, derrotando diversos veteranos.

Muitos dos mangás de esportes exploram o clichê do protagonista extremamente habilidoso. Não é diferente em Prince of Tennis, mas aqui todos os personagens tem sua importância e personalidade própria, além de cada ter sua especialidade no tênis. O mangá é bem longo, com mais de 40 volumes, mas quando acaba dando saudade e vontade de recomeçar tudo outra vez.

 

image

Slam Dunk

Esse é, ao meu ver, o melhor mangá de esportes da história. Mangá simples em sua essência e com momentos hilários, Slam Dunk fez a fama e fortuna de Takehiko Inoue, autor do premiado Vagabond, e até hoje, depois de mais de dez anos, é considerado por muitos o melhor mangá de todos os tempos.

Hanamichi Sakuragi é um cara grandão, briguento e burro, que já levou 50 foras seguidos de garotas diferentes. Cansado de ser sacaneado por seus amigos por causa disso, ele finalmente encontra uma garota que lhe dá atenção, chamada Hanamichi Sakuragi, que também não é lá a garota mais inteligente do mundo. Como ela é fã de basquete, ele entra no time da escola. O problema é que ele não sabe nada sobre basquete. A partir daí acompanhamos  os micos que ele paga ao decorrer do mangá e somos apresentados às regras e informações sobre o basquete.

Takehiko Inoue fez em Slam Dunk o que todo escritor e quadrinhista deveria fazer. Escrever sobre o que se mais entende. Fã de basquete desde o colégio, não consegiu se tornar um jogador profissional por ser muito baixo. Mesmo assim, com seu mangá, conseguiu realizar o sonho de viver do basquete.

12 Comentaram...

Paulo Roberto [Em Paralello] disse...

Dessa lista só assisti mesmo ao Super Campeões. Embora odeie futebol sempre gostei de assistir Oliver jogando durante minha adolescência, quanto aos outros pretendo baixar.

Abraço.

Douglas Barbosa disse...

Deste ai eu não conhecia apenas o de Futebol Americano, o que corrobora a sua tese. Mas destes cinco acima eu não li nenhum mangá, apenas assisti os Animês, o Hagime no Ippo é muito bom mesmo, não da para tirar os olhos da tela, mas vou ver se pelas internets da vida eu baixo um ou outro, pois estou carecendo de material nipônico de leitura.

Marshall disse...

"até hoje, depois de mais de dez anos, é considerado por muitos o melhor mangá de todos os tempos".
Putz, gostaria de conhecer uma pessoa que tem essa opinião. Seria com encontrar um tiranossauro hex na rua.

Narfield disse...

MArshall: Sou um dinosauro de 28 anos então. hehehhe. Falando sério agora. Slam Dunk é um dos melhores mangas que já li e continuo lendo, pois sempre fico relendo a grande saga Takehiko.

O engraçado é que depois de conhecer Slam Dunk achei os super campões uma bobagem.

Se os editores do blog quiserem poderia fazer um review do manga.

Marshall disse...

Narfield: Um dinossauro de 28 anos que nunca leu Lobo Solitário ou Akira talvez.

Alías, esse é um grande mistério para mim. Tanto na net qto no mundo real, toda vez que apreciadores de mangás se reúnem , o assunto quse sempre é o mesmo: One Piece, Naruto, Dragon Ball, Slam Dunk e similares.

Posso contar nos dedos de uma mão as vezes em que alguem se lembrou de MENCIONAR Lobo Solitário, Akira, Gen ou Buda. Eu disse mencionar, pq ouvir alguem dizer que LEU...ah isso sim é uma coisa rara, e põe rara nisso.

Murilo Andrade disse...

@Marshall
Que esses mangás que você citou são fodas ninguém duvida. Mas eu nem me referi tanto aos fãs brasileiros neste post. Saiu uma pesquisa no Japão e Slam Dunk foi apontado como o melhor mangá de todos os tempos. E lá Lobo Solitário e Akira são famosíssimos. Cada um tem o direito de ter sua preferência.

Abraços.

Ranieri_ disse...

Vocês esqueceram de major... pra mim é um dos melhores (Se não o melhor) animes de esportes :P

Marshall disse...

Cada um tem direito de ter a sua preferência, claro.

Só que infelizmente não se pode confiar na força dos números.

Se Slam Dunk tem mais fãs que Lobo Solitário em qq parte desta galáxia, não vai ser por isso que o primeiro será melhor.


Cada um tem o direito de gostar do que quiser, friso bem, mas não dou a mínima para pesquisas como essa.

Narfield disse...

Já li Akira e Lobo solitário (que também acho um dos melhores mangas que já li) simplesmente acho que fica difícil comparar entre ele qual é melhor que outro, pois todos eles são excelentes e bem diferentes. (se bem que se tivesse que escolher entre os 3 ficaria com Akira).

Mas se você não leu Slam Dunk, acho que deveria dar uma chance, principalmente porque você parece gostar muito de mangas.

Um fato interessante em Slam Dunk é que eu realmente fiquei com vontade de jogar Basquete depois de ler (e jogo atualmente) e olha que li o manga com 26 anos.
O site já fez um review muito bom do lobo solitário.

Fernando disse...

Sakuragi!Sakuragi!

Otaku's Side disse...

De todos os cincos já li 3(Hajime no ippo, eyeshild21, to lendo slam dunk-em ingles pois sou pobre e naum tenho dinnhero pra compra kkkkk-) e vou baixar the prince of tennis, e ja assisti captain tsubasa, e com certeza esses sao os melhores mangas q ja li historia simples e envolvente, apoiei muito esse topico, aprendi golpes de boxe, tecnicas de corrida e de manipulaçao(eyeshild), muito bom.

fhelipe disse...

O Nem Falou DE Major Que Pra Mim E uns DO melhores

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo