segunda-feira, 7 de junho de 2010

Avatar Murilo

Homem-Aranha – Com Grandes Poderes…

 

quadrinhos[3][1]image

Em 1962, Stan Lee apareceu na Marvel com uma idéia completamente inusitada e inédita. Um super-herói tão poderoso quanto os outros da casa, mas tão em crise quanto um garoto adolescente. O editor não quis nem papo. Nenhum fã tradicional de quadrinhos aceitaria as histórias de um garoto inseguro que sofria bullying na escola que, por um acaso do destino, é picado por uma aranha radioativa e ganha poderes proporcionais à ela, num mercado firmado graças à personagens fortes como o Batman e o Capitão América. Depois de muita insistência, a história foi publicada numa revista de quinta. O resultado a gente já sabe. O Homem-Aranha se tornou um dos maiores símbolos da Marvel, ganhando produtos licenciados, desenhos animados, games e uma trilogia cinematográfica que rendeu mais de dois bilhões de bilheteria.

Hoje, quase cinqüenta anos depois da sua criação, já perdemos a conta de quantas vezes já vimos os acontecimentos que levaram o Peter Parker a se tornar o Homem-Aranha. Mas isso não significa que não existam histórias que ainda não foram contadas, como as do período em que ele se tornou um astro da luta-livre. Para contar essa história, a Marvel convocou David Lapham (Balas Perdidas) e Tony Harris (Ex Machina), que exerceram suas funções com louvor aqui.

Em Homem-Aranha – Com Grandes Poderes… vemos realmente os fatos que levaram Peter Parker a se tornar um herói, que é de certa forma até mais crível do que a originalmente criada na mente de Stan Lee. Tudo é mostrado como realmente aconteceria se alguém que apanhava todo dia na escola e era ridicularizado por todos, ganhasse poderes do nada. Primeiro, a euforia de descobrir que se é capaz de erguer um carro com um único dedo. Depois a angústia. Pra quê tanto poder se não se tem como usá-lo? E é essa pergunta que o leva ao mundo da luta-livre. Lá vemos como aprendeu a usar a sua força sem machucar seus adversários, a fabricação da sua primeira teia,  as primeiras pessoas que salvou e o J. J. Jameson iniciando sua cruzada pessoal para desacreditar a figura pública do Homem-Aranha! São detalhes como este que conseguem agradar os fãs.

O roteiro de David Lapham não mostram um herói em ação. Somente um jovem comum, inseguro e sem rumo, com medo de decepcionar os avós e, como ele mesmo diz, só queria ser maneiro. O vemos tomando decisões erradas, se arrependendo e tentando corrigir seus erros. Não vemos a morte do Tio Ben, mas sabemos que ela está perto de acontecer, e Lapham conclui sua história de forma pessimista, anunciando o inevitável. Os desenhos de Tony Harris impressionam pela extrema quantidade de detalhes, tanto com cenários, expressões faciais e roupas dos personagens.

Homem-Aranha - Com Grandes poderes... é para as pessoas que acompanham as aventuras do amigão da vizinhança e até para as que estão um tempo afastados dos comics. Ou mesmo voltado simplesmente para os apreciadores de uma boa HQ.

 

Roteiros: David Lapham

Arte: Tony Harris / Arte-final: Jim Cark / Cores: J.D Mettler

Páginas: 124

Preço: R$ 19,90

Nota: 7

6 Comentaram...

Chaves Papel disse...

Gostei! Vou comprar...

TILILLIM disse...

Cara eu ia comprar hj na banca mais naum teu tempo por causa do trampo mas vou comprar amanhã e ainda de sobra vou comprar o do Capitão America: a escolha.

ANDF disse...

Interessante... Só uma correção: Peter morava com a Tia May e com o Tio Ben. Não com avós. XD

Diego Maia disse...

ANDF

Sabe que eu toda hora esqueço que a May é tia, por conta das rugas, e não avó?


Ass: 'Ex-Diago' do www.naumtenhosite.com.br

Felipe disse...

Olá, sou grande fã do Homem-Aranha. É meu herói preferido. Aprendi a gostar dele com meu pai, que tem as ediçoes dos anos 60, em preto e branco, da Ebal. Adorei o texto, vou procurar para comprar. Grande Abraço
Felipe

Murilo Andrade disse...

@ANDF
Valeu, assim como o Diogo Maia eu vivo confundindo isso.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo