quarta-feira, 25 de maio de 2011

Avatar FiliPêra

Livros digitais já superam as vendas dos de papel nos EUA

 

image

Eu sou meio nostálgico por natureza, mas não tem como resistir muito tempo a mudanças tão possantes como livros e HQs digitais. Livros só li dois em um PC: Freakonomics e Clube da Luta, mas o número aumenta se incluir ensaios, artigos e trabalhos acadêmicos. Quadrinhos li um pouco mais, e inclua na conta Sandman, Do Inferno, Os Invisíveis, Preacher, e MUITO mais. Uns 60% das revistas que já li foram numa tela de LCD.

Mas, apesar disso, ler num computador é extremamente contraprodutivo, em parte pelas capacidades multitarefas de um PC. E também por uma questão de hábito. Uso o computador para leituras rápidas e escrita. É complicado ler textos longos pois sempre chega emails, mensagens no MSN e atualizações no Twitter, dispersando a atenção e impedindo que a leitura flua. Mas como a oferta de ebooks é extremamente farta - e tenho MUITA coisa aqui - além de um catálogo de scans realmente interessante, pretendo comprar um iPad justamente pra servir como leitor digital com capacidades multitarefas (não queria iPad, mas como nenhuma empresa lança nada a altura com bom preço, vai o filhote da Apple).

Mas ainda assim, o mercado editorial ia bem, firme… ao menos era o que Eu achava. O mercado americano revelou um dado importante: pela primeira vez, os livros digitais para o Kindle venderam mais que os livros em papel, o que é um feito e tanto da Amazon - que comanda os dois mercados. A cada 100 cópias de livros de papel vendidos, 105 arquivos digitais são comercializados… e a expansão só está começando.

Obviamente que o papel não morre aqui, como sempre digo, ele foi a invenção física mais importante da humanidade, mas com certeza, pela primeira vez, ele arranjou um inimigo a altura.

 

[Via Gizmodo]

3 Comentaram...

Robson Batt disse...

A grande vantagem do Kindle sobre o iPad é quanto a leitura. Enquanto a tela do iPad e notebooks são iluminados por trás, o Kindle não é iluminado. Sua leitura depende de iluminação externa, como uma folha de papel. A grande diferença está aí! Por que, como você bem falou, ninguém aguenta uma leitura longa numa tela de LCD.

Nash disse...

Enquanto isso, Saraiva e Cia continuam a vender livros digitais MAIS CAROS do que as versões impressas, e pra uma plataforma exclusiva (e horrível) da Adobe. Epub que é bom, nada.

Blogger disse...

You might be qualified for a complimentary $1,000 Amazon Gift Card.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo