sexta-feira, 25 de março de 2011

Avatar Colaborador Nerd

Os Perdedores

Por Paulo Roberto, do Em Paralello 

 

image

A Sexta-Feira mais do que esperada havia chegado. Após uma longa semana de trabalho eu me encontrava em casa de banho tomado e literalmente coçando em minha cama. Na televisão não passava porra nenhuma que prestasse, e não estava com o mínimo saco de ligar o computador para ficar “jiboiando” na internet. Resumindo: eu estava entediado. Resolvi então me dirigir a locadora e tentar achar algum filme que eu ainda não tivesse visto, e foi então que um título me chamou a atenção: Os Perdedores. Após uma breve leitura da sinopse e pelo elenco (que não é lá tão fodástico assim) resolvi alugar o filme para assistir.

Em meu post anterior sobre Transmetropolitan, eu fiz a “bombástica” (nem tão bombástica assim) revelação de que nunca havia lido uma HQ em minha vida. E logo no início do filme descubro que esta era mais uma adaptação de uma HQ… e da Vertigo ainda por cima, aí lascou! Terminei de assistir o filme (já vou falar sobre ele, larga essa ânsia aí) e corri para a internet à procura dos “famigerados scans” (se me permite Coringa). Demorei, cacei, quase desisti, mas finalmente consegui achar toda a séria para baixar.

O filme traz gente como o Chris “Capitão América” Evans no papel de Jensen, Jeffrey Dean Morgan no papel do Coronel Clay e a gostosa Avatar Zoe Saldana. Clay e sua equipe são designados para uma missão aparentemente simples na Bolívia: marcar com uma mira a laser a casa de um traficante para que a mesma seja bombardeada. Simples assim?! Nem tanto.

 

image

image

No momento da missão, Clay e sua equipe percebem que existem crianças na propriedade, eles tentam abortar a missão e percebem que seus esforços foram em vão, pois “Max” entra no canal de comunicação e informa que a missão continuará como o planejado, não importa quem esteja na casa. Então, os grandes heróis americanos têm 5 minutos (acho que eram 8, não me lembro) para invadir a casa e resgatar as crianças antes que os caças cheguem. Com as crianças devidamente resgatadas, Clay e sua equipe se dirigem ao ponto de extração. Após serem informados de que não havia espaço para todos no helicóptero, o saudoso coronel resolve embarcar as crianças enquanto ele e sua equipe ficariam em terra.

A grande merda é que “Max” apronta para eles, de imediato após a decolagem, o helicóptero é abatido por um míssil e todas as crianças morrem. Sabendo que eram eles quem deveriam ter sido mortos, a equipe dos Perdedores se vêem com um único objetivo: se vingar de Max, provarem a sua inocência e retomarem suas vidas (tudo bem não é tão “único” assim). O grande problema é que eles não possuem dinheiro para retornar a terra do Tio Sam, é aí que Aisha aparece oferecendo ajuda, embora alguns da equipe desconfiem dela os mesmos acabam aceitando sua proposta já que ela também não morre de amores por Max.

 

image

Com uma mistura de ação e um pouco de comédia, o filme não inova. É um típico filme de sessão da tarde, com boas cenas de ação, mas não apresenta nada de novo. Resumindo: Como no meu caso, que estava em uma sexta-feira a noite totalmente entediado, valeu a pena, mas nada além disso.

O filme em um todo pegou apenas os personagens principais do HQ e adaptou quase toda a história dos quadrinhos. Sempre ouvi as pessoas dizendo que os filmes adaptados dos quadrinhos não eram criados a imagem e semelhança dos mesmos, e desta vez chego a conclusão desta grande maioria. As cenas como, por exemplo do “resgate” do carro blindado, no filme se passa em uma rua movimentada e já no HQ ocorre em uma ponte e o produto achado na maleta não é um “HD” e sim uma mala cheia de drogas. Existe uma pá de diferenças tão gritantes que beiram ao ridículo. Fico pensando: Como esses diretores/ roteiristas podem ser tão imbecis?!

Falando da parte boa, a HQ dos Perdedores é fodástica! A história de Andy Diggle é empolgante e a arte de Jock é quase como um filme, levando instintivamente o leitor a outra página. A história, diferentemente do filme é bem contada, com páginas de tirar o fôlego, a exemplo de Aisha cortando o pescoço do cara e lambendo uma faca cheia de sangue!

Os Perdedores é isso. Uma HQ pra quem curte muita ação e adrenalina, do tipo que você não pode ser bonzinho pra gostar!

5 Comentaram...

Bruno disse...

Legal! Não conhecia, e adoro ir atrás de adaptações de HQs pra filmes, com certeza irei atrás...

Góris disse...

Bem, um amigo me contou a sinopse do filme...

Do governo/sistema americano ser o vilão nas HQs para ser um pobre coitado enganado no filme, preferi ficar com a memória intacta dos quadrinhos.

Talvez algum dia assista, mas não tenho tanta pressa assim.

Genilson disse...

Resenha sobre o filme??! Isso ta mais para um puta Spoiler. Presta mais atenção quando for escrever uma resenha sobre filmes e não conta a po%$@a do enredo.

Paulo Roberto [Em Paralello] disse...

@Genilson

Pode ficar tranquilo, pois em minha RESENHA não contei nem metado do filme, quando você assisti-lo PRESTE BEM A ATENÇÃO e chegará a mesma conclusão.

Bom filme!

Abraço.

Genilson disse...

Captei o recado, amigo Paulo, irei acompanhar as próximas resenhas. Mas só lhe peço para não contar nem um terço, quanto mais a metade, do filme. Stay True!! Abraço.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo