quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Avatar Voz do Além

Energia eólica é (mais que) o suficiente para o mundo


eolica_a
Quando assisti no documentário Zeitgeist sobre os estudos com energia eólica, não acreditei de todo. Mesmo sabendo de lobbys das empresas de petróleos há décadas (tá bom, figura de linguagem, não sou tão velho assim. E não é só a indústria de petróleo que faz lobby no setor de energia), não imaginava que tudo ia a esse pé. Mesmo que eu soubesse que existe uma série de alternativas para economizar energia e tornar o mundo mais sustentável no conforto do nosso lar. E, de acordo com recente estudo, capitaneado pelos pesquisadores Xi Lu, Michael McElroy e Juha Kiviluoma.

A conclusão é que a energia eólica – e somente ela – pode abastecer o mundo todo! No Brasil até existem estudos oficiais que apontam nesse sentido. Nada de petróleo, energia nuclear, carvão… ou qualquer outro tipo de energia altamente impactante e cara. Para chegarem a essa conclusão, eles dividiram o mundo em áreas de 3.300 quilômetros quadrados e calcularam a velocidade do vento e o potencial energético dele de acordo com o número de turbinas que se pode colocar no lugar (excluiu-se oceanos, áreas habitadas, florestas e neve. Todo o resto, geralmente planícies, entrou no cálculo para receber turbinas geradoras de energia).

E os ventos podem fazer muito mais. A energia eólica pode fornecer cinco vezes mais  energia do que o consumido atualmente. Isso mesmo em países vampíricos energicamente, como os EUA e a China, sem a necessidade de intercâmbios e vendas de energias entre países.

Isso SOMENTE a energia eólica. Existem muitas outras formas de energia - como essas definidas em um estudo internacional - como a que utiliza as ondas para movimentar turbinas. E nós como usuários também podemos fazer coisas ótimas, como reciclar produtos de casa, ou ainda espalhar a ideia da importância do meio ambiente,  Basta se querer parar de afetar o meio ambiente e utilizar para isso altos custos financeiros e materiais.

Slashdot [Via Geek]

45 Comentaram...

Leronir Absidian disse...

Pelo que li aqui, seria a solução perfeita, mas isso exigiria uma grande organização mundial, um fundo de investimento, disposição, etc, etc. Além do mais, quem estaria disposto a pagar uma grana pra deixar de ter guerra que gera muito mais grana? O que falta mesmo é conscientização, evoulução de pensamentos, parar de pensar no próprio umbigo (não é nem no umbigo do próprio país).
Belo post.

--------------------------------------
Leronir Absidian

Pedro Mendes disse...

Aqui no Ceará tá se popularizando esse tipo de energia, antes havia apenas uma empresa da alemanha, agora tem uma carrada chegando, espero que sirva de exemplo

Anônimo disse...

Isso mesmo, só não abasteceria os carros eles poderiam usar agua salgada, isso mesmo, através da eletroise, é possivel separar o oxigenio do hidrogenio que é altamente combustivel, e o resultado disso, poluição zero, a unica coisa que sairia do escapamento seria agua. Incrivel né? E o projeto já exite a uns quinze anos, o primeiro motor foi projeto pela mazda acredito eu, mas como não despertou interesse de grandes empresas em financiar o projeto ele parou, além da pressão por parte dos baroes do petroleo para que a empresa abandonasse o projeto.

FICA AÍ A DICA PARA A PRÓXIMA MATERIA DO NSM.

diaquemequeres@yahoo.com.br

Pedro disse...

Meu amigo, energia eólica tem alguns problemas fundamentais:
Geográfico: os ventos não são constantes, e você precisa, no mínimo, um vento de 20 km/h para gerar energia decente.
Estético: cara, esses negócios são muito feios.
Biológico: estudos feitos na Inglaterra já comprovaram que moinhos de vento podem afetar a rota de imigração dos pássaros.
Funcionais: para instalar tantas turbinas eólicas, seria necessário um investimento suficiente para gerar varias vezes mais energia com hidroelétricas ou usinas nucleares.
Em fim, os ambientalistas radicais não vêem que primeiro que nada, somos humanos. Tem que procurar soluções que estão ao nosso alcance, e não sonhar em coisas quixotescas.
Eu sou completamente a favor de que se cuide da natureza, especialmente acabando com termoelétricas e com a dependência d petróleo. Mas também sou humanista, e sei que não da para descuidar das pessoas em prol da natureza, como exigem os ecologistas radicais e misantrópicos. A modernidade nos trouxe coisas excelentes, e não existe razão para negar isso (por exemplo, o aumento na expectativa de vida, internet, cura de varias doenças antes mortais, ctr).
Para quem se interessa pelo tema aconselho o livro "O Ambientalista Cético", não lembro do autor.

Agora, sobre energias alternativas... Esse projeto que você escreveu sobre as ondas, já esta sendo colocado em pratica em Portugal. Ele é mais barato, esteticamente melhor, tão durável e tão ou mais potente que a energia eólica. Eles colocam uns negócios parecidos a "minhocas" no mar, com um sistema mecânico que transforma o balançar das ondas em energia elétrica. Incrível.

Foi mal pelo sermão!
Pedro

Anônimo disse...

Eles esqueceram de dizer que como qualquer outro recurso o mundo precisa do vento também, alguém parou pra pensar no impacto que teria se não existisse mais vento pois ele estaria sendo desacelerado pra produção de energia??? Se quem mora a beira da praia já sofre com o calor com vento, imagina se ele acabasse??? Bem, como qualquer tipo de energia ela não é tão limpa assim, e não poderiamos utilizar indiscriminadamente tb não!

Anônimo disse...

Infelismente, esta solução proposta, referente e emergia e ao meio hambiente, esbarra no mais profundo e arraigado pecado da humanidade, que nada mais é que a cobiça. É esse pecado que nós levará, indubitávelmente, ao fim (Fim do mundo como conhecemos). Não creio, como difundem alguns, que o fim vira em forma de fogo, contrario com o primeiro fim que foi com agua. O fim que se aproxima será muito mais pemoso para nós. Pois será através da nossa propria cobiça, sem a necessidade da interferencia divina.

Anônimo disse...

Leronir Absidian, faço suas críticas as minhas, energia limpa mtos conhecem mas colocá-las em prática é outra questão pois envolve me perder "lucros", o q resume essa "merda" toda é o antropocentrismo justificando uma raça superior, egoismo para ser mais claro!!!...teorias e conscientização tem, prática???...pra que esperar???...isso começa em casa, educação é essencial!!!

Anônimo disse...

Justo, a modernidade trouxe mtas coisas boas, e toda época tem seu lado bom e ruim, mas esse lado ruim q é resultado para conquista o bom, tem consequências mto impactantes!!!...costumamos falar de humanismo porém volta aquela idéia de antropocentrismo, somos mais que isso, somos natureza!!!...tudo há um estudo para melhor proveito de ambas e qualquer outra parte, EDUCAÇÃO É ESSENCIAL!!!...ñ adianta somente falar em melhoras, sendo q há impacto acima disso, no futuro essas melhoras continuarão???

Anônimo disse...

Nem 8 nem 80, não seria viável utilizar apenas energia eólica, mas esta alternativa pode ser muito útil e deveria ser mais utilizada. Todas as formas de energia causam algum tipo de impacto. Os derivados de petróleo, o carvão, etc... poluem e geram o aquecimento global; hidrelétricas causam um grande impacto ambiental e não são todos os países que podem utilizar este tipo de energia.
Enfim, o que o Homem precisa é diversificar ao máximo suas fontes de energia, pois isto é que nos permitirá alcançar o chamado "crescimento sustentável". Inclusive as energia nuclear, pois, apesar do alto custo, a construção de usinas gera até menos impactos ambientais que a construção de uma hidrelétrica.

Anônimo disse...

A energia eólica é sim uma energia legal, limpa e etc ... porém ela nao vai ser a nossa salvação. Concordo plenamente com um anonimo q disse sobre o impacto em regioes de praias por exemplo em que ficaria sem vento, mas se for olhar mais a fundo, nao so o ser humano sofreria com isso. Pense na forma de como um ecossistema seria alterado pela falta de vento em algumas áreas ou vento excessivo em outras, o clima poderia ser bruscamente alterado. Pense tbm na rota migratória de algumas aves, ela seria totalmente alterada e até as aves perceberem esse obstaculo tenho certeza de que mtas delas irão morrer por causa das helices. Portanto a solucao que vejo nao é substituir as atuais formas de energia por energia eólica a nivel mundial, mas sim em alguns pontos colocar esse tipo de energia, desde que se faça um levantamento sobre o impacto q causaria tanto para o ser humano como tbm para os animais e o ecossistema.

Educação disse...

Não pretendo mostrar nada, nem ostentar rótulo de nada (principalmente nerd).

Acho viável ampliar os estudos referentes à demandade energia regional, e instalar as fontes de energia "limpa" onde haja um belo casamento entre demanda energética e poder aquisitivo para manutenção de tais aparatos tecnológicos. Nos Estados Unidos há alguns Estados que utilizam a enregia eólica, bem como aqui do lado, no Chile. A Petrobras desenvolve tecnologias e estudos de viabilidade econômica e impacto ambiental acerca de várias formas alternativas de energia, principalmente de marés, considerando a extensão litorânea brasileira.

Em suma, são muitas as formas alternativas de geração de energia. Umas mais caras, outras nem tanto. Umas bonitas, outras feiosas. Um estudo mais aprofundado - e urgente! - permitirá distribuir essas fontes geradoras exatamente onde elas caibam, sem tapar o sol do vizinho, ou como disse o amigo humanista, sem desconsiderar o fator humano.

Beijomeliga.

Anônimo disse...

Caramba moçada! - quando acontece algo novo, alguns antes mesmo se inteirar completamente do assunto; liberam automaticamente suas tristes opiniões - sem nexo, sem criticidade e, sempre debitando à alguém os possíveis resultados negativo da coisa em questão! É prudente, é racional interpretarmos antes de emitirmos pensamentos relacionados....é óbvio que é energia limpa! afirmo por ter conhecimentos extremos do assunto.....

Anônimo disse...

fantastico, desde que com ele nao tenhamos uma poluicao sonora vindo das helices !!!1

Miguel disse...

Tudo o que é matéria se desgasta e acaba, pois como planeta Terra e os de mais, não será diferente, tudo se desintegra.
Uma simples folha vegetal em meses desaparece, como também o plástico que leva aproximadamente 100 anos para a sua TOTAL decomposição.
O planeta Terra está sobrevivendo a milhões de anos, ele não é uma exceção ...
Aguarde, a partir de 2012 até 2014.

Anônimo disse...

Enquanto a salvação do planeta não virar um produto altamente lucrativo, estes que estão no poder, não somente os que estão no governo, não irão levantar um fio de cabelo para trocar estes meios de captação energética, petróleo, gas, carvão, nuclear e outros, por meios que causam menos impacto ao planeta como energia provida dos ventos, correntes marítimas, vulcões, hidrogênio, solar e alguma outra que não sei...

abrçs galera

Anônimo disse...

Toda forma de produção de energia usada de exagerada pode causar algum dano ambiental, mas comparar energia eólica com energia hidroelétrica e energia nuclear é um absurdo, pode até ser mais barato construir uma usina hidrelétrica do que construir uma central eólica, mas o impacto ambiental causado pela central eólica é consideravelmente menor...os custos ainda com o nível de utilização...
Note que a questão principal é o custo ambiental, financeiramente as coisas variam mais de acordo com o interesse das pessoas e empresas...
Estética???? O que vc acha mais bonito Pedro?? Uma central eólica ou uma usina nuclear perto da sua residência??? Preocupações com estética e imagem são alguns dos responsáveis pela atual degradação do meio ambiente...quer algo estético vai para um desfile de moda..

Anônimo disse...

Eu gostaria de poder colocar um desse no meu quintal, e parar de pagar energia.
Mas a máfia nunca vai deixar que isso aconteça.

Anônimo disse...

EU GOSTEI DO VENTILADOR QUE GERA ENERGIA E ACHEI INTERESSANTE O CARRO MOVIDO A AGUA, HAUHAU, COMO FAÇO ISSO FUNCIONAR AQUI EM CASA??????

P.S PQ EM UM SITE DE NERDS OS ULTIMOS COMENTARIOS FICAM EMBAIXO DIFICULTANDO REPLICAS E TREPLICAS ENTRE OS USUARIOS? ESPERO UMA RESPOSTA NERD, HAUHAU

ABÇS

Anônimo disse...

estao se esquecendo que por tras de um projeto de grande vulto ou de um investimento governamental tem que haver o fator "geração de emprego". sempre o ambiente foi colocado em segundo plano qdo o investimento emprega mta mao-de-obra. por isso a mineração continua, o petroleo continua.. msmo nao sendo formas sustentáveis de geração de riqueza. agora, se o investimento alem de ser ambientalmente viavel, sera um grande empregador de mao-de-obra, ai pode ir em frente pq vai agradar a opiniao publica, governantes, mídia e ativistas ambientais.....

Anônimo disse...

Sou professor de geografia, e esse assunto sobre a energia está dentro dos temas. Acredito que haja sim uma questão política e econômica que impeça o uso das fontes alternativa de energia, o que é urgente nesse cenário seria a intervenção da população, fazendo manifestos em prol do meio ambiente e exigindo a adoção de fontes limpas.

Anônimo disse...

bom, na verdade ela não é tão limpa assim...o resíduo das baterias utilizadas pra armazenar a energia é ABSURDAMENTE poluente

Anônimo disse...

Esse cara da estética tem até fundamento, mas quero ver oque ele vai falar quando a estética da natureza ficar lisa, com o nosso consumo de recursos, será que para os peixes a usina em um rio é bonita, e não afeta em nada a migração dos mesmos, o ideal é ter um patio produtivo diversificado, com energia produzida pelo sol, ventos, ondas, calor do centro da terra, enfim várias formas menos agressivas do que as utilizadas hoje, e temos que ter consciencia que temos que reduzir nossas demandar com equipamentos mais economicos, no fundo temos que mudar muitas coisas antes de encontrar a solução perfeita (vejam algumas maneiras no meu blog "http://reciklartebrasil.blogspot.com")

Anônimo disse...

Deve haver muitos meios de se gerar energia
limpa. O bom censo deve prevalecer, pois trata-se de um caso de sobrevivência. Não sou pessimista e acredito que a humanidade deverá acordar a tempo. E com certeza juntos encontraremos várias soluções.

Probraz disse...

Prezado Companheiro,

Isto não é muito a verdade. O fato é que a energia eólica é muito cara para ser produzida (na questão de investimentos) e não solucionará o problema como um todo. Sou um empreendedor que a muito venho tentando mostrar a minha solução para isso,já comprovada e atestada para ser aplicada no Brasil ou em outro país (porque por aqui é sempre assim mesmo)porém, barrado pela falta de interesse político. Minha solução consiste em uma refinaria de bioenergia renovável e sustentável que produzirá energia elétrica, energia térmica, bio- combustíveis e mais uma gama de diversos produtos utilizáveis para a sociedade por um custo menor do que hoje praticado pelas concessionárias.
Considerado de baixo investimento, comparado aos complexos para energia eólica e as refinarias poluidoras existentes no Brasil e no mundo, trará também, um grande retorno financeiro para seus investidores, e, desenvolverá a região estabelecida. A matéria-prima para o inicío deste fornecimento de energias e produtos, virá do cavaco de eucalipto, do lixo urbano, de detritos eliminados pela sociedade, lixos de indútrias e hospitais, esgotos e outros produtos jamais, até então, aproveitados pelas pessoas. Uma unidade desta, constituída gerará muitos empregos diretos e indiretos, não somente na sua construção mas para todo o tempo que ela existir.
- produzirá energia e combustíveis por um custo menor de investimentos;
- desonerará notavelvemente os custos, atualmente repassados a população;
- os custos com a coleta de lixo, serão reduzidos drasticamente
- haverá a geração de empregos através com a constituição de uma cooperativa de
catadores de rua, com seus devidos EPI´s, tais quais botas, luvas, etc...
- criará diversas condições de empregos direta e indiretamente;
- levará luz e energia para as populações mais carentes favorecendo o aquecimento da
economia local;
- reduzirá a poluição gerada por gases e outros resíduos que permanecem sem nenhum
aproveitamento à céu aberto;
- Aproveitará os esgotos lançados nos mares, transformando-os em energias renováveis;
- jamais poluirá o meio ambiente por se tratar de um projeto sustentável e renovável;
- através de um benefício governamental, os produtos pelo projeto desenvolvidos,
poderão suprir creches, prefeituras, hospitais, órgãos públicos, delegacias, etc...;
- manterá apoio total ao Ibama, Cetesb e ao reflorestamento brasileiro;
- apoiará o plantio de árvores na cidade ou em áreas próprias e estratégicas contra a
poluição;
- incentivará e apoiará a abertura de vagas de empregos aos moradores de rua;
- acabará com a degradação humana dentro dos lixões;
- contribuirá com o aumento da renda e organização entre os catadores de rua;
- reduzirá o crescimento das pestes urbanas, tais quais, os ratos, baratas e outros;
- desenvolverá naturalmente a partir da cidade sede, as exportações de Wood chips,
pellets e briquetes, para a produção de energia em outros países, já avançados com esta
tecnologia;
- poderá fomentar pólos distribuidores dos produtos produzidos nesta refinaria, com
preço melhor do que o praticado;
- será também uma excelente forma de segurar a inflação na região;
- Terá os direitos sobre os créditos de carbono;
- e outros diversos benefícios que serão gerados a partir desta refinaria sustentável.

Abraço,

douglas@probraz.com.br

kickmarketing disse...

Eu sou a favor. Principalmente depois que veio a minha filha. Infelizmente, teremos os mesmos obstáculos pela frente que o pessoal que quer implantar ferrovias, otimização do transporte marítmo, biocombustíveis...

Gustavo Junqueira disse...

Moçada, o energia eólica sozinha não pode sustentar o mundo, assim como a solar. Os ventos e o sol tem incidências diferentes nos continentes durante o ano, nunca suportariam um horário de pico. Mais mesmo assim é uma forma ótima de energia se usada com uma fonte mais segura, por exemplo hidráulica ou termo.

Anônimo disse...

Seria bom que todos vissem e soubesse dessa nova descoberta e se mobilizassem para acabar com a destruição do Meio Ambiente

Anônimo disse...

nao tem nada a ver com passaros

vc quer um futuro melhor pros filhos?ou ligar pra um maldito passaro do tamanho de um atomo morrer na helice?

Anônimo disse...

alias ja ta mais que provado, essa e a energia mais limpa que existe, junto com a solar.os passaros nao fazem rota em todo lugar, isso e ignorancia e basta colocar no meio do mar.(ausencia de poluicao sonora)

Wagner Lima disse...

Você falou muito e não disse nada.
Como funciona, atraves do vento, mais uma turbina, gera quanto de energia? Todo o planeta está fazendo com que o mundo respire melhor, mais o que você está fazendo para isso melhorar? Eu por exemplo não jogo meu lixo na chão, quando saio de um comodo eu desligo a luz, quando estou lavando a louça, na hora que estou emssaboando a torneira está desligada, etc... Isso já conta astante para uma melhora na vida. somos nós que mudamos o planeta, então tem que parti de nós.
Abraço e boa tentativa de fazer com que os outros mudem e você continue gastando por cinco.

Kamen Rider disse...

Zeitgheist é realmente um documentário muito bom, nem tanto por essa parte de energias renovavéis (onde acho que eles se perdem um pouco) mas por meter o dedo na ferida sobre o cancêr que é a religião e as instituições financeiras, além de todas as balelas do 11/09

Recomendo!

Anônimo disse...

Legal ver que tantos tem ideias tão distintas sobre o mesmo asunto, porem todos temos a cosnciencia que devemos fazer algo. Energia eólica, mecanica das marés, eletrolise são limpas até que ponto. O Brasil é o pais cuja fonte de energia é a mais limpa, porém tem tambem seu custo ambiental. Resta a juventude seguir esse pensamento: de qual energia impacteramos MENOS o meio ambiente e; é necessário consumirmos tanta energia.
Isso é para pensar. Até.

MrVallence disse...

Seria uma ótima alternativa a mudança para energia eólica ... mas o problema que isso só fica no papel ... nenhum governante vai se movimentar para instalar a energia eólica em massa em seu pais .. tanto devido ao custo quanto ao loby das empressas ... o mundo tem solução mas para que ela seja efetiva a conciencia do ser humano tem que evoluir muito e para isso a internet ta ajudando muito servindo como meio de comunicação para a divulgação de dados como esse ... então parabens para você Voz do Alem por ajudar nessa conciêntização.

Anônimo disse...

Acredito que deve ter bom senso. Todos os aspectos devem ser levados em questão (Empregabilidade/ Impacto ambiental/ estética??/ etc... O importante é substituir gradativamente de forma adequada a cada tipo de região, conforme o que for mais conveniente, lembrando que exietem outras formas de energia limpa como a energia solar por exemplo.

Pedro [denovo] disse...

Bom. Parece que tudo mundo concorda que é uma boa idéia, mas não simplesmente ela.
Vamos colocar uns pontos:
A construção de Hidroelétricas já não é tão impactante para o meio ambiente como faz 10 ou 20 anos atrás. Continua, certo, mas não existe atividade humana em larga escala (digamos, cidades) que não altere de alguma forma o meio ambiente.
A energia nuclear é excelente porque a área que ela ocupa é pequena, é muito potente e causa pouco desgaste a curto e médio prazo a natureza. O ruim é que cria lixo nuclear (plutônio) que é combustível para armas nucleares, alem de atualmente não se saber o que diabos fazer com ele.
A eólica é boa porque não produz detritos de nenhum tipo e para pequenas comunidades não tem coisa melhor. Agora, seria estúpido pensar em alimentar São Paulo com ventiladores gigantes!

O negocio como falou alguém aqui, é unificar tudo. Hidroelétrica, eólica, geotérmica (essa é MUITO foda), nuclear, das ondas, da água, ctr....
Também é preciso estabelecer educação para as pessoas, e quem tem exigir isso das demais. Eu não sou fã de métodos panopticos ou beheveristas, mas quem sabe tem que se certificar que os outros também o façam, e assim as pessoas aprendem também.

vejo que sou criticado pela "estética". Bom meu filho, não sei quanto você sabe sobre psicologia, ou mesmo sobre filosofia, mas não adianta fazer algo útil se não existe beleza nisso, o ser humano é atraído por beleza e ele reage mal às coisas feias. Não interessa se o negocio for útil, se não for esteticamente bonito, ou pelo menos chamativo, as pessoas não vão aceitar ela. Vê se estuda um pouco de Antropologia antes de falar alguma outra besteira.

Um projeto que achei muito interessante é o de colocar ventiladores nos prédios de mais de 10 andares, perto do topo. Quem já subiu num prédio sabe que as correntes ascendente lá são muito fortes. Porque não aproveitar esta energia para, sei la, alimentar o sistema de ar condicionado.

Só peso que vocês não esqueçam que SOMOS HUMANOS. Se você achar o atual sistema uma merda, que ruim por você, porque se existisse um melhor já teria sido adotado [e não venham a falar merda comunista aqui, por favor, que o tema é meio-ambiente]

Max, O Observador disse...

Kras, francamente, este estudo é uma furada. O principal motivo de dizer isso é que a energia eólica para abastecimento de cidades depende de algo inconstante e imprevisível (vento), é relativamente barato e fácil fazer um gerador (qq ventilador doméstico pode ser transformado em um), mas além do impacto ambiental já citado, as regiões onde teria de serem instaladas torna o custo dela inviável, pq além de produzir, vc tem q transmitir a energia, o que dependendo da distância, nem vale a pena...
Mas para pequenos vilarejos locais, é uma ótima ideia...
Uma utilização mais interessante para a energia eólica seria em veículos de híbridos (elétrico/ combustão ou ar comprimido, isso existe mesmo..., com um modelo de motor com ar comprimido, e um gerador que aproveite a própria aerodinâmica do carro, vc pode fazer um carro que NUNCA precise abastecer... sério, penso até em utilizar isso como trabalho de conclusão de curso...
a energia eólica não é ruim, mas eu sou a favor da chamada tecnologia invisível para essas coisas, como disse o comentário anterior, as pessoas ñ gostam de coisas úteis que sejam feias (o que faz a alegria dos designers...), tem várias idéias, como colocar turbinas hidrelétricas verticais no sistema de distribuição de água, utilização de suspensões nos automóveis que produzam energia (já existe algo parecido na F1, só que com o freio), calçadops que geram energia, utilização dos gases de lixões(metano e propano, se eu ñ me engano) para produzir energia, utilização de biomassa para produzir energia, etc. existem várias possibilidades de se produzir energia, mas se aelas serão realmente válidas, aí são outros 500, como o custo de produção, manutenção, distribuição, implementação,etc. às vezes, boas ideias ñ vingam por uma questão de público, mercado, relação custo-benefício, whatever...

só uma coisa: quanto à alguém que disse sobre os pássaros morrerem, existe algo chamado LEI AMBIENTAL, que regulamenta essas coisas.
Para vc ter uma idéia, para se lançar um mopdelo de gerador, ele tem que estar de acordo com as normas IEEE, com as normas ABNT, com as LEIS AMBIENTAIS, tem que ter autorização disso, daquilo, etc. enfim, é um pé no saco(duplo com voadora, ainda por cima) mas é necessário...
sem falar que todo este bla bla bla de meio ambiente tem muitas mentiras e meias verdades sendo ditas por aí... O próprio filme Uma verda incoveniente distorce muitos dados...

Quer ver só uma coisa interessante? reparem que todas as vezes que falam algo do tipo lugar tal tem cheias, reparem como sempre é na casa dos 20,30 anos. o tempo é cíclico. Nós estamos numa "bola" esquisita de minerais que está rodando em volta de si mesma e em uma elipse ao mesmo tempo... nós já tivemos uma era do gelo (ñ o filme :-p), pq ñ se pode ter uma era de calor tb? essa questão é mais complexa do que se diz... tem um fator político tanto daqueles que exploram os combustíveis fósseis tanto daqueles que querem energia limpa... Enfim, ambos os lados tem gente que ñ presta, gente que ñ tem noção do que diz e gente bem intencionada tb.
vou parar por aqui senão vira um post, e o blog ñ é meu :-(

Anônimo disse...

Bem, geradores eólicos possuem 5 metros de diâmetro e quase 100 metros de altura total. As fundações para que isso pare de pé são gigantes. Além do mais, a operacionalização delas exige que haja estradas ligando uma à outra.
Isto tudo quer dizer uma coisa: impacto ambiental. Onde,numa cidade grande colocaríamos os geradores, que para produzirem energia significativa precisam de vastíssimas áreas? imaginem um campo imenso "semeado" de cataventos de 100 metros de altura. Onde? na mata atlântica? no meio da amazônia? no cerrado? ou no meio do mar como a foto?
será que nestes lugares há vento suficiente para a geração de energia que por exemplo, são paulo necessita?
Como muitos comentaram aqui, a implantação deste tipo de energia é mais caro e sua operacionalização também. Isto significa energia mais cara, o que também significa que os custos são repassados aos consumidores. será que o Brasil poderia arcar com isso?

Sisto Sexto disse...

Energia Eólica é um tipo de energia bem bacana. Depois do custo inicial só manutenção.
Problema é que o custo de implantação é meio elevado, sem falar que energia eólica trabalha numa faixa estreita de vento. Ela nem trabalha com pouco vento nem com muito vento, então nem toda região é adequada, sem falar que o vento é inconstante, então se não for uma região muito adequada é um investimento meio "burro".
Porém, o Brasil tem um grande potencial, principalmente aqui no Nordeste, dava de boa pra colocar umas estações eólicas aqui, não pra substituir, mas pra complementar.

Daiane [VivoVerde] disse...

Tem gente aí... que pelos comentários (não fiz questão de ler na íntegra) percebe-se que só sabem reclamar... típicos céticos broxas...

Reclamar da eólica é fácil, mas se esquecem o que uma hidrelétrica provoca... realocação de animais, maior abrangência de área inundada/inutilizada, realocação de pessoas (deixando-as com pouquíssimo dinheiro, se não fossem os programas e projetos de agricultura familiar, não sei oq seriam delas), plantas/espécies são perdidas (pq mesmo com projetos de reflorestamento e cultivo de plantas nativas, nada se compara com oq havia antes) além do que várias são deixadas pra lá na catalogação...

Enfim, é muito complicado quando se vai julgar alguém, alguma coisa... eu dei apenas algumas indicações do que uma hidreléttrica causa, claro que outros meios de energia DENIGREM o meio e afetam outras partes, mas se há um método que prejudique menos... porque não explora-lo?

#Ficadica

Athos disse...

O que é dito a respeito da energia eólica neste documentário não é verdade.

Não é qualquer vento que produz energia. Não é qualquer localidade.

Só há geração de energia eólica com ventos entre 8 e 20km/h. Qualquer idiota sabe disto.

O documentarista não levou isso em consideração.

Atenciosamente,
Athos.

Athos disse...

Opa, só mais uma coisa.

O mito de que a energia eólica é cara também não é verdade.
Ela não é barata, como a hídráulica, mas também não é cara.

Hoje mesmo no Brasil estamos pagando um preço, que varia, mas chega a custar até R$600Mw/h em algumas térmicas. A média, obviamente, é bem inferior, porém, SEMPRE superior ao custo de uma eólica
Quanto custa a eólica?
Cerca de R$120mw/h e com escala poderia custar menos que R$100.

Quando dizem que as térmicas movidas a combustível fóssil são baratas essa é apenas meia verdade.
As térmicas são baratas como seguro. Assim, se o ONS quiser aumentar o nível de um reservatório, liga-se uma térmica e o nível sobre. Uma usina térmica pode ser montada em 4 meses. Como seguro ao sistema é uma maravilha.
O problema comessa quando ela deixa de ser seguro e vira parte da base. Hoje 10% da energia brasileira é térmica gerada pela queima de combústível fóssil.

Como seguro ela é considerada barata pois o preço dos equipamentos é barato. O custo é muito, mas muito inferior ao de qualquer barragem.
Mas a partir do momento em que ela gira, o barato acaba saindo caro e hoje todas elas estão girando.

Agora vou lhes dizer porque a eólica é a fonte complementar ideal para o Brasil.
É muito simples.
O calcanhar de aquiles do nosso sistema é o inverno. Neste período as chuvas são escassas e nossa geraçaõ mais fraca.
Coincidentemente é neste período onde a geração eólica se fortalesse.

Preciso explicar mais?


Outra, vocêsa sabiam que o sistema interligado brasileiro é o maior e mais complexo do mundo?
Pois fiquem sabendo :)

abraço

Davi disse...

No aguardo do post do Zeitgeist
ambos na verdade
esclarecedores ..

Anônimo disse...

a energia magnética , o panderev motor, a moto japoneza, motores magnéticos uma pulga atráz da orelha dos carburadores ...

Anônimo disse...

PESSOAL !!! AI GALERA !!!! PRESTA ATENÇÃO

Isto não é muito a verdade. O fato é que a energia eólica é muito cara para ser produzida (na questão de investimentos) e não solucionará o problema como um todo. Sou um empreendedor que a muito venho tentando mostrar a minha solução para isso,já comprovada e atestada para ser aplicada no Brasil ou em outro país (porque por aqui é sempre assim mesmo)porém, barrado pela falta de interesse político. Minha solução consiste em uma refinaria de bioenergia renovável e sustentável que produzirá energia elétrica, energia térmica, bio- combustíveis e mais uma gama de diversos produtos utilizáveis para a sociedade por um custo menor do que hoje praticado pelas concessionárias.
Considerado de baixo investimento, comparado aos complexos para energia eólica e as refinarias poluidoras existentes no Brasil e no mundo, trará também, um grande retorno financeiro para seus investidores, e, desenvolverá a região estabelecida. A matéria-prima para o inicío deste fornecimento de energias e produtos, virá do cavaco de eucalipto, do lixo urbano, de detritos eliminados pela sociedade, lixos de indútrias e hospitais, esgotos e outros produtos jamais, até então, aproveitados pelas pessoas. Uma unidade desta, constituída gerará muitos empregos diretos e indiretos, não somente na sua construção mas para todo o tempo que ela existir.
- produzirá energia e combustíveis por um custo menor de investimentos;
- desonerará notavelvemente os custos, atualmente repassados a população;
- os custos com a coleta de lixo, serão reduzidos drasticamente
- haverá a geração de empregos através com a constituição de uma cooperativa de
catadores de rua, com seus devidos EPI´s, tais quais botas, luvas, etc...
- criará diversas condições de empregos direta e indiretamente;
- levará luz e energia para as populações mais carentes favorecendo o aquecimento da
economia local;
- reduzirá a poluição gerada por gases e outros resíduos que permanecem sem nenhum
aproveitamento à céu aberto;
- Aproveitará os esgotos lançados nos mares, transformando-os em energias renováveis;
- jamais poluirá o meio ambiente por se tratar de um projeto sustentável e renovável;
- através de um benefício governamental, os produtos pelo projeto desenvolvidos,
poderão suprir creches, prefeituras, hospitais, órgãos públicos, delegacias, etc...;
- manterá apoio total ao Ibama, Cetesb e ao reflorestamento brasileiro;
- apoiará o plantio de árvores na cidade ou em áreas próprias e estratégicas contra a
poluição;
- incentivará e apoiará a abertura de vagas de empregos aos moradores de rua;
- acabará com a degradação humana dentro dos lixões;
- contribuirá com o aumento da renda e organização entre os catadores de rua;
- reduzirá o crescimento das pestes urbanas, tais quais, os ratos, baratas e outros;
- desenvolverá naturalmente a partir da cidade sede, as exportações de Wood chips,
pellets e briquetes, para a produção de energia em outros países, já avançados com esta
tecnologia;
- poderá fomentar pólos distribuidores dos produtos produzidos nesta refinaria, com
preço melhor do que o praticado;
- será também uma excelente forma de segurar a inflação na região;
- Terá os direitos sobre os créditos de carbono;
- e outros diversos benefícios que serão gerados a partir desta refinaria sustentável.

Abraço,

douglas@probraz.com.br

Pulau Tidung disse...

amazing jing bos

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo