quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Avatar Voz do Além

Londres queima! [ATUALIZADO]

 

image

[Gráfico e informações do Último Segundo]

Como disse anteriormente, o Espírito da Rebelião está a solta no mundo e parece que está longe de abandonar a psique do planeta. Seja no Espírito Santo, seja no Sudão, Grécia ou Iêmen, o que se vê são pessoas se revoltando, seja contra a ordem vigente, seja contra os governantes. Às vezes o motivo apontado pelas autoridades para o início dos protestos é tido como banal, mas eles esquecem que as massas populacionais possuem uma série de reinvindicações e necessidades não atendidas pelo poder público e o resultado disso são revoltas a beira da explosão, que só necessitam de um estopim para ocorrer.

É basicamente o que aconteceu em Londres. Policiais mataram o taxista negro Mark Duggan, de 29 anos, na quinta-feira passada no bairro londrino de Tottenham. E de forma truculenta, segundo os protestantes. Os policiais pioraram a situação quando soltaram informações na imprensa sobre o assassinato e não falaram anda com a família da vítima.

Sábado as revoltas explodiram em Tottenham, bairro com muitos imigrantes, e logo se espalhou para outras cidades inglesas, como Manchester, Salford, Liverpool, Nottingham e Birgmingham! Saques, incêndios, atropelamentos e tiroteios… já rolou de tudo na Terra da Rainha.

O governo agiu como qualquer governo previsivelmente agiria: com ameaças, tiros, jatos d’água, e o resultado já são mais de 800 pessoas presas desde o início dos protestos e tribunais do país fazem plantões noturnos para julgar todos os acusados.

“Grandes operações policiais estão acontecendo neste momento para prender criminosos que não foram detidos na noite passada, mas que apareceram em câmeras de circuito fechado de televisão. Imagem por imagem esses criminosos estão sendo identificados e presos e não vamos deixar nenhuma preocupação fajuta com direitos humanos impedir a publicação dessas imagens e as prisões desses indivíduos", disse David Cameron, primeiro-ministro do país ontem de manhã.

Ele foi ainda mais longe, e disse que a população do país “está doente” e que as forças do país não permitirão que a “cultura do medo” tome as ruas (cultura do medo é a imposta pelo governo).

Para onde vai tudo isso vai e se as revoltas trarão mudanças profundas na sociedade inglesa, só o futuro dirá, mas, com certeza a ruptura social será profunda, como mostram as imagens abaixo!

[Atualizado] A Ana Recalde me passou um vídeo com uma entrevista do sociólogo Sílvio Caccia Bava na Globo News. Repare como logo na primeira pergunta o jornalista já quer guiar a resposta dele, questionando se o “cunho social dos protestos não se tornaram crimes”. A resposta dele, em todos os níveis, é muito melhor do que a cobertura parcial feita pela maioria dos veículos, que não vêem qualquer problema em criminalizar os protestos ingleses, exatamente de forma inversa a coberturas feitas das revoltas no Irã, Síria, Líbia, Egito, e outro países árabes e africanos, onde os protestantes foram taxados de “heróis da liberdade”. Já quando os protestos são no Ocidente - Chile, Brasil, França, Reino Unido, Grécia, Irlanda, e outros - trata-se simplesmente de vandalismo e crimes. Creio que a mensagem está bem clara e só quem não quer, fica cego.

O vídeo está logo abaixo das fotos!

 

image

image

image

image

image

image

image

image

image

image

 

[Big Picture]

9 Comentaram...

Crash disse...

Como diz uma música do Tool: "The only way to fix it, is to flush it all away"

É disso que esse planeta inteiro precisa. Uma puta de uma descarga.

Deivisson disse...

Muito bom seu blog, posts interessantes, já entro nos meus favoritos ;D
vlw

Paulo Roberto [Em Paralello] disse...

O mais ridículo dos "entrevistandos" é ver a todo momento eles tentando tachar os manifestantes de criminosos.

O jornalismo brasileiro e a forma tedenciosa como vem agindo é algo tão ridículo que me faltam palavras para descrever tamanha revolta.

Zalankghard disse...

Certo, mas num precisa sair tocando fogo na própria cidade só porque você está revoltado. Além de ser injusto com os donos das casa, lojas e carros que tiveram seu patrimônio queimado eles têm que lembrar que após esse período de revolta eles ainda irão continuar morando em Londres. Eles não pensam nas consequências que seus atos terão.

O jornalismo é tendencioso? Óbvio que é, sempre foi e sempre será, mas eles estão com uma parcela de razão. Não critico os jovens por quererem reivindicar seus direitos, mas há formas pacificas de fazer isso.

Orelha disse...

Como morador de Londres eu estou em melhores condicoes de falar sobre o ocorrido do qualquer metido a intelectual da GloboNews.

Primeiro corrigindo uma informacao que voce pois ai em cima, de que a policia aqui age de forma truculenta e atirou nos manifestantes e usou jatods d'agua, isso eh mentira.

O sujeito que foi morto era investigado pela policia e estava recebendo voz de prisao a forma que ele morreu foi sim suspeita, parece que houve uma falha policial (lembre-se que a policia britanica nao usa armas de fogo, os que usam sao especialmente treinados) justifica o que ocorreu nos dias posteriores.

Nao tem como comparar o que aconteceu aqui com Siria e Egito.

TODOS os bairros londrinos sao lotados de estrangeiros isso nao foi o motivo tambem.

Boa parte dessa populacao que causou caos eh bem amparada pelo governo. Auxilio no pagamento de aluguel, casa de graca, auxilio desemprego eterno, etc etc etc... Eles NAO tem motivos para reclamar! Pessoas de muitos paises asiaticos e africanos se matam pra tentar morar na Inglaterra pra ter acesso a esses beneficios. De paises pertecentes a Comunidade Europeia tambem! A coisa eh muito diferente do que voce esta pensando, serio.

Eu sou um estrangeiro e tenho os mesmos direitos que qualquer cidadao britanico e nao fiquei roubando celular ou tenis.

Foi puro vandalismo e crime sim! Se quisessem mesmo protestar iriam tentar invadir a residencia oficial do primeiro ministro, o parlamento, palacio de buckham.

Se voce ainda tiver alguma duvida do que ocorreu ou saber melhor como as coisas funcionam por aqui por favor sinta se a vontade de me mandar um email.

Diago disse...

Quero ver a resposta para o Orelha.

FiliPêra disse...

@Orelha...

bom, primeiramente parabéns pela sua mudança para Londres. Só acho complicado ignorar um movimento que começou em um bairro e se espalha por um país todo ser classificado simplesmente como "vandalismo criminoso". Principalmente se vermos tudo a luz dos acontecimentos mundiais e europeus.

Não estou dizendo que vandalizar e roubar é certo, mas reduzir todo o movimento a isso, me parece apressado.

Mas, como qualquer argumento que mandarei aqui poderá ser rebaixado pelo fato de Eu não ser morador de Londres, deixo um morador de Londres há 50 anos falar no meu lugar então, né!

http://youtu.be/8W0dOuqWOAs

Diago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lopes disse...

Protestar é a uma das melhores formas que a pupulação tem chamar a atenção para uma determinada siruação que não concorde, assim como o voto é de demostrar que não é complacente com determinadas situações.
Contudo, protestar é uma coisa, vandalismo é outra, muitos se passam por protestantes para poder depredar e pilhar e esses devem ser punidos.
Tomo como exemplo as marchas contra a corrupção que estão ocorrendo no Brasil, isso sim é protesto!!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo