sexta-feira, 25 de junho de 2010

Avatar Murilo

Ranma 1/2

  image

Não que eu esteja doido pra tomar um processo daquele japonês fã nosso, mas uma coisa eu preciso dizer: os autores japoneses têm um jeito bizarro e hilário de fazer humor. Pode-se notar isso facilmente em mangás como Love Hina, Gintama ou Dr. Slump e por animes como Tenchi Muyo e Slayers. São enredos malucos, com personagens sem noção. Assim como o mangá que quero falar hoje, Ranma 1/2, de Rumiko Takahashi, a mesma autora de Inu Yasha. Um mangá da época em que ela ainda escrevia histórias de humor despretensiosas, antes de partir para a aventura de um youkai em busca dos fragmentos da Jóia de Quatro Almas.

Ranma Saotome e seu pai Genma, estão na China treinando artes marciais quando desobedecem o guia e vão para as fontes Jusenkyo. O que eles não sabiam é cada fonte tem a história de alguém que morreu afogada nela. Quando uma pessoa cai em uma das fontes, se transforma na pessoa que morreu com água fria e volta ao normal com água quente. E como não podia deixar de acontecer, ambos caem em duas fontes. Ranma vira uma garota ruiva e seu pai um panda. O problema é que havia sido prometido por Genma, que seu filho Ranma se casaria com uma das três filhas do seu amigo Soun Tendo. Como o garoto é metade mulher, decide-se que ele deve ficar noivo da caçula Akane, já que ela odeia homens. Assim, começam as confusões do mangá.

 

image

Ranma 1/2 não possui exatamente uma história. É quase como uma sitcom, onde acompanhamos as situações que os personagens mais estranhos se metem. Um é o Tatewaki Kuno, colega de escola que odeia Ranma por ser apaixonada pela Akane. Só que ele é tão burro que acaba se apaixonando pela versão feminina do Ranma sem perceber que se tratam da mesma pessoa! Outro que aparece logo depois é Ryoga Hibiki, que considera o Ranma como seu inimigo mortal porque ele sempre pegava o último pãozinho na cantina na hora do recreio! Ou ainda a Shampoo, chinesa apaixonada por Ranma, que cai numa fonte e se transforma numa gatinha. Só que o Ranma morre de medo de gatos! É claro que existem muitos outros personagens, até o velho clichê de velhinho tarado aparece. Às vezes a história da busca pela cura da sua maldição ou o relacionamento dele com a Akane acabam ficando meio de lado. A impressão que dá é que a Rumiko Takahashi pensou em personagens interessantes primeiro e depois em uma história capaz de impulsioná-los.

A arte de Ranma 1/2 não é exatamente a melhor do mundo, é apenas razoável, cumprindo sua função. Mas, a partir de um determinado tempo de leitura, passamos a achá-la perfeita para o tom do mangá. A história, apesar da loucura dos personagens, é, como já disse, bem simples e fácil de ser entendida mesmo, para quem perdeu alguns volumes. Ao todo são 38, o que é meio extenso.

 

image

Ranma 1/2 chegou a ser publicado no Brasil pela Animangá, numa edição bem porca até ser cancelado. Tivemos que esperar dez anos até a JBC (minha editora favorita) licenciar o título e fazer o trabalho que nós, fãs, merecemos. Ranma 1/2 não vai mudar a sua vida, mas certamente te divertirá bastante, nessa que talvez seja a melhor obra de uma das autoras mais consagradas do Japão.

 

Autor: Rumiko Takahashi

Preço: 10,90 por volume

Nota: 7,5

 

PS: A editora NewPop subiu no meu conceito agora. Vai publicar duas das mais famosas  obras do Osamu Tezuka: Dororo e Metrópolis. Já vou ali quebrar meu porquinho pra comprar essas preciosidades.

PS2: Qualquer dia desses resenho outro mangá de humor que andei lendo nos últimos meses.

2 Comentaram...

Johnny disse...

Esse mangá marcou minha vida de otaku *-*

eueraumlobisomemjuvenil disse...

Preciso ler esse manga.
Minha série preferida é InuYasha e acho que Ranma 1/2 deve ser tão bom quando, em outro estilo é claro.
Otima matéria continue postando sobre animes e mangas, sempre dão otimas matérias .

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo