quarta-feira, 28 de julho de 2010

Avatar Voz do Além

Tenha um mundo livre de pornografia, pergunte a Steve Jobs

 

image

Jobs é genial, disso ninguém tem dúvida. Entrou no mercado de players de música e tirou todos do caminho. Entrou no mercado de venda de música online, e hoje o iTunes é uma violenta máquina de imprimir dinheiro. Entrou no ramo de celulares depois de todo o mundo e hoje é o líder inconteste do mercado. Entrou no de tablets e até agora a concorrência tá com medo do iPad e não lança nada similar. Hoje a Apple tem quase o mesmo rendimento da Microsoft e tem um valor de mercado maior do que o feudo de Bill + a Dell inteira. Não é pouca coisa pra uma empresa que estava a beira de falir em 97, e chamou Jobs de volta a chefia justamente para impedir isso.

Mas Jobs parece ter uma pegada meio infantilóide em certas coisas, principalmente pornografia. Infatilóide não, artificialmente puritana, coisa típica daquelas pessoas que querem tapar o sol com a peneira. Eu não sei o que se passa na cabeça daquele distinto senhor, mas ele incutiu em algum canto do cérebro dele que o mundo deu a ele a missão para varrer o planeta de pornografia… e o resultado é que ele censura, censura e censura! Nada de peitos em produtos Apple, nada de contos eróticos, nada de nada que lembre nem de longe o Segundo Mais Importante Instinto Humano.

Vamos a uns exemplos práticos de como Jobs leva isso a frente em seu reino de bits. Olhe a lista de livros mais vendidos da iBookStore de ontem:

 

1. Blonde and Wet, Carl East

2. Big Sis, Carl East

3. The Perfect Murder, Peter James

4. iPad Survival Guide, Toly K

5. Six Sexy Stories, Ginger Starr

Os dois primeiros livros são contos eróticos. O quinto também, que tinha a seguinte descrição: "seis contos ultraeróticos para seu prazer na leitura! H/M, M/M, cenas grupais e um pouco de roleplay. Todos os personagens têm mais de 18 anos e agem por livre vontade. Não deve ser lido por menores de 18 anos". Era coisa boa, com certeza.

Hoje a lista amanheceu assim:

 

1.The Perfect Murder, Peter James

2. iPad Survival Guide, Toly K

3. My S**t Life So Far, Frankie Boyle

4. S**t My Dad Says, Justin Halpern

5. The Third Man, Peter Mandelson

Sim, adeus contos eróticos. Eles eram os mais vendidos, mas foram retirados da lista pelo nossos amado dono da Apple. E isso é apenas o caso mais recente da infame guerra da Apple contra qualquer resquício de sexualidade veiculadas em seus produtos e sites. Em outros tempos censurou uma graphic novel que adaptava Ulisses, e também um aplicativo da revista Dazed & Confused, só porque os mamilos da Maddona apareciam na capa - em protesto a revista publicou a capa com os mamilos digitalmente apagados.

 

image

Jobs é conhecido por ter essa sanha de ditador megalomaníaco, e esse foi um dos motivos que o fizeram ser expulso da Apple, em 1985. E agora, depois de mostrar ao mundo novamente que é O Cara, ele mostra suas garras ditatoriais de novo. Se fosse por um motivo mais lógico - tipo seu foco intenso no designer arrojado - a gente entenderia, mas pornografia? Quem não vê pornografia nesse mundo, Sr. Jobs?! Sua mãe vê, seus filhos vêem… todos vêem, Sr. Jobs. Os que não vêem, simplesmente o fazem porque não QUEREM, e não porque o Sr. está exterminando a pornografia dos seus produtos. Quer enganar quem que, entre uma reunião e outra com engenheiros da Apple o Sr não bate uma punheta acessando o RedTube do seu iMac - e com o Safari no Pr0n Mode? Essas coisas não são vergonhosas, mesmo para pais de família. Ver mulher (ou homem, não sei sua preferência) pelada não é vergonhoso. Eu sei, tem coisas de muito mal gosto na pornografia, algumas até ilegais e nojentas, mas se foque em proibir isso, e não desenhos eróticos adaptando obras famosas. Ou melhor, use os controles de faixa etária que seus sistemas operacionais têm. É só isso que te peço. Não por mim, Eu uso Windows 7, mas pelos seus clientes, tenho certeza que eles querem consumir pornografia e erotismo e não vêem mal nenhum nisso.

Eu sei, a empresa é dele, portanto, ele manda e desmanda como quer. Mas sabemos que tipo de gente toma atitudes ditatoriais tão bestas e falsamente moralistas como essas. Sabemos que tipo de gente gosta de passar por cima de direitos individuais em nome de um bem maior. Das duas uma: ou Nazistas ou Comunistas, o que é praticamente a mesma coisa. Nem a Nintendo, uma das empresas mais rígidas do planeta, tem esquemas tão babacas e artificiais como esse.

 

image

Eu não sei se esse controle exacerbado - não só de pornografia, esse é só um exemplo - um dia vai impactar no sucesso dos produtos Apple, mas com certeza constitui um mancha feia em um currículo cheio de acertos da empresa. Por que não se preocupar com designs e produtos geniais ao invés de esquentar a cabeça com mamilos e contos eróticos?

Pense nisso Steve “Jesus” Jobs…

 

[Via Gizmodo]

3 Comentaram...

Marcelo disse...

Sinceramente,

Acho que algumas vezes as críticas são exageradas em relação a algumas personalidades do mundo tecnológico. Uso computador Macintosh há 5 anos, e nunca percebi qualquer tipo de restrição a navegação ou conteúdo. Nem em relação a pornografia. Quanto a distribuição de conteúdo, um distribuidor tem o direito de decidir sobre o que está distribuindo, desde que de forma livre, outros possam encontrar o conteúdo que buscam em outra parte, se esse distribuidor não lhe agrada. Ninguém é obrigado a adquirir produtos de qualquer empresa. E nenhuma empresa é obrigada a agradar a todo mundo. Não gosto do controle de aplicativos e conteúdo do I Phone, por isso optei pelo sistema Android para celular. Simples assim. A empresa escolhe, você escolhe. Nesse blog as vezes existe um excesso de militância. E não sei se sempre da forma adequada. apenas uma opinião.

T. Mileto! disse...

Confesso que, as vezes, percebo, como citado acima, um excesso de militância em certos artigos, mas nada que decline consideravelmente a qualidade do blog.
Em relação a Jobs e a pornografia, eu não vejo problema algum ao ato tomado pelo grandalhão da Apple.Isso porque acredito que Jobs tem soberania suficiente para tomar esse tipo de decisão - drástica, é verdade - a cerca de seus produtos (e ser criticado por isso, também - sempre haverão críticas). Aos que se sentem desagradados, existem outras opções no mercado que podem substituir tais produtos facilmente.
Minha opinião, é claro.

(Mudando de assunto...
Convenhamos, a parte em itálico do texto acima foi deveras apelativa. Acho até que essa parte poderia ser intitulada como "Desabafo de um Onanista". rs)

Enfim, é isso
Fiquem todos bem.
[]'s.

Naevio disse...

o lance que mais barra o porn pelo menos no meu ipod, é a ausência de flash, mas sabe como é...
internet was made for porn....

e o ipod lê mp4...

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo