terça-feira, 22 de março de 2011

Avatar Voz do Além

Ubisoft utiliza trilha sonora pirata em Assassin’s Creed… e espalha um pouco de ironia por aí

 

image

A Ubisoft é uma das empresas mais chatas com relação a pirataria. Já chegou ao ponto crítico de fazer um sistema antipirataria que exigia que o PC ficasse conectado a internet enquanto o jogo estivesse rodando. No fim das contas, os sistemas de DRM dela infernizam mais a vida dos jogadores honestos do que dos que pirateiam, que sempre arrumam maneiras bem simples de burlar esse tipo de “problema”.

Pois bem, a empresa resolveu agradar os gamers de PC, que estão recebendo Assassin’s Creed: Brotherhood cinco meses depois dele chegar aos consoles. E para isso não fez uma edição qualquer do jogo, mas sim uma de luxo, com conteúdo adicional, tipo trilha sonora. Eis que o usuário plginger, do Reddit, comprou o game na pré-venda e postou uma imagem que aparentemente prova que a Ubisoft pirateou a própria trilha sonora e inseriu no game na maior cara de pau.

Entre os metadados temos um “encoded by Arsa13″, que é um conhecido uploader de trilhas sonoras. A questão é meio dúbia e mostra o caráter idiota da proibição ao Compartilhamento, já que a Ubisoft tem os direitos sobre a música, mas se valeu de meios considerados ilegais para consegui-las, contribuindo para o fortalecimento dele - espero que o funcionário da empresa que baixou tenha ficado de seed para upar pelo menos o tamanho da trilha, é a ética do mundo dos torrents.

Pior que quanto mais penso nesse lance, menos o entendo. Deve ser um caso de preguiça. O produtor musical fala com o programador que a trilha sonora tá num pendrive, em cima de uma mesa, dois andares abaixo… e ele com dois cliques resolve o problema sem tirar a bunda da cadeira. Só que os metadados não perdoam.

Só não seja tão apressado em absolver a Ubisoft, já que ela tem histórico desse tipo de atitude. Em 2006, a versão para download de Rainbow Six Vegas 2 veio com um bug que tornava obrigatório a inserção de um DVD do jogo no drive. Para resolver o problema ela lançou uma atualização… que nada mais era do que um crack contra o DRM da empresa criado pelo grupo Reloaded.

Interessante, não?!

 

PS: sei que tô falando muito do mundo dos games… “culpem” meus empregadores.

[Via Destructoid]

3 Comentaram...

desequilibrioquimico disse...

Eu ainda me lembro da alegria de comprar meu primeiro jogo para PC numa banca de jornal, Rayman 2, em torno do ano 2000. Ano passado senti saudades e voltei a jogar, quando la pela metade aparece uma face de pirata-robo cobrindo 95% da tela e pedindo para inserir o cd original! 2 x 0 para Ubisoft contra a razoabilidade.

Renanvive!!!! disse...

Bem a Ubisoft é tão chata com isso que me fez desistir do Assassin’s Creed II. Comprei o jogo na Steam, quer já é um sistema online, de repente apareceu esse maldito sistema online de validação, com a desculpa de ser um sistema de pontos. Essa merda se logou e eu não sei em que conta, resultado um dia desses queria jogar apareceu uma janela de login e senha, tentei me logar sei saber se tinha feito login disso. Nenhum dos meus e-mails eram válidos, tentei e tudo recuperar senha mas nem tinha esse e-mail cadastrado.
Enfim resolvi criar um login e registrar o jogo, mas ele já está registrado em outra conta e ele não deixa registrar. Isso me frustrou a ponto de desistir do jogo, talvez o jogo me prendesse e ia querer comprar outros da série, mas eles provavelmente optaram por me fazer desistir, bem menos um para eles;

Br disse...

passei por isso no novo Prince of Persia The Forgotten Sands msm sistema DRM, qurem limitar o mau mais acaba tornandose o msm

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo