quarta-feira, 14 de julho de 2010

Avatar Voz do Além

15 coisas sobre a maconha

  Capturar1 Capturar2 Capturar3 Capturar4 Capturar5 Capturar6

Um dia falo mais sobre o assunto…

PS: como a imagem é muito grande, ela ficou embaçado de todos os modos que a coloquei aí, portanto, dei alguns prints até captura-la toda. Perdoe algum erro.

 

[Via Haznos]

11 Comentaram...

irradiandoluz disse...

Eu fui um dos idealizadores do Baseado Social Mundial do Acampamento da Juventude durante o III Fórum Social Mundial em Porto Alegre, no ano de 2003.

Acho que tinha mais de 100 gramas. E foi uma das maiores desilusões da minha vida, pois quando aquele grande "cachimbo" da paz foi aceso, a maioria dos cannabistas comunistas presentes no local se comportou como capitalistas compulsivos e avançaram sobre a tocha, acabando com a roda ordeira da autogestão.

Um dia escrevo um artigo a respeito.

Abração
Gabriel Dread

compulsivo.com.br disse...

É amigo, mas tem alguns fatos que não estão neste post:

Você sabia que o papel produzido a partir do cânhamo é de melhor qualidade, pode ser reciclado mais vezes e ocupa uma área plantada muito menor que o papel produzido através dos petroquímicos derivados do petróleo?

Você sabia que as fibras (cordas e tecidos) produzidos a partir do cânhamo são mais resistentes que o nylon é um deretanolivado do petróleo.

Você sabia que a partir do cânhamo é possível produzir combustível, em maior quantidade do que a partir da cana de açúcar ou milho?

Você sabia que a partir da resina do cânhamo é possível produzir fibras muito semelhantes as plásticas?

Você sabia que não é possível patentear processos naturais como a obtenção de papel ou fibras a partir do cânhamo?

Agora pense: A quem mais interessa a proibição?

A questão não é liberar o consumo entorpecente do cânhamo, mas sim: Porque se proibiu uma planta a partir da qual é possível obter tantos benefícios? A quem isto interessa?

Existem várias outras plantas, que se ingeridas provocam a morte instantânea, mas nem por isso são proibidas de existirem...


Para mais informações perturbadoras pesquise no YouTube por: Marijuana conspiracy...

[]'s
@Compulsivo

compulsivo.com.br disse...

Voltei com mais links para vídeos sobre o tema:

* Introduction to Cannabis Hemp;
* Hemp vs Cotton;
* Hemp - The Environmentally Sustainable Alternative (Part 1);
* Legalizing industrial hemp- Reasons why
* hemp facts and products information
.

[]'s
@Compulsivo

Tauil disse...

Café vicia mais que maconha?

Aham, Cláudia, senta lá.

Drogo Hamwich disse...

eu ja tinha ouvido falar tudo isso
meu amigo defende a maconha ele ja tinha me dito tudo
sou a favor da legalização da maconha
e @Tauil A cafeina é responsavel pela maior parte dos vicios, por isso tem muita gente viciada em coca-cola

Germano, vulgo Gê disse...

Os revolucionários de nossa época:

-Lutamos por maconha

-Comunismo de faculdade

-Causas imbecis

Deviamos nos sentir orgulhosos.

GpreToS disse...

@Tauil
Ja me viciei várias vezes em café por passar uma semana bebendo direto, tendo que ficar um bom tempo sem beber pra poder passar a dor de cabeça resultante da abstinência.
Nunca me viciei em maconha, e já passei muito tempo fumando e muito tempo sem fumar, sem sentir vontade nem nada. Posso inclusive dizer que sinto mais falta de beber cerveja do que de fumar maconha quando fico sem ir em festas.
O que fode é o simples fato de ser ilegal, e se você não quiser alimentar o tráfico violento tem de ir atrás de alguém que planta, ou plantar vc mesmo.

Como recreação, uso e recomendo. =D

vander disse...

pra mim cannabis é que nem feijão, poderiam colocar na minha cesta basica la no serviço hehehe
porém todos esses anos de desinformação parecem ter causado algo irreversivel,mas eu sempre vou ver a maconha como algo simples como cerveja, chocolate ou sei la, que servem pra deixar a vida um pouco mais feliz...

Aleatório disse...

Eu sou contra o uso de maconha por todo o lance do tráfico de drogas envolvido (não que eu ache que as coisas sejam mais honestas com o cigarro).

E sobre o café, eu adoro café. Não digo que sou viciado, mas devo tomar todos os dias. Contudo, eu acho que o café não provoca alucinações nem deixa o cérebro mais lento como a maconha faz(ao menos, aparentemente, o café não afetou o meu cérebro).

Ogro disse...

A solução é desenvolver uma forma transgênica da planta Cannabis sem o THC. Daí poderemos utilizar todo o potencial da planta para a indústria.
De resto, mesmo sendo a favor da comercialização legal da maconha como erva para fumo recreativo ou aplicações medicinais, não vejo como o Brasil poderia tomar a frente nessa questão. Pressões conservadoras externas e internas causariam ainda mais problemas.

Gabriel disse...

maconha é um desestressante. depois de uma semana fudida no trabalho, nada como fumar um - hehehehe
o grande problema é quando o cidadão começa a utilizar sempre - ele abaixa o patamar de stress ao qual está acostumado, e isso prejudica mto a vida - Qualquer esforço se torna um sacrifício, a pessoa fica preguiçosa. Já em poucas quantidades, vez ou outra, acho que faz bem... te tira um pouco do modo automático de ver a rotina

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo