quinta-feira, 11 de março de 2010

Avatar Felipe

A Caixa

 

filmes[3][1]image

Imagine-se na seguinte situação: você e sua família estão com problemas financeiros, seu filho perdeu a bolsa de estudos e você não conseguiu a promoção no emprego que daria um pouco de alívio financeiro. Então, de repente aparece na porta da sua casa um sujeito estranho que entrega uma caixa que possui um estranho botão vermelho. O sujeito diz que se você escolher apertar o botão, vai receber 1 milhão de dólares, mas com a condição de um desconhecido em alguma parte do mundo morrer. E aí, você apertaria o tal botão? Essa é a premissa de The Box, filme baseado em um episódio da antiga série de TV Além da Imaginação (The Twilight Zone).

No filme, quem passa por esse dilema é o casal vivido por James Marsden (o Ciclope da trilogia X-Men) e Cameron Diaz. A história começa interessante, mostrando os problemas pelos quais eles estão passando e o dilema de apertar ou não o tal botão. Pelo que eu andei lendo na internet, o episódio de Além da Imaginação era todo sobre fazer ou não fazer essa escolha, e era mais ou menos isso que eu esperava dessa adaptação. Infelizmente, não é isso que acontece no filme, pois o casal resolve que quer a grana com mais ou menos meia hora de filme. E, com quase duas horas de duração, o que acaba acontecendo é que a história fica meio arrastada em certos momentos. Algumas cenas são interessantes, mostrando o medo que o casal sente do dono da caixa, que passa a perseguir os dois.

Mas o que me deixou realmente decepcionado foi o final do filme… Então se não quiser spoilers, pare de ler por aqui. Em certo momento, achei que a história seria sobre os personagens lidando com as consequências de apertar o tal botão, talvez até descobrindo quem estaria com a caixa depois deles e tentando impedir que apertassem, por medo de que eles morressem, sei lá. Mas, no lugar disso temos uma história que mostra um grupo de seres superiores que estão fazendo experimentos com os humanos. Quando percebi que a coisa toda estava indo pra esse lado, já comecei a me decepcionar. Foi a mesma decepção de quando joguei Indigo Prophecy, para o Playstation 2.

 

image

Pelo menos o finalzinho do filme foi salvo pela última e angustiante escolha que o casal de protagonistas teve que fazer e, também, por nos deixar pensando o que aconteceria se alguém deixasse de apertar o botão da caixa.

 

The Box (EUA, 2009)

Diretor: Richard Kelly

Duração: 115 min

Nota: 6

7 Comentaram...

Moziel T.Monk disse...

Assisti a este episódio há MUITO tempo quando a série "Além da Imaginação" passava na Globo (fim dos anos 80 ou inicio dos 90, salvo engano) meio que por acaso, e de fato a história é curta e se resume ao dilema do casal, sendo o marido o mais relutande e a mulher se coçando para apertar o diacho do botão (segue Spoiler). No final a mulher aperta o botão, o casal recebe a grana, mas o desconhecido informa que ele fará a mesma proposta a alguém que ela não conhece. O que fica subentendido é que provavelmente ELA morrerá quando outro apertar o botão, ou ao menos ela ficou com medo dessa possibilidade.

Anônimo disse...

A única parte interessante desse filme é, realmente, ficar pensando que o aconteceria se o próximo casal não apertasse o botão. O menino ficaria deficiente para sempre?

Fernando disse...

O episódio que deu origem ao filme se chama "Button, button" e fez parte do Twilight Zone anos 80.
É um episódio bem legal, que obviamente, tem um ritmo diferente do filme.

Ivã disse...

Na verdade, essa história não é original do Twilight Zone. Ela foi escrita pelo escritor portugues Eça de Queiroz em 1880 e chama-se "O Mandarim".

sdm disse...

Uma crítica quase irrelevante.

Anônimo disse...

Bacana, também me lembro deste episódio do "Além da imaginação", detalhe, o James Marsden em todo filme de herói acaba levando chifre, tomou do Wolverine e depois do Superman, huahuah

Alexandre disse...

Eça de Queiroz rlz!!!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo