segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Shadow

Call of Juarez

 

Call_of_Juarez_Cover_gross

Call of Juarez é um game de tiro em primeira pessoa (FPS), que tem como atração especial o fato de ser ambientado no velho oeste. Você poderá controlar dois personagens, sendo um deles Billy e o outro é um padre sem nome. Billy é um jovem que foi procurar o tesouro de Juarez, mas gastou o seu tempo em vão (não encontrou nada), e agora retorna para sua antiga cidade. Logo de inicio você tem que invadir a fazenda de um senhor e roubar suas armas. Fazendo isso você já vai na direção da cidade mais próxima, e lá aparece uma de suas amigas, que por sinal trabalha num bordel. Sendo assim, você terá que entrar escondido no local, já que não tem dinheiro...

De cara você já arruma muita confusão. Mais à frente o padre lhe encontra perto do corpo do seu irmão e da esposa de seu irmão, o que faz ele voltar a ser o que era: um grande matador. A grande diferença pra ele é que agora vai fazer destruições com Deus ao lado dele (lembra do padre de Machete?), para assim vingar a morte de seu irmão. Muitas e muitas coisas acontecem em meio a densa história do game, que se revela bem bacana no decorrer do jogo.

Motivos pra se jogar Call of Juarez

1) Gráficos muito realistas fazendo os personagens ter características únicas. E não é apenas nisso, mas os detalhes que podem ser vistos na paisagem, nas fazendas e nas cidades.

2) Jogabilidade excelente. Você não sofrerá para jogar, os controles são bem ágeis e têm uma capacidade para você agir de forma melhor durante o game.

3) Sistema de armas bem irado. Durante sua jogatina você pode pegar duas armas, uma em casa mão, exemplo: você poderá pegar uma espingarda cano duplo em uma mão e na uma pistola, para atirar apenas use os 2 botões do mouse.

4) Uma historia emocionante em meio ao velho oeste, sendo essa possuidora de um final bem bacana e surpreendente.

5) É a primeira vez que eu vejo um game em primeira pessoa que pode montar a cavalo.

6) Missões bem legais, pois não é apenas para matar, fugir ou salvar tem outras coisas envolvidas também. Jogue!

7) Duelos... Os duelos são bem legais, pois aumenta ainda mais o realismo do velho oeste.

8) Inimigos inteligentes. Qualquer vacilo, e você não verá o amanhecer, se é que vocês me entendem (hehehe).

9) Protagonistas com estilo. Gostei bastantes dos protagonistas e de suas falas e ações. A ambientação ficou ótima.

 

coj1

coj2

Contras:

1) Infelizmente o game pecou na física, porque caixas e outras coisas irão entrar umas nas outras. Não totalmente, mas em partes. Ao menos as quedas ficaram bem reais.

2) Tem uma parte que você tem que subir uma montanha gigante a montanha da águia, as texturas são bem podres te confundindo bastante na hora de você escalar.

 

Configuração mínima

Processador 2,2 GHz, 512 de Memória RAM, Placa de Vídeo 128 bits Geforce 6600 e 3,5gbs de HD.

Configuração recomendada

Processador 3,0 Ghz, 1GB de memória RAM, Placa de vídeo 128 bits Geforce 7600 e 3,5gbs de HD.

 

Nota: 9,0

4 Comentaram...

coxao disse...

um jogao, estou até com vontade de jogar novamente..só falta tempo

Anônimo disse...

Chama o juarez --- a tecpix eh uma camera revolucional q tem 7 funções web cam. mp3, mp4,camera digital e o %$!$#"! a quatro ^^

Chama O jurez !

Johnny disse...

referente ao teu ponto 5) - O primeiro jogo em primeira pessoa onde se pode montar a cavalo foi o Mount&Blade

Pedro Mendes disse...

Daggerfall um jogo das antiga, da linho do Morrowind e Oblivon, o segundo da saga de Elder Scrolls, podia montar a cavalo, mas esse ae também tem cara de ser muito bom, é o Outlaws novo?

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo