terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Avatar Voz do Além

BigN vence processo contra jovem que colocou New Super Mario Bros na internet

 

image

É sério que eu ainda não entendo a mente dos executivos de grandes empresas. A Nintendo vendeu mais de 10 milhões de cópias de New Super Mario Bros Wii em pouco mais de três meses, e mesmo assim deixou que a mentalidade capitalista escrota que ela possui, processar um jovem de 24 anos que cometeu o pecado capital de colocar o game na internet pra todo o mundo baixar. E os malditos dinossauros que sentam em tronos de ossos (não inventei isso, foi Hiroshi Yamauchi, homem mais rico do Japão, dono e ex-presidente da Nintendo) ganharam o processo, e o o jovem terá que desembolsar cerca de 1,3 milhão de doletas.

James Burt era um cara (creio eu) normal, de 24 anos e gamer. Ele mora na Austrália e ficou ansioso para jogar New Super Mario Bros Wii, como um monte de gente. O problema é que uma loja disponibilizou o jogo seis dias antes da data de lançamento… Burt foi lá, comprou e colocou na internet, atraindo uma horda de pessoas para seis dias de milhares de downloads. A Nintendo não gostou, processou o cara, e agora ganhou! E para terminar a sessão vergonhosa, ainda se vangloriou afirmando que possui métodos modernos para rastrear o autor do upload.

Agora pense comigo: a Nintendo é uma das empresas que mais cresceram nos últimos anos, seus acionistas estão podres de ricos, seus games vendem como água, eles têm fãs pra caramba (inclusive eu)… e se preocupam com a porcaria de um upload. O cara nem ganhou nada com isso, fora que creio que dificilmente ele possui dinheiro para pagar! Seria como nós do NSN pararmos o que estamos fazendo pra caçar plagiadores dos nossos textos… e ficar dando chilique depois!

No fim das contas, mantenho minha posição: por pior que sejam alguns piratas, as corporações são muitíssimo piores! Mesmo as que eu admiro.

 

PS: Agora me deixa explicar qual foi o tal “método sofisticado” usado por eles! A Nintendo conseguiu um mandado de busca que lhes deu acesso a todos os computadores, HDs e dispositivos de armazenagem e contas de sites, redes sociais e emails que Burt tinha. Foi assim que eles conseguiram ter certeza de tudo.

No lugar dele eu confessava tudo antes…

 

[Via Escapist Magazine]

11 Comentaram...

Douglas Silva disse...

Isso que é ser ganancioso, será que não basta os zilhões e zilhões de doletas que eles recebem com a venda dos produtos? - Essa gente não sabe onde enfiar dinheiro e fica ai querendo se mostrar.

Se eles forem processar cada pessoa que compartilha esse tipo de conteúdo na internet não vão mais ter tempo para criar jogos e consoles novos. Essa guerra qualquer empresa perde.

Meira disse...

Este tipo de ação judicial nao possui valor comercial ou prático algum, apenas moral ideológico, para que outros não venham a fazer igual...

Eles sabem que a pirataria é um cancer e por enquanto não tem cura... talvez nunca tenha..

Kedraroth disse...

Ué, a Nintendo tem todo direito de processar alguém que usufruiu ilegalmente do seu produto. Imaginem que o jogo fosse produzido por você, você não tomaria a iniciativa de entrar na justiça? Sendo milionária ou não a Nintendo não poderia ficar de braços cruzados.

Mas também eu não julgo o cara, eu agradeço aos deuses todos os dias por existirem pessoas que disponibilizam jogos na net para baixar.

Francisco Fagundes disse...

É verdade que as empresas ganham milhões e milhões de dólares, mas isso não justifica alguém piratear e sair distribuindo do jeito que quer. O cara não ganhou nada, mas poderia ter ganho.A maioria das empresas de videogames perdem dinheiro vendendo os consoles. Isso mesmo! Vendem mais barato do que o custo de produção. E de onde eles recuperam o dinheiro? Da venda de software. Se pirateiam o software, como vão arrecadar dinheiro? É difícil lhe dar com a pirataria principalmente num país como o Brasil, onde os impostos são absurdos e sem sentido. Se os jogos fossem vendidos com os preço lá de fora, acharia mais do que justo pagar o mesmo preço por eles.
Sou usuário da pirataria, confesso, poissó assim temos acessos a certas coisas. Mas tenho um PS3 que todos sabem ainda não possuir jogos piratas, apesar de um mentiroso ter dito que desbloqueou.
Mas também defendo o direito do proprietário intelectual, aquele que suou e gastou dinheiro pra produzir algo. Se acham injusto o lucro que eles recebem, façam um favor ao mundo, parem de consumir!

Harley Coqueiro disse...

A frase do século:
"Por pior que sejam alguns piratas, as corporações são muitíssimo piores!"

Anônimo disse...

E ainda aparece gente(será que é gente mesmo ou é troll?) com comentários favoráveis à truculência da indústria do ciopyright? Haja lavagem cerebral

Douglas Silva disse...

Eu também não sou a favor da pirataria, mas o que adianta punir uma só pessoa quando se tem centenas de milhares fazendo a mesma coisa?

Ou eles arrumam um jeito de fazer a coisa bem feita, ou então abandona essa idéia de vez.

Kedraroth disse...

Caro Senhor Anônimo (eu que sou o troll?),

Lavagem cerebral? Talvez, mas eu te garanto que tenho plena consciência de quão grande é a Nintendo e quão insignificante é o dinheiro que ela ganhou com esse processo. Eu não sou contra a pirataria, mas também não acho certo condenar alguém que se usa de um recurso totalmente legítimo chamado propriedade intelectual para ganhar dinheiro e o garantir.

Você tem o direito de ter a sua opnião assim como o Voz do Além, mas não quer dizer que eu tenha que concordar com ela.

Arthur Barros disse...

a foto do "V" era muito melhor!!
E eu apoio o amigo Kedraroth ali vcs optaram por viver num mundo captalista naum é!!!!
agora agueeeeeeeeeeenta!!!!!

Paulo César disse...

Empresa grande ou pequena, pirataria é errado, é simplesmente matar o serviço de vários profissionais, artistas, programadores, designers...... A principal franquia da Nintendo é o Mario, eles tão no direito deles, se não fosse esse cara piratear, outro ia, e assim por diante, então tem q ser punido mesmo, e ele não usou prá benefício próprio, se preocupou em disponibilizar prá todo mundo. Só no Brasil prá apoiar ficarem apoiando pirataria mesmo. Por isso que a Nintendo e outras grandes produtoras de games desistiram de fabricar jogos aqui no Brasil.

Big disse...

Dá sim pra ganhar dinheiro com pirataria, tenho conhecidos que ganham dinheiro (não muito, verdade) colocando arquivos no rapidshare. A questão é que chegaram bem no cara que "alimentou" a net com o game pirata, não no usuario que passa pra frente o jogo.

Entretanto acredito que a ação da Nintendo foi meio que um tiro no pé, pois o cara mto provavelmente nao tem essa grana pra pagar o processo e da margem pra ele sair com imagem de coitado. Nós metemos o pau na indústria muito pq a Nintendo não é brasileira, não temos conhecidos que trabalhem lá, então não nos afeta diretamente. Entretanto, e se um cara pegasse por exemplo esse blog, "pirateia" todo o conteúdo e começa a ganhar uma grana com propaganda?

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo