quarta-feira, 15 de julho de 2009

Avatar FiliPêra

Bits e LSD: tudo a ver

  saint-albert

Eu acho até engraçado as visões tão diferenciadas que existem acerca das drogas. Enquanto alguns as vêem como a razão de todo o mal na Terra, outras as usam para ir além, dar um power up no cérebro! É o caso dos meus ídolos de quadrinhos, por exemplo: Alan Moore é um conhecido usuário de haxixe e maconha, enquanto Grant Morrison afirma ter escrito sua obra-prima, Os Invisíveis, sob efeito de LSD (ou de uma abdução, certeza aqui é o de menos). Outro que, com certeza utiliza algum tipo de aditivo - embora Eu nunca tenha lido nada que confirme - é Shigeru Miyamoto. Sua criação-mor, Super Mario, é como uma ode a cultura do LSD dos anos 60, com toda aquela alegria meio inocente e infantil… e uma explosão de cores vilões bonitinhos e semi-inofensivos.

Mas, seres aparentemente quadrados, também fazem bom uso de alucinógenos. Sim, os nerds que revolucionaram o mundo, dando início a Era Digital, usavam de maconha até umas doses de ácido para ajudar nas suas criações.  Seu principal expoente é Steve Jobs, que já chegou a dizer que a viagem resultante de tomar Dietilamida do Ácido Lisérgico é uma das três coisas mais importantes da sua vida.

Para notar a diferença entre um “cara do ácido” e um nerd normal (estou falando de Bill Gates), olhe a diferença entre um Mac e um PC com ambiente Windows normal. Não estou falando de qualidade, mas somente da aura que está ao redor de cada um. Um Windows é… comum, e não só por ser mais popular (salvo o Windows 7, que “aprendeu” bastante com o OS X), enquanto o Mac tem uma série de facilidades para o usuário (e é instintivo SIM… mas ainda uso Windows e não pretendo mudar num futuro próximo), além de ter todo um culto ao seu redor.

E essa ligação bits-ácido foi traga a tona essa semana de modo bem surpreendente. Em 2007, aos 101 anos, Albert Hofmann, o inventor do LSD, mandou uma até então inédita carta a Steve Jobs, o hippie manda-chuva da Apple. Basicamente o velhinho (que morreria no ano seguinte) pedia a ajuda de Jobs para uma pesquisa na qual ele estava interessado nos benefícios que o LSD poderia trazer.

Acabou que essa carta resultou no encontro de Jobs com um integrante da Associação Multidisciplinar para Estudos Psicodélicos, mas ele acabou por não ajudar muito a tal pesquisa, assim como não contribuiu com nenhuma grana.

Mas, no fim das contas, o episódio serviu para mostrar mais uma ligação importante entre aditivos mentais e desenvolvimento tecnológico… o que seria prontamente negado por qualquer Ministério da Saúde!

Tem uma versão digitalizada da carta AQUI.

_______________________________________________________________________

Nós, do NSN, não incentivamos o uso de drogas… mas tão pouco o recriminamos!

 

Huffington Post [Via Meio Bit]

9 Comentaram...

Daiane [VivoVerde] disse...

É... eu nunca duvidei disto ....

rodrigo disse...

não duvide.
é muito poder

Icaro disse...

tomei lsd pela primeira vez esse ano, aos 24, numa festa na universidade. já tinha bebido um botijão de vinho (5 litros) com 3 amigos e já tava tomando umas cervejas.

muito foda. tive certeza de ter ouvido os pensamentos das pessoas ao meu redor. sem falar que quando fui dormir (depois das 6 da manhã), tive uns sonhos extremamente sem noção, mas pareciam bem reais.

Felipe disse...

Acho que você se equivocou este post, mostrou uma forma muito romântica das drogas ignorando sua real consequência. Você falou de Steve Jobs que ele tinha usado drogas alucinógenas e comparou com Bill Gates que subliminarmente o chamou de careta. Achei infantil, anarquista e individualista seu ponto de vista;Uma demonstração de fraqueza e inveja, colocando a genialidade de certas pessoas no simples fato de se doparem.
Talvez o propósito desse post seja se auto confirmar, tentar convencer a si próprio que usar-la não seja de todo mau ou talvez até um medo do tempo,não sei, mas espero que reflita de novo mas não sobre efeitos da drogas.

FiliPêra disse...

@Felipe... não entendi completamente o seu ponto de vista, até porque você se limitou a atacar o meu, sem expor sua opinião a respeito.

Mas, vamos as respostas!

As drogas estão no mundo, e fazem parte da cultura dele, muito antes da chegada dos que as condenam (conhece os lucros econômicos na condenação dela? Pesquise sobre isso...). Não disse que todos os que a utilizam são gênios incontestáveis, muito pelo contrário. Conheço verdadeiros sequelados pelo uso excessivo de drogas... do mesmo jeito que conheço gente estragada por fazer exercícios demais, ou por beber muita cerveja, ou água.

Drogas (na minha opinião), se usadas com moderação - e dependendo da droga (evitando cocaína, heróina, ecstasy e outras drogas que só servem como estimulantes físicos) podem ajudar. Não sou médico ou psicólogo para dizer isso com rigor científico, mas posso lhe indicar o trabalho de gente séria que vai ainda mais além e afirma que as drogas são a salvação da humanidade. Um exemplo? Anthony Henman, consultor de drogas da OMS (sim, Organizaçao Mundial de Saúde).

Mas, opinião é opinião. Só se embase antes de sair por aí defendendo a opinião dos outros!

Em tempo: acho Bill Gates gênio. Uso uma pá de programas que a empresa dele fez (Windows, Live Writer, MSN), mas não tenho a mínima inveja dele, e nem do dinheiro que ele tem. Mas que ele e a empresa dele é careta, isso é...

Anônimo disse...

nao tenha duvida de que o lsd é um belo aditivo da criatividade, veja na musica por exemplo, a maioria dos sons mais revolucionarios ja criados foram feitos por acidheads... e tbm ainda desconfio que a religiao foi criada com um pega de cogumelo, que era muito usado nas civilizaçoes antigas, mesmo pelo efeito dar uma sensaçao de grandeza meio cosmica no usuario..

Anônimo disse...

Como disse o anônimo... o lsd é um belo aditivo de criatividade...por exemlplo a criatividade de tentar entrar em uma caixa de som! Fala sério!!!

Matheus disse...

Concordo 100% com o FiliPêra.
Usei doce ontem, como nao tinha me informado muito, tomei era 1h da manha, ele bateu era umas 3h, a festa acabo as 5, e eu xeguei em ksa, fui dormir e nao consegui, fiquei eletrico o dia todo que chegou uma hora q foi até ruim, pelo dia e o momento!

Mas se a pessoa souber usar, em uma festa certa, no horario legal, acho que é tranquilo!

Anônimo disse...

LSD abre a mente de quem quer ver a verdade . Tomara que muitos cheguem onde Jesus, Krishna, Buda, Ganesha, e varios outros exemplos que posso dar chegaram.

"Turn on, tune in, drop out" - Timothy Leary

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo