quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Avatar Felipe

A nova encarnação dos Thundercats

 

image

Na semana passada eu assisti aos dois primeiros episódios da nova animação dos Thundercats e fiquei realmente empolgado. Porém, antes de escrever sobre as minhas primeiras impressões, resolvi assistir mais um episódio pra ver ser iria manter a qualidade dos primeiros. E, que me desculpem os saudosistas, mas após três capítulos eu já acho que esse remake tem tudo para ser muito melhor que a série original. Para se ter uma idéia, o Snarf não fala nessa nova série, o máximo que ele faz é ficar repetindo o próprio nome.

Essa nova animação já começa interessante por não tentar repetir o que foi feito na original da década de 1980, quando os Thundercats viviam no Terceiro Mundo e apenas mencionavam seu planeta de origem, Thundera. Aqui, nós somos apresentados ao passado de Thundera... ou seria o futuro do Terceiro Mundo? Posso até estar enganado, mas pelo que foi mostrado nos primeiros episódios, o novo Thundercats revela justamente o futuro dos personagens originais, vários anos depois que a guerra com Mumm-Ra acabou.

Logo no começo do primeiro episódio, uma narração diz que são dias de paz na Terceira Terra e que o império dos gatos conseguiu ser mais forte que todos os outros, incluindo a raça dos répteis. Além disso, a tecnologia é mostrada como algo muito antigo e que foi esquecido por todos. Mais um indício que me faz acreditar que a série se passa muitos anos no futuro.

É interessante que esse novo Thundercats não tenta mostrar todos os gatos como grandes heróis que protegem o planeta. Pelo contrário, Claudus, pai de Lion-O, governa com mão de ferro e todos os répteis são tratados como lixo pela sociedade. Até que, com a ajuda de Mumm-Ra (por enquanto, apenas em sua forma decadente), eles conseguem tecnologia suficiente para atacar os gatos, que contam apenas com armas brancas e alguns poucos clérigos que lançam feitiços, entre eles o velho Jaga.

A partir daí, a história segue Lion-O se tornando líder dos gatos ao empunhar a Espada Justiceira e tendo que buscar o tal Livro dos Presságios, que contém respostas que podem ajudar a derrotar Mumm-Ra. Junto com ele, vão Tygra (irmão mais velho de Lion-O) e Cheetara, que é uma clériga a serviço de Jaga.

E falando nos personagens, eles estão muito mais interessantes nessa nova versão. Lion-O, por exemplo é um jovem rei impulsivo, que não tem maturidade para governar, mas se vê obrigado a isso. Além disso, ele e Tygra nutrem uma rivalidade um pelo outro. Lion-O é o rei por direito, enquanto Tygra é o mais habilidoso dos dois, o que gera ciúmes de ambos os lados. Por enquanto, os dois foram os mais trabalhados, mas Cheetara sendo uma clériga também tem potencial para boas histórias. Sem falar em WilyKit e WilyKat, que são dois órfãos cuja única opção é seguir Lion-O após a capital de Thundera ser dominada pelos répteis.

Graças ao som original em inglês, após mais de 20 anos chamando a Espada Justiceira de Espada Justiceira, descubro que o nome original dela é Espada dos Presságios (Sword of Omens). E esse nome faz ainda mais sentido nessa nova série, já que ela permite que Lion-O enxergue o futuro. Se não me engano, na série original, ela só mostrava algum Thundercat que estivesse em perigo.

 

Com apenas três episódios lançados até agora, eu acho que esse novo Thundercats tem bastante potencial. Principalmente porque ainda falta mostrar o que aconteceu com Panthro, fora que Mumm-Ra até agora não abandonou sua forma decadente. Além disso, fiquei bastante curioso para saber se o desenho se passa no futuro mesmo ou se é tudo viagem da minha cabeça. Pra quem gostava dos Thundercats que eram reprisados infinitamente pela Globo nos anos 80/90, fica aí a dica dessa nova animação.

8 Comentaram...

Vanessa disse...

Tá, tá bom, me convenceu a assistir. Confesso que estava com muito medo de terem estragado tudo, mas acho que vou arriscar e assistir.

Guilherme Rodrigues disse...

Também fui convencido a assistir os Thundercats. Sei que parece frescura, mas o visual era algo que não me atraía na antiga série, que agora parece estar bem mais bonito.

Carlos Forti disse...

Assisti os dois primeiros episódios ontem, e achei bem interessante.

E também tive a impressão de que se passa num futuro, com personagens com o mesmo nome dos originais, o que seria comum, visto que os antigos foram heróis na guerra conta Mumm-Ra.

Inclusive, até mesmo Lynx, o Thundercat cego faz uma rápida aparição.

Enfim, espero que a série não se perca, pois parece ter mito potencial.

Diago disse...

É reboot. Não tem nenhuma ligação cronológica com a original. Considere uma Thudercats Ultimate. :P

wos47 disse...

Olha só eu assistir os cinco primeiros episódios gostei dessa nova serie mas entres ela e a antiga eu prefiro a antiga, não sei explicar ao certo por que eu assistir a antiga no SBT, quando passava eu era criança agora tenho 18 e fazer 19 em dezembro, prefiro acreditar nessa sua teoria de que essa nova serie se passa no futuro distante da serie original seria bem legal.

@_LorDCover_@ disse...

Muito bom mesmo
...mais heim kero comprovar oq vc disse. Poderia passar o link dos episodios pra mim... Desenho muito Pica.. Dsd ja agradeco..

Anônimo disse...

Cara, como o Lion-O é o rei por direito, se o Tygra é seu irmão mais velho? Será que o nosso velho tigre é um bastardo, e o papai leão andou pulando a cerca? Ou será que pra ser rei, tem que ser leão? Tô com essa dúvida martelando na cabeça a muito tempo. Responde ai.
ps: A serie é muito boa, melhor que a original, pra ser sincero, é claro.

Blog do Kalel disse...

Snarf, não fala , mas em compensação há flores falantes que viviam numa floresta, pedras falantes e outras coisas que dão um ar de "seriedade". Mas, gostei do reboot, só não é melhor que o original, isso não é não.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo