quarta-feira, 21 de abril de 2010

Avatar Voz do Além

O Gizmodo, o novo iPhone e o espírito de tablóide

 

giztabloid

Nesse momento você já deve saber: o Gizmodo, o segundo blog de gadgets mais importante do mundo, conquistou uma daqueles vitórias homéricas. Ele conseguiu um protótipo do novo iPhone, o que com certeza é um dos produtos mais desejados do momento por qualquer publicação que mexa a bunda pra conseguir notícias sobre gadgets. Os detalhes da operação para se conseguir um segredo industrial desse naipe foram históricos, e envolveu um cara bêbado, um protótipo esquecido no bar, um cara esperto, e um blog comprando o aparelho por US$ 5.000.

O aparelho em si é interessante - e talvez me entusiasme mais quando Eu tiver um iPhone… já tô me mexendo pra isso - com câmera melhorada, maior resolução de tela, certos aprimoramentos no design (design que deve mudar, já que esse parece ser um modelo para testes de comportamento de componentes hardware), componentes internos diminuídos, e uma bateria cerca de 16% maior [post completo no Gizmodo BR].

Para os amantes de novidades de gadgets, é a notícia do semestre, ou do ano, mas outros preferiram colocar na mesa questões um pouco mais profundas, como ética jornalísticas, e de Relações Públicas. Teria o Gizmodo cometido falhas éticas graves? E logo depois errou novamente ao justificar o erro?

Bom, depende da sua visão. Eu tenho a minha opinião, tenho o meu espaço aqui em cima para expô-la, e vocês, o logo abaixo pra fazer o mesmo… e ela diz que o Gizmodo errou em parte. O Gizmodo é um blog, vive de tráfego, de gente que clica em anúncios, e naturalmente corre predatoriamente atrás de qualquer novidade na área deles. É a ordem natural das coisas. No caso específico deles, ainda rola uma guerra sanguinolenta com o Engadget, ele sim o maior blog de gadgets do mundo. Nessa corrida louca pelas novidades, é natural que eles passem por cima de certas regras do jornalismo (e isso às vezes pode ser bom, pois ficar engessado atrás de certas regras hipócritas é a última coisa que se quer).

Uma delas é trabalhar sempre dentro da lei. E comprar um segredo industrial extraviado é crime. Lógico que essa questão é dúbia, já que não se tinha certeza que o telefone era mesmo da empresa (a Apple mandou uma carta ao Briam, diretor-editorial do Gizmodo, com um teor bem próximo de “Devolva nosso telefone, seu catarrento!”), e isso só foi quase que completamente confirmado com uma análise da equipe do blog. Até aí tudo bem, se Eu tivesse no lugar do Briam Lam, no furor da situação provavelmente aprovaria a compra da mesma forma, mas o verdadeiro erro veio depois, com o lançamento do nome Gary Powell na fogueira.

Gary Powell foi o jovem engenheiro que esqueceu o telefone no bar numa noite de bebedeira, e ter seu nome publicado num dos sites mais visitados do mundo, praticamente aniquilou a carreira dele a médio prazo. Uma das coisas que mais gosto em blogs e na mídia independente - capacidade de pensamento livre sem o peso comercial, e humor - foi justamente um fator negativo no post que revelou o nome do engenheiro responsável pelo sumiço. Sou fã do Jesus Diaz, editor do blog (mesmo que ultimamente ele só esteja escrevendo posts merdinhas), mas quando li o texto linkado acima, parecia que estava na frente de um tablóide de quinta qualidade. OK, foi engraçado e me rendeu umas boas risadas, mas foi de péssimo gosto, além de um ato que pareceu inpensado.

Tá certo que não deveria esperar muito de um blog da rede Gawker, notadamente uma rede de tablóides digitais (OK, o Lifehacker e o io9 são fodões) onde o mais importante não é qualidade dos textos, mas sim a quantidade, e os pageviwes gerados. Tanto é assim, que o o excelente blog Consumerist foi vendido pela rede. Motivo? Ele denunciava falcatruas de grandes empresas, e não tinha anunciantes.

 

Foi brilhante e corajosa a divulgação das informações do novo iPhone pelo Giz? Sem dúvida, eles mostraram que não temem muito a famosa raiva da Apple com quem divulga coisas que ela não gosta muito. Mas eles sem dúvida se excederam, revelaram dados pessoais a troco de nada (nem relevância aquela matéria tem), e mostraram que deviam atentar um pouco mais pra ética…

2 Comentaram...

víih² disse...

Foi tudo forjado pela Apple. O Giz não continuaria funcionando até agora se essa história toda fosse real.
A Apple divulgou esse modelo agora, pra no anúncio aparecer com algo ainda mais foda.
Desde o primeiro post dessa novela novo iPhone, tudo pareceu muito ensaiado, forçado. Bem diferente do clima dos outros posts.
E aquele email educadinho pedindo o protótipo de volta? Fala sério.

Minha opinião apenas...

henrique-picanco disse...

Não sei o pór que, ainda não criaram um blog decente sobre o Linux, ou o Ubuntu, como o amercano OMG! Ubuntu... mais falando sobre IPhones.... CHUUUUUUUPA Engadget!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo