quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Avatar Voz do Além

Apple rejeita aplicativo de e-reader da Sony. Hipocrisia a vista

 

image

Que a Apple é uma das empresas mais controladoras do mundo a gente já sabe, e isso com certeza contribui para que ela mantenha a imagem de infalibilidade que ela possui entre muitos dos seus fãs. Mas o controle extremo tem seus benefícios claros, e um caso é a App Store, que segundo relatos de vários dos seus usuários é limpa como um mar de cristal, além de super organizada e todas essas coisas que a gente deve acreditar pelas metades. Não acho que chega a tanto, mas acredito que deve ser melhor construída que a Store do Android, por exemplo, exatamente por essa obsessão pela organização. Obviamente que ela é a única opção para quem possui aparelhos Apple, mas deixemos esse mero detalhe de lado.

O problema é a estranha e pouco esclarecedora política de aprovação da Apple. Vários apps são sumariamente rejeitados sem razão clara e de vez em quando a empresa explode uma pequena polêmica. E a polêmica da semana envolve o aplicativo Sony Reader, que como dá pra saber pelo nome, serve pra leitura de ebooks.

O motivo foi o mais estranho possível: a empresa não permite a venda de aplicativos que distribuam e vendam conteúdo de forma independente da Apple. Para piorar, não é nem possível usar alguma via alternativa, conteúdo fora da empresa é proibido para os gadgets dela. Ou seja: ela ela quer ditar como os usuários devem utilizar os aparelhos que ela vende. A saída chega a ser irônica, e exige que a a Sony use os canais da própria Apple pra vender ebooks… o que deixaria 30% dos lucros no bolso de Titio Steve.

 

O estranho é que um aplicativo que funciona nas mesmíssimas condições - do Kindle - foi aprovado ano passado, expondo uma faceta estranhamente hipócrita da Apple. Das duas uma: ou parece ser uma perseguição da Apple contra a Sony (e as outras que ousarem tentar aprovar aplicativos e-reader ou outra coisa que envolva venda de conteúdo), ou o aplicativo do Kindle periga ser tirado de circulação.

E por favor, não me venham com aquele papo de que não quer trabalhar nas condições da empresa, pule fora

Em tempo: é por coisas como essa que apóio o jailbreak.

 

[Via Meio Bit]

1 comentário

Douglas disse...

Isso tráz, certamente, lucro para Apple. No caso deles seguiria a mesma política. É impossível criar uma ditadura de aplicativos, sistemas operacionais, e o android e a prova viva disso. Logo, o mais óbvio seria enfraquecer a concorrência o máximo possível.

O mundo é assim, vai continuar assim.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo