terça-feira, 5 de maio de 2009

Avatar Voz do Além

“A Mãe Rússia quer o seu abraço…”

 

sexy-russian-girl-pink-t-shirt

Essa foi a frase proferida por Stalin na Rádio Estatal Soviética ao ver o mundo ruindo ao seu redor. Anos antes ele havia caçado qualquer com um lampejo de consciência, com poder para ameaça-lo, deixando apenas puxa-sacos, inteligentes e capazes, mas ainda assim puxa-sacos. Foi o capítulo mais sangrento do século XX, hoje conhecido como o Grande Terror de 37, em que tombaram dezenas de milhões de pessoas sob a fúria sanguinária do ditador. Enquanto isso, na parte externa do Kremlin, os alemães já podiam vislumbrar as luzes das defesas anti-aéreas de Moscou, forçando funcionários de indústrias dos arredores da capital soviética a saírem de seus postos e se lançarem no esforço da guerra com as armas que tinham: nada mais que martelos, capacetes, e tanques de ferro derretido, que foram derramados nas ruas, transformando centenas de alemães em pedaços de carne queimada com farda e baioneta.

Não se sabe até que ponto essa frase tocou nos amargurados, mas convictos e patrióticos habitantes da URSS. Mas, é fato que, depois disso os soldados alemães (ou de qualquer nação) jamais chegaram perto de Moscou de novo, ou mesmo se atreveram a cogitar invadir a Rússia novamente. E bastou para Stalin lançar por terra os valores pregados por ele e seus camaradas por anos a fio (Revolução Mundial, Komintern, fim do patriotismo) para a situação alemã se reverter de forma dramática. Ao sul do país, o exército nazista tomava a sua primeira surra de verdade, em Stalingrado (hoje Volgogrado). A Grande Guerra definitivamente estava trocando de vencedores, e em parte isso se deve ao poder mítico que a simples menção da Mãe Rússia foi capaz de causar!

Não à toa não é uma estátua de Stalin, de Lenin ou do Gen. Konstantin Rokossovsky, comandante da front de Stalingrado, que paira sobre a cidade. É a Mãe Rússia, ou Mãe Terra, que reina soberana na Colina de Mamái, o lugar que possui mais cartuchos por metro quadrado de terra do mundo; com seus 85 metros de altura e 7.200 toneladas (só para se ter uma idéia, a Estátua da Liberdade possui 57 metros sem a base, e 225 toneladas).

 

mae_russia

É com esse singelo background de uma das frases mais importantes da II Guerra Mundial que anuncio a Glaspost, a minha nova coluna semanal (na verdade primeira, se excluirmos A Semana no Anarquia Nerd). Como você já deve ter percebido, é a oficialização da minha paixão pela Rússia em todos os seus as aspectos nos textos aqui do NSN. E como vocês também devem ter percebido, fui inspirado pelo BruNêra e sua Nipost, que nos mostra semanalmente como os japoneses são bizarros.

Mas, apesar das semelhanças, as colunas serão diferentes, mas complementares. Enquanto o Japão se destaca em matéria de bizarrices comportamento, a Rússia tem o seu forte na história e na política, mas nada que impeça que abordemos outros assuntos por aqui. Espere desde matérias sobre a campanha da elite da elite dos soldados russos (a chamada Spetsnaz) nas montanhas da Chechênia, aos alicerces subterrâneos de Moscou; de relatos detalhados do assassinato de Leon Trotsky após a morte de Lenin, até as agruras das famigeradas prisões siberianas, passando por nomes importantes da música russa (t.A.T.u. Alguém?). Pode ter certeza que conhecer um sexto da superfície terrestre (ou mais de 17 milhões de quilômetros quadrados) vai ser importante não só para você saber o que é Krasnaya Zvezda, mas para compreender o mundo melhor.

Então, quando virem o banner abaixo (feito pelo BruNêra… palmas pra ele que entendeu o espírito da coisa), já sabem que vem conteúdo sobre a Rússia a seguir!

 

banner glaspost

Espero que gostem…

_____________________________________________________________

E para começar em grande estilo, vou fazer uma coisa jamais feita aqui no blog: presentear!  A pessoa que der a melhor explicação para o nome da coluna (Glaspost) até às 23:59 do dia 13 de maio (sem limite de caracteres ou qualquer coisa… se esforcem!) ganhará um desses dois livros, podendo o ganhador escolher o que achar melhor. Ou Os Dez Dias que Abalaram o Mundo, simplesmente o melhor relato que se conhece sobre os momentos triunfais da Revolução Russa, ou O Outro Lado da Colina, que consiste numa série de entrevistas com diversos oficiais alemães capturados no pós-II Guerra, contando sobre todas as campanhas dos nazistas. Os dois livros não são novos, muito pelo contrário, foram presentes que recebi há bastante tempo, e sinto o maior prazer em passar para outra pessoa. Quem sabe ele não cause efeito parecido com o que causou em mim? O extra é que ele vai autografado por toda a equipe do NSN, com dedicatória e tudo! Quem decidirá a melhor  explicação é a Redação do NSN, então não reclamem!

Ah!, a coluna vai sair toda a quinta-feira, e o primeiro tema será sobre a arma mais usada dos últimos tempos: a AK-47!

Até lá…

22 Comentaram...

Lucas disse...

Ae parabens por essas ideias de colunas relativas a paises com culturas bem diferentes das nossas, eh algo muito interessante de se ler e muito bom de se saber ... parabens de novo a galera ae do NSN por essa maravilhosa ideia

ae meu palpite pro nome da coluna eh que segue o mesmo estilo do nome da do BruNêra Glass deve ser alguma referencia a russia assim como Nipo eh para os japoneses

pedro disse...

o Glas Deve vir de Glasnost (que foi uma medida implantada juntamente com a perestroika) e o post do Postagem mesmo.
Glasnost deu uma maior liberdade aos meios de comunicação da russia.
Já que é o Voz do além do ANARQUIA e que tem o avatar do V
nada mais justo algo que remeta a liberdade.

Aleatório disse...

AH...
eu estou com preguiça de ficar falando sobre Glasnost, o Nerd de cima deve estar com a razão sobre os dois planos de abertura da extinta URSS
^^
Vou passar o link e se alguém quiser que estude >.<
ehaeahieaheiuaheai
xD

http://pt.wikipedia.org/wiki/Glasnost
http://en.wikipedia.org/wiki/Glasnost (versão em inglês)
http://pt.shvoong.com/social-sciences/political-science/1662684-glasnost-perestroika/

Att.
João Lucas Scharf, o ALeatório

Quero ser Chuck Norris disse...

João Lucas Scharf, o ALeatório estragou a brincareira : (

Pedro Mendes disse...

Poisé, estragou

Ana Recalde disse...

Posso dar a minha opinião, Voz do Além?? Ou tô vetada? :P

Orelha ® disse...

Wikipedia diz:"Mikhail Sergueievitch Gorbatchev começou a abertura da Rússia para o mundo através de dois programas: glasnost ("abertura") e perestroika ("reestruturação"), de modo a modernizar a economia russa com a abertura das fronteiras para os investidores estrangeiros. A glasnost tinha o significado de liberdade de expressão, que fora ignorada durante todo o império soviético; já a perestroika consisitia na reestruturação económica da URSS pois esta gastava muito dinheiro em armamento e defesa."

Eu digo: "tudo bobagem, glas vem de glass (vidro em inglês) e post de postagem junte os dois glass post ou seja postagem de vidro, e todos sabemos que vidro é transparente portanto o que nosso amigo Voz do Além quis passar com o título é, será e foi que fará postagens transparentes e informativas sobre a Rússia ou seja nada de cortinas de ferro nem nem... nem muros nerds de informação em volta de berlim, okey tudo bullshit mesmo a wikipedia esta certa."

Vanat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanat disse...

Parabens pela iniciativa =D

sobre o nome do post, creio que venha de Glasnost que era um plano do governo da URSS (durante o governo do Gorbachev) para tornar a comunicação mais acessível e o governo mais transparente ao povo. Sendo assim, o Voz quer tornar muitas histórias mais tranparentes bem como instigar a pesquisa sobre a grande mãe Rússia xD

vlw

Thiago Fernando disse...

Glasnost, sinceramente eu pensei que era outra coisa. Por algum motivo eu achei que era sobre Sobibar (nada a ver :D ).

Mas depois que o Pedro postou e eu li, lembrei das aulas de história da 8ª série. É interessante porque lembro dele ter feito uma critica com o fato de que ao dar voz ao povo através da Glasnost o governo caiu. Sei la acho que ele tinha simpatia por ditadores.

julio disse...

Opa. Legal. Será que você poderia criar um post para falar de Vassili (Vassily?) Zaitsev? Iria adorar...

Thiago Fernando disse...

aaaaaaaa detalhe, não tinha nada sobre isso no nosso famigerado livro didático. Foi no gogó mesmo.

Bruno disse...

O nome Glaspost vem da fusão dos termos Glasnost e post (estamos bons de rima hoje). Como todos sabem a Glasnost, termo russo que significa 'transparência', foi uma medida implantada por Mikhail Gorbachev na URSS com o objetivo de fazer um governo mais transparente e aberto a discussões. Porém isso é o que a Glasnost significa para os soviéticos. Aqui no NSN, a estreia dos Glasposts significa que o Voz do Além, baseando-se na raiz do termo, planeja adotar uma postura totalmente transparente em relação aos seus leitores, ou seja, ele irá revelar a sua identidade! Se preparem, pois a Glasnost está chegando ao NSN com força total e em grande estilo!

Mail para contato: bcsouza19@yahoo.com.br
Quem não pretende participar da brincadeira, por favor torça por mim.

Gilmarzinho Ostjen disse...

Bah, tchê!
Parabéns pela idéia do post!
Também sou apaixonado pela cultura e pela gente da nossa queria Mãe Rússia!
Valeu!

Felipe disse...

Eu sabia!!!
Varios posts ligados a Russia e ainda gosta de v de vingança, estava clara a paixão.
Ter uma coluna sobre a Russia no NSN vai deixar o blog melhor ainda em conteúdo e, além de ter um post semanal que eu me identifico, já que é dificil de ver alguém interessado nesse pais.

E já a melhor explicação do nome do post- Glapost - deve ser "post cabeça" ou um "post com tonalidade".

Ta ai a minha opinião e minha participação.
Vlw!!

Eduardo Luann disse...

Glasnost foi a política de transparência implantada por Gorbatchev. Glasnost, ou гласност quer dizer publicidade em russo. A intenção de Gorbatchev era mostrar a Rússia de verdade para os russos, acabar com todo o mistério do governo. Foi uma abertura da política.

O que o Glaspost vai fazer é abrir as portas da Rússia, mostrar aos nerds como é esse belo país. Seus costumes, cultura e curiosidades. O Glaspost é uma oportunidade de "publicidade" para a Rússia.

Ao contrário da palavra Nipost, que não tem nenhum significado (é apenas a junção de duas palavras), Glaspost é história, é cultura! É a palavra Glasnost com uma letrinha trocada, mas glasnost tem significado.

Apoio totalmente essa idéia, a Rússia é um país fantástico, que merece muito este espaço no NSN!

Anônimo disse...

Alguém lembra de Tiradentes? Zumbi de Palmares? Lampião?
quem liga....
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Aleatório disse...

Pessoa que quer ser Chuck Norris,

Eu não estraguei >.<
Eu só dei sorte de chegar antes dos outros :p

O Eduardo Luann, postou a mesma coisa que eu, só que ele não foi preguiçoso (e se for o cara que eu estou pensando) ele só passou um pouco da cultura dele e da parte dele que é fã da Rússia
^^

Att.

João Lucas Scharf, o Aleatório

Aleatório disse...

pois bem...
que ganhou?

Att.

João Lucas Scharf, o Aleatório

A Voz do Além disse...

Amanhã vou fazer um post informando o vencedor, assim como a nova coluna!

NiiL Fernandes disse...

valeu foi otimo esse aprendizado

Luiz Paulo disse...

Vou mostrar um pouco de realismo aqui: Comunismo = lixo russo. Sem dúvidas.

Liberdade, Democracia, Capitalismo, Individualidade, Glamour, Orgasmos...Ocidente.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo