segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Avatar Felipe

Gotham City Contra o Crime

  Gotham City Contra O Crime 

Gotham City Contra o Crime era uma HQ do universo do Batman, que tinha como objetivo mostrar a dura vida dos policiais de Gotham. Contando com roteiros de Ed Brubaker e Greg Rucka e arte de Michael Lark, a série tinha pouquíssima participação do homem morcego e mostrava os policiais da Unidade de Crimes Hediondos fazendo de tudo para manter a lei nesta insana cidade, principalmente sem recorrer ao batsinal. No Brasil, Gotham City Contra o Crime chegou em seis volumes encadernados.

No primeiro volume, Brubaker e Rucka já nos mostram como é difícil ser policial em uma cidade cheia de malucos. Logo no começo, um dos detetives é assassinado pelo Senhor Frio e o resto da UCH faz de tudo para pegar o vilão sem ter que chamar o Batman, já que o comissário Michael Akins não gosta da colaboração de vigilantes. Essa primeira história tem apenas duas partes e serve mais para conhecermos os personagens e como eles se relacionam uns com os outros. Já a segunda história mostra os detetives atrás de um assassino que, ao que tudo indica, está ligado ao vilão Incendiário.

Já o segundo volume, traz um único arco de histórias. Com o nome de Meia Vida, o arco foi vencedor do Eisner Award, um dos maiores prêmios da indústria dos quadrinhos. A história mostra a detetive Renee Montoya sendo ameaçada por um suspeito criminoso e um segrego da sua vida acaba vindo à tona. Esse arco volta a mostrar a estranha relação de Renee com o Duas-Caras, que começou na saga Terra de Ninguém.

Mas, na minha opinião, a melhor história aparece no terceiro volume. Com o título de Alvos Fáceis, ela mostra o Coringa aterrorizando Gotham City com um fuzil de alta precisão. Na semana do natal, o palhaço do crime simplesmente resolve sair por aí matando algumas autoridades com o fuzil. Nessa história acontecem ainda mais duas baixas na UCH, sendo que um o Coringa mata com as próprias mãos e muito sangue frio. Eu, como fã do Coringa, acho a história fantástica.

Apesar de ainda ter mais três volumes que encerram a série, pra mim as melhores histórias estão contidas nesses três primeiros. O que não quer dizer que não tenha coisa boa nos últimos. No volume 4, por exemplo, tem o arco Não Resolvido, que conta com o retorno de Harvey Bullock. Já no volume 6, o arco Corrigan II mostra a morte de mais um detetive e a policial Renee Montoya indo até as últimas consequências para colocar o assassino atrás das grades.

Infelizmente, agora é um pouco difícil de achar esses encadernados, mas com certeza é uma compra que vale a pena. Bem que a Panini podia lançar uma mega coletânea contendo todas as edições em um único volume. Sonhar não custa nada.

 

Roteiro: Ed Brubaker e Greg Rucka

Arte: Michael Lark (desenhos) e Noelle Giddings (cores)

Páginas: 112

 

Nota: 9

5 Comentaram...

Gladson disse...

Foi umas das melhores séries em quadrinhos de todos os tempos, ao lado da Queda de Murdock, Fenix Saga, 100 balas, Capitão América de Brubaker, Y! de Vaughan e X-Men de Mark Millar (com certeza esqueci muitas sagas aqui, mas essas foram as últimas que li).

Para quem não conhece essas histórias de Gotham, é uma espécie de policial noir, com Sin City, com pitadas de super-vilões, um pouco de polêmica no ar e crossovers com o personagem que seria o personagem principal se esse fosse o gibi do Batman, mas sem dúvida esse é o gibi da cidade dele, ele é apenas mais um figurante, e muito sem importância, o que torna mais atraente ainda o ritmo das aventuras.

aliceacorrentada disse...

A arte de Michael Lark só contribui (e muito) para tornar as histórias uma das melhores narrativas gráficas do gênero noir nos quadrinhos (Auxiliando muito os roteiristas). Só me recorre os 'Sete Soldados' de Morrison (que dispensa apresentações, já que esse blog baba, e com justiça, num cara genial) e '52' pra mostrar a realidade da vida comum em meio a vida extraordinária dos heróis, tão comumente explorada em "Gotham City Contra o Crime".

Jenny Taylor disse...

O arco que mais gostei de Gotham Central foi aquele com o Chapeleiro Louco...acho que saiu aqui no Assuntos Inacabados do DC Especial #13

Anônimo disse...

Alguma sugestão sobre onde posso encontrar esse material?

bravo disse...

Eu tenho todos p/ vender: bravo40@click21.com.br

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo